((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

sábado, 13 de abril de 2013

O.M. AÏVANHOV – 07-08-2011 - REPOSTAGEM ESPECIAL

***
O.M Aivanhov - 07-08-2011


Mensagem publicada em 9 de agosto, pelo site AUTRES DIMENSIONS.

E bem, caros amigos, estou extremamente contente por reencontrá-los.
Eu lhes transmito todas as minhas bênçãos, todo o meu Amor e estou pronto para responder a vocês.

Questão: quantos seres humanos vão aceder à Unidade?
Então, o que é que você chama aceder à Unidade?
Nós sempre dissemos que a Terra seria Liberada, inteiramente.
Mas não se pode forçar uma consciência a ir para a Unidade, se ela não quer ir para a Unidade, não é? 
 
Mas ela será, de qualquer modo, Liberada.

Isso quer dizer o quê? Isso quer dizer que, em definitivo, vocês são todos Liberados.
Mas vocês não vão, todos, ao mesmo lugar.

Existem diferentes formas de Liberação.
A Liberação que quer manter a alma: naquele momento, isso quer dizer direção da 3ª Dimensão Unificada, na qual não há mais qualquer ruptura. 
 
A Verdadeira Unidade corresponde, para vocês, o acesso à Multidimensionalidade, ou seja, não mais estar fixo pela alma, mesmo religada ao Espírito, num corpo carbonado. Mas a totalidade de humanidade é Liberada, na medida em que a 3ª Dimensão Dissociada não existirá mais.

Era necessário um limiar, isso eu já disse desde muito tempo, não é? (desde cinco ou seis anos), que era preciso chegar a um limiar de seres que, como dizer..., seriam abertos ao nível das Coroas Radiantes, ou seja, os Chamados. 
 
Esse limiar foi atingido, vocês sabem, desde o ano passado, desde o mês de setembro. E, assim, tudo deve desenrolar-se com mais facilidade do que teria sido de outro modo. 

Questão: há uma relação entre os Atalhos e a árvore Sefirótica?
Há uma ressonância, digamos.
Falou-se, aliás, de um dos Triângulos, o primeiro Triângulo do peito, que é constituído entre Tipheret, o patamar do Ardor e da Justiça, não é? 
 
Do mesmo modo que vocês têm um Triângulo inscrito entre os Pontos, que nós nomeamos ATRAÇÃO, VISÃO e o períneo. 
 
Mas, bom, é uma analogia, é uma sobreposição.
Nós também falamos do triângulo Luciferiano e sua Reversão, que faz com que Kether venha colocar-se no lugar que ele jamais deveria ter deixado.

Vocês sabem que a garganta, na Cabala, isso se chama Dahat, ou seja, a Sephira invisível. Mas é uma Sephira invisível, fantasma, simplesmente porque Yaldebaoth inverteu a Sephirot, e ela estava colocada ao alto. 
 
Mas é uma analogia. Não se pode dizer, por exemplo, que Hod e Netzach são tipicamente o que se chama ATRAÇÃO e REPULSÃO, é outra coisa também. 
 
Uma Sephira é uma emanação que está presente nos diferentes mundos que há na Cabala, ou seja, os mundos de emanação, ou seja, os mundos Briáticos, os palácios de Assiah, as moradas de Atziluth etc.
 
Mas isso não tem relação.
As portas de que falamos são Portais de ancoragem da Consciência Unificada, que constituem a reconstituição, de algum modo, do Corpo de Ressurreição e do Corpo de Existência. Não é, verdadeiramente, a mesma coisa. 
 
Mesmo se existam, efetivamente, ressonâncias de projeção, localmente.
Pode-se, por exemplo, ver que há uma analogia entre os Pontos OD, o Arcanjo MIGUEL e Tipheret, mas isso para aí.

Questão: as doze Portas podem representar, Vibratoriamente, os pontos de acesso às nossas Linhagens?

Não.
Vocês têm quatro Portas que correspondem às Linhagens, e unicamente quatro.
Que são quais? 
 
O Ponto AL, o Ponto OD, o Ponto IM e o Ponto IS.
É HIC e NUNC, se preferem, é tudo.

