((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

OMRAAM (Aïvanhov) - 08-12- 2013 - Por Air

***

***

Meus muito caros amigos, eu estou muito feliz de acolhê-los aqui, esta noite.

Eu lhes proponho, apenas para entrar na atmosfera, para começar por um espaço de Comunhão, apenas para pôr um pouco de Fogo...

... Comunhão ...

Eu aproveito este momento para um pequeno conselho.
Seria melhor não ficar muito preso ao que vocês já vivenciaram.

Seria também preferível não comparar as suas experiências uns com os outros, a fim de não sobrecarregar a bicicleta (mental), a fim de não sobrecarregar a memória.

Nós iremos tentar, agora que KI-RIS-TI está à sua Porta, permitir-lhes acolhê-Lo na Transparência, em meio à Infância.

Isso significa que vocês devem esquecer tudo o que vocês pensam saber, tudo o que vocês pensam ter vivido, vocês devem chegar totalmente novos diante da Porta.

Aliás, será preciso esquecer que existe uma Porta...
Se houver perguntas em relação ao que eu acabo de dizer, eu quero ali responder...

Eu aproveito este momento para compartilhar novamente o Fogo com vocês.

... Comunhão ...

Pergunta: Se nos esforçarmos para deixar cair os véus, a nossa história, o que nós conhecemos, etc., como vai ser formulada a pergunta a partir de um estado como este, onde estamos novos?
Eu não compreendo muito bem... A sua questão, é saber se você terá uma pergunta quando você deixar a bicicleta.

Então, isso é muito simples.
Primeiramente, você deixa a bicicleta, em seguida, você vê o que acontece.
O problema de vocês, de maneira geral, é que vocês querem conhecer o final do filme enquanto vocês estão apenas no início.

Vocês gostariam de saber como se faz para acolher KI-RIS-TI, para acolher a Luz, antes de acolher a Luz.

Isso não é possível.
Isso lhes foi dito há pouco tempo, eu creio, pelo Mestre Philippe de Lyon.

Vocês não podem saber o que é a Luz.
Vocês não podem saber o que é acolher KI-RIS-TI.
Vocês não podem saber o que é funcionar liberado das bicicletas enquanto vocês não tiverem deixado a bicicleta, enquanto vocês não tiverem deixado o julgamento.


Este é o problema essencial em meio à sua humanidade.
Vocês procuram compreender, o tempo todo, o que vocês estão prestes a viver, ao passo que isso é muito simples: vocês estão vivendo isso.

E, de repente, o mental vem e cola as etiquetas: “o que eu vivo agora é muito bom, o que eu vivo agora é a Graça, o que eu vivo agora é o Absoluto.”.

Mas se vocês colocarem uma etiqueta, isso não pode ser a Graça, isso não pode ser o Absoluto, isso é um rótulo. É por isso que eu lhes disse para evitar comparações, para evitar contar demais o que vocês viviam, o que vocês tinham vivido.

Não que isso seja muito importante, simplesmente é que, se vocês ficarem focalizados no que vocês vivenciaram, que foi muito bonito a um dado momento, vocês ficam impedidos de viver o que existe agora.

Portanto, para responder à sua pergunta, descarte isso, você vai vê-lo bem.

Eu gostaria de lembrá-los da Infância, de lembrá-los de que se vocês quiserem poder acolher o que vocês são na Verdade, vocês devem olhar como uma criança, vocês devem esquecer o que vocês sabem.

E isso, isso é muito, muito complicado para vocês, porque, eventualmente, vocês podem fingir esquecer, dizendo “isso não é muito importante”, mas o que acontece assim que a Luz vier encontrá-los, assim que a Luz vier perfurá-los em algum lugar?

Vocês dizem que isso dói, vocês dizem “como eu posso fazer para que isso não doa?”.
Ou então vocês dizem que vocês comeram demais, vocês dizem isso ou aquilo, não importa.