Questão: há uma relação com as doze Portas de Yerushalaïm?
Mas são as doze Portas de Yerushalaïm.
Poder-se-ia, efetivamente, ir muito mais longe.
Mas a descrição, estritamente, nada avançaria.
O que é importante é a Vibração e viver a Vibração.
As explicações o afastariam da Vibração.

Além disso, não são as mesmas Vibrações cristalinas que foram dadas.
Nos textos de São João (ou em outras referências da Bíblia) há uma descrição da Jerusalém Celeste e das Portas. A cada vez, ali são atribuídos cores e cristais que foram vistos, entre aspas. Mas atenção! 
 
A Vibração que foi vivida era numa língua que nada tem a ver com a língua de hoje. Portanto, as traduções interpretaram diferentemente as Vibrações dos cristais.

Mas para que serve conhecer tudo isso intelectualmente?
O Conhecimento Vibratório determina-se e revela-se por si, pela Vibração, não pela explicação. A denominação é importante. 
 
Passamos das Estrelas, ao nível da cabeça, para uma Porta.
Uma Porta, o que ela faz? Ela está entre dois espaços, não é?
Ela abre e ela fecha, mas ela permite cruzar algo.
É nesse sentido que é importante.

Assim como os Atalhos podem, efetivamente, ter uma analogia como se disse, por exemplo, com a árvore da Cabala, ou seja, os Sineroth.
Mas isso para aí.

Há vinte e dois Sineroth, que correspondem aos arcanos do tarô, às letras hebraicas e às Vibrações das letras hebraicas.  Em contrapartida, ao nível dos Atalhos, há menos.
Eles correspondem às arestas do Cubo Metatrônico.
Mas poder-se-ia discorrer durante horas.

Então, é muito interessante para o mental, mas isso não dá a Vibração.
Nós tentamos ser o mais claro possível, no que lhes deram UM AMIGO, SRI AUROBINDO e outros, e IRMÃO K, sobretudo porque é importante compreender algumas engrenagens que existem no corpo. Mas isso não substitui a Vibração.

Simplesmente, nós estimamos que, dando-lhes elementos e nomeando a Porta do fígado (Lúcifer) e a Porta do baço (Ahriman), nós tínhamos elementos para permitir-lhes, em toda Consciência, superar algumas coisas. 

Mas era bem além da simples compreensão intelectual porque, se vocês permanecem, simplesmente, a dizer: o fígado é Lúcifer, é Prometeu, é a Visão etc., para que isso serve? Mas era para ilustrar a Reversão que se produz, uma vez que a alma não nutre mais a personalidade, mas vai nutrir o Espírito. Não se esqueçam, e isso foi dito, que o mental é o que mente para AL, ou seja, o que mente para a alma.

Em resumo, e dito ao meu modo, vocês estão numa projeção, ou seja, em algo que não existe. Vocês estão se olhando a si mesmos, nesse corpo, nessa personalidade. 
 
Mas, quando você penetram a Consciência da Unidade, vocês são infinitos, e, portanto, vocês saem da Ilusão. Mas, enquanto vocês não têm a Consciência de que é uma Ilusão, se é, simplesmente, uma concepção mental, isso não basta para dali sair.  

É a Vibração da própria Consciência, é a experiência da Consciência que passa de um estado ao outro, que realiza o processo.
Não é o conhecimento exterior.
Jamais.

Questão: dores que perduram podem ser um freio para o acesso à Existência?

Não, nada pode representar um freio.
Eu diria mesmo, sem fazer dolorismo que, em alguns casos, a dor pode ser, justamente, o que vai frear as pequenas bicicletas (ndr: as pequenas bicicletas evocam o mental) porque, quando o mental está ocupado a tratar da dor, porque tem dodói, ele não pode mais intervir em outros lugares e a Luz aproveita-se disso para passar na suavidade.

Questão: METATRON utilizou o termo Elohim, como Chave Vibratória. Por quê?
Elohim, se querem, é a Vibração dos Elohim que chegaram Livres, no sacrifício de sua entidade e, portanto, para permitir que o Cristal Azul da individualidade do Espírito não fosse perdido.

Elohim, pronunciado por METATRON, corresponde, agora, dois anos após a revelação das cinco Chaves Metatrônicas (OD-ER-IM-IS-AL), à Porta KI-RIS-TI, que está nas costas, que permite, se querem, efetuar a última Passagem, ou seja, o retorno a Elohim. 
 
O que quer dizer, também, ao que é ligado ao Espírito de Fogo.

Do mesmo modo como ele pronuncia, quando chega, o apelo ao Espírito do Fogo (Vehuiah), que é um dos Hayoth Ha Kodesh. 

E, hoje, pela primeira vez, ele pronunciou Elohim, com a Vibração correspondente a essa Liberação (ndr: intervenção de METATRON de 7 de agosto de 2011, transcrita na rubrica «mensagens a ler») que é, de fato, vocês compreenderam, a Libertação.

A Terra é Liberada, nós sabemos que vocês são Liberados, mas a Libertação não havia ainda começado. A Terra já havia dado à luz, isso lhes foi dito, mas, após o parto, o que acontece? Vem a Libertação, o que quer dizer que se expulsa a placenta. O que é que é a placenta? 
 
São todas as Linhagens, todos os princípios do sangue, ou seja, tudo o que lhes permite passar das leis do sangue para a Lei do Espírito; leis da carne para a lei do Espírito; da lei de ação/reação (e, além disso, falsificada) para a Liberdade em relação à carne. 
 
É o chamado de Elohim.
E são os Elohim que trouxeram, no Plano Vibratório, o Cristal Azul que estava ao centro de Yerushalaïm.

Questão: pode ser interessante, Vibratoriamente, pronunciar essa Chave, Elohim, para si?
Sim, isso abre a Porta Ki-Ris-Ti.
Ao nível Vibratório, a palavra Elohim e a estrutura Vibratória de Elohim são constituídas, vocês compreenderam, de AL e de IM
 
É diretamente religada a Ki-Ris-Ti, que está atrás, entre as omoplatas e essa vértebra específica, que é a quinta vértebra dorsal. 

Portanto, Vibrando Elohim, vocês põem em Vibração não mais unicamente a cabeça, como quando METATRON pronunciava o Ehieh Asher Ehieh, e o Vehuiah.
Pelo Elohim vocês não destrancam unicamente a cabeça, mas destrancam a Última Porta.

Questão: qual é a diferença entre um Elohim e uma Estrela de MARIA?
Alguns Elohim podem ser Estrelas de MARIA, mas não é obrigatório.
O Elohim significa, simplesmente, aquele que vem da Dimensão do Cristal, ou seja, da 11ª Dimensão.
 

As Estrelas de Maria estão na 18ª Dimensão.
Mas algumas das Estrelas puderam ser Elohim.
Mas não é porque há doze Estrelas, que havia doze Elohim, que sejam os mesmos.

Questão: por que tantas mulheres, desde algum tempo, dizem ser Estrela, ou mesmo a Mãe Divina, encarnadas?
É, simplesmente, uma identificação abusiva.
Como disseram os Arcanjos, vocês são portadores, todos, da Vibração do Arcanjo.
Não é por acaso se, em minha vida, eu tomei o nome MIGUEL.
Isso quer dizer que eu era um Arcanjo? 

Não. Isso quer dizer, simplesmente, que a Vibração do Arcanjo MIGUEL foi preponderante e determinante no que eu era. Para uma mulher é muito mais fácil pensar-se ou identificar-se, Vibratoriamente, numa Estrela e portar uma qualidade Vibratória de uma Estrela, completamente.

Agora, eu repito: qual importância isso pode ter, uma vez que vocês penetram as esferas da Unidade? Encarnados na carne, vocês retornam à entidade primordial que vocês São, para além de todas as estruturações de personalidade que vocês tomaram. Portanto, vocês podem, perfeitamente, sobretudo para as senhoras, portar a Vibração, por exemplo, de MA ANANDA MOYI, sem qualquer escrúpulo. 
 
Assim como MA ANANDA MOYI portou a Vibração de MARIA, é uma evidência.
Será, contudo, que ela era MARIA?
Ela era uma Maria, na Vibração da Essência.
E é perfeitamente lógico.

Vocês não têm necessidade, na Consciência que começam a viver, de estarem identificados a esse corpo, isso foi dito. Mas vocês são portadores de muitas identidades Vibratórias, além mesmo de suas encarnações passadas. 
 
Essas encarnações Vibratórias que vocês portam concorrem, de alguma forma, a fazê-los reencontrar a Unidade. Mas é preciso prestar atenção para não identificarem-se, na totalidade, porque, naquele momento, a identificação, mesmo correta, priva-os da Unidade.

Mas vocês podem ser portadores da Vibração de um Arcanjo, de maneira preponderante. O perigo seria tomarem-se por um Arcanjo. 
 
E, do mesmo modo, quando vocês realizam o Si: hoje, vocês são muitos a realizar esse estado Vibratório de Consciência, mas, na época em que não havia muitos, era perfeitamente possível que seres exteriores, que viam esses seres viverem a Luz do Si, marcados por sua educação e sua própria percepção mediúnica, pudessem perceber, em tal ou tal Consciência, o CRISTO, e dizer: é o CRISTO. 
 
E não, não é o CRISTO. Mesmo se há identificação e não mais imitação, mas Fusão com o CRISTO. Por exemplo, algumas Estrelas de MARIA, no Ocidente, viveram as Núpcias místicas com o CRISTO. Elas tornaram-se o CRISTO. 
 
Mas é outra coisa manifestar o CRISTO, espiritualmente, do que dizer-se o CRISTO na carne. Não é similar. A Vibração nada tem a ver.

Questão: poderia desenvolver sobre a diferença entre ISIS e MARIA?

A entidade MARIA nada tem a ver com a entidade ISIS.
É um apoio Vibratório.
MARIA porta ISIS. 
 
Mas ISIS está bem além dos mundos da encarnação.
IS-IS é como quando nós dizemos KI-RIS-TI.
É uma palavra cuja Essência é Suméria.
KI-RIS-TI ou KIR-IS-TI é, simplesmente, o Filho Ardente do Sol.
ISIS é a Filha da Água. 
 
Ela é a matriz primordial.
Ela é Gaia, se querem.
Ela é a virgem negra.
Ela é tudo o que se pode imaginar.
Ela é, também, a Shakti.  

Então, é claro, ISIS é a Vibração que vem de Sírius A.
MARIA vem, também, de Sírius A,.
Será que Jesus e Jesus Cristo era o CRISTO? 
 
Jesus reencarnou-se numerosas vezes sobre a Terra, e também não há muito tempo.
CRISTO é um princípio de realização do Si.

Questão: ISIS seria, portanto, um princípio Vibratório e MARIA seria a contrapartida encarnada que portava essa ressonância?

Perfeitamente.
Assim como MA ANANDA MOYI portava MARIA. 

Questão: e do mesmo modo como Jesus portava CRISTO?
Exato.

Questão: você escolheu apresentar-se sob o nome de OMRAAM MIKAËL AÏVANHOV...
Era o nome de minha última encarnação.
Mas eu teria podido chamar-me Merlin, por exemplo, uma vez que eu fui Merlin.
Mas qual importância, uma vez que somos Unificados? 
 
Simplesmente, sobre esta Terra, em especial para os Anciões (que, como eu lhes disse, estavam quase todos presentes antes de 1984 sobre a Terra, nós partimos, os últimos, exatamente naquela época), nós ancoramos o Retorno da Luz.

Portanto, é claro, nós somos portadores de uma Vibração.
Essa Vibração é oriunda, ao mesmo tempo, do elemento dominante, de nossa origem estelar. Talvez vocês saibam, eu venho de Vega da Lyra. Porque, aí embaixo, há uma enormidade do que vocês chamam, sobre a Terra, pedagogos, professores, não é?

SRI AUROBINDO vem de Altair.
É uma Águia, ou seja, é um ser que tem a visão panorâmica, que é capaz de extrair-se de algo para ver uma situação em sua globalidade. É um Melquisedeque do Ar, que não é a mesma coisa que um Melquisedeque de Fogo.

Tudo isso são estados Vibratórios que permitem, através da identidade que nós portamos, manifestar, hoje, certa característica.
Isso pode ir muito longe. 
 
O Fogo, todos sabem que é vermelho.
O Ar é azul. O azul do céu que vocês veem, mas também o azul do Éter, da Fusão dos Éteres etc.etc.

Questão: se Altair pode representar-se sob forma de Águias, sob qual forma podem representar-se os seres de Vega da Lyra?
Isso depende em qual Dimensão.
Há Vegalianos (que são os Anjos do Senhor) que estão na 3D Unificada.
Há seres que estão em todas as Dimensões.
A forma é diferente conforme a Dimensão.

Um Arcanjo é diferente, conforme a Vibração e a Dimensão que ele percorre.
Como nós dissemos, nos estados Multidimensionais, vocês não estão localizados numa forma e numa Dimensão. Seu cérebro raciocina sempre na noção de identidade porque, sem identidade, não há cérebro, não é? 
 
Portanto, vocês têm, sempre, o hábito de reconduzir à sua experiência e à vivência dessa consciência, querendo, a todo custo, atribuir uma forma precisa e um estado preciso.

É impossível.
Lá em cima nada é fixo.
Vocês não estão localizados.
Nós nos localizamos, como Melquisedeques, para permitir algum trabalho.
Mas nada é fixo, no infinito. E, sobretudo não a Consciência; sobretudo não o Espírito.

Vocês tomam um corpo, chamado Corpo de Existência.
Mas esse Corpo de Existência (que se chama um Corpo de Diamante, um Corpo de Cristal, um Corpo da Civilização dos Triângulos) é um nível estabilizado. 
 
Mas vocês não estão nesse estado, vocês estão em todos os estados ao mesmo tempo. Vocês não podem compreender isso com o cérebro humano; vocês podem apenas vivê-lo.

O problema é que a consciência da personalidade é tão habituada a raciocinar em termos de identidade, por: meu corpo, meu pensamento, minha vida. Isso nada quer dizer lá em cima. Vocês compreendem porque é necessário ter certo número de ensinamentos Vibratórios, digamos.

Questão: dizer que CRISTO viria como um ladrão na noite faz referência à qualidade de nossa consciência que está, simbolicamente, na obscuridade?
É, ao mesmo tempo, uma referência simbólica, efetivamente, como isso acaba de ser exprimido. Mas isso quer dizer, também, que Ele virá na noite escura da alma, ou seja, no processo chamado a estase, mesmo se muitos de vocês a vivam já, em parte ou na totalidade. 

Eu os Engajo, para isso, a reler, como lhes disse SRI AUROBINDO, o Apocalipse de São João , porque ele lhes diz que a estrutura Vibratória do Apocalipse é completamente real, qualquer que seja a língua. 

Mas, agora, como os eventos desenrolam-se sob seus olhos, se vocês leem o Apocalipse com a Consciência do que vivem, tanto em vocês como no exterior de vocês, isso vai aparecer-lhes com uma limpidez a mais Transparente possível. 
 
E, aliás, São João descreveu, de maneira exata e perfeita, o Retorno do CRISTO.

Questão: houve, em várias reprises, períodos de falsificação e de Liberações?
De maneira parcial, para alguns povos, sim.
Há um exemplo flagrante, que são os Mayas.
Mas isso não corresponde ao fim de um Ciclo, como hoje,

Há grupos de indivíduos, povos que, no curso desses períodos de falsificação, foram capazes, por sua Elevação Vibratória comum, de desencadear uma Consciência Unificada e, portanto, de sair da matriz. 
 
Mas é bastante raro.

Há fenômenos que são chamados de fim da vida, a cada 26.000 anos ou a cada 50.000 anos. Mas não é por isso que a matriz não volta a fechar-se imediatamente.

A civilização Maya apareceu após os Viracocha terem dado a eles certo número de informações, que lhes permitiu criar uma Consciência Unificada, simplesmente. A única diferença é que essas Consciências Unificadas não puderam sair, coletivamente, do confinamento presente no conjunto do Sistema Solar. 
 