Se vocês não viverem o que lhes chega acolhendo isso, dizendo que isso é assim, que isso está logo aí, se vocês procurarem as causas e as consequências, vocês irão encontrar em abundância, mas, no final, isso os fará permanecer em meio à dualidade.

A escolha é de vocês, mas se vocês quiserem encontrar a Luz, se vocês quiserem viver o Absoluto, vocês devem primeiramente aceitar desaparecer, nós lhes dissemos e repetimos isso.

Todos os testemunhos das pessoas que vivenciaram o Absoluto dizem a mesma coisa: isso é muito simples, extremamente simples.

É tão simples que uma vez instalados no Absoluto, vocês se perguntam como é possível se perder disso, como é possível complicar a vida a esse ponto.


Então, isso é quase a preliminar desta semana para poder acolher o que está chegando.
Porque, se eu lhes perguntar: “quem quer acolher CRISTO?”, eu acho que todo mundo vai me dizer ‘sim’.

Então, para isso, é muito simples: comecem acolhendo tudo o que está chegando.
Não dizendo que “isso é a Graça que faz” ou qualquer outra coisa, simplesmente aceitando o que está aí.

Vocês nada podem viver no Aqui e Agora que seja diferente do que está chegando.
Ou, melhor dizendo, vocês podem vivê-lo no sofrimento, ou vocês podem vivê-lo na Leveza.
Cabe a vocês ver o que vocês preferem.

Pergunta: E se uma grande dor nos colocar em uma imensa alegria?
Então, aí, é possível que isso seja o que foi chamado de “mordida do Fogo”.
Em todo caso, se se permanecer no nível do acolhimento, isso é muito bom: há a dor, há a alegria, isso é perfeito.

Não há necessariamente que buscar o que é preciso fazer ou ao que isso corresponde.
Mas eu acho que se o que está vindo estiver marcado de uma grande dor e de uma grande alegria, naquele momento, você acolhe, e naquele momento, isso vai bem para você, certo?


Pergunta: Será que poderíamos dizer que acolher é estar sem pensamentos?
O problema é que os pensamentos, vocês os têm muitas vezes em grande quantidade. Se vocês estiverem no acolhimento sem pensamentos, isso é muito, muito bom.

Eu diria, esse é o acolhimento perfeito.
Mas, sobretudo, o que é preciso, eu diria, colocar de lado, é o hábito de discriminar, é o hábito de avaliar.

Por exemplo, vocês estão acostumados, quando há uma dor, a dizer que isso dói, ao passo que nós vimos anteriormente que com a dor pode ali haver a Alegria, com a dor pode ali haver o Êxtase.

Então, se vocês procurarem compreender, avaliar a situação, quando há a dor vocês dizem, isso dói, e, de fato, se vocês se esforçarem para que isso se torne melhor, talvez vocês possam passar do lado do Êxtase...


Talvez vocês tenham dificuldade de eliminar o pensamento de “eu sinto dor”, mas será que vocês irão elaborar algo ao redor deste pensamento, será que vocês irão elaborar o fato de querer encontrar a causa, o fato de querer compreender o que está acontecendo?
 

Será que vocês vão querer mudar a situação?
Ou será que vocês simplesmente irão dizer “eu sinto dor, e então? O que acontece realmente? O que acontece no corpo? O que acontece na consciência?”.

Porque, quando vocês sentem dor, vocês sentem dor em algum lugar.
Há muitas outras partes no seu corpo, há muitas outras partes na consciência.
É preciso apenas relativizar um pouco.

De qualquer forma, eu estou muito contente de termos esta pequena conversa, porque eu vejo que, agora, vocês me acolhem cada vez melhor, cada vez mais profundamente em cada um de vocês.

E isso, eu agradeço a vocês, isso é muito bom para mim, isso é muito bom também para vocês.
Então, agora, eu os deixo esta noite.

Recebam todo o meu Amor.


"ESSENCIAIS"
 

Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) recebida e transmitida por Air:

Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

http://a-casa-real-de-rigel.blogspot.com/




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails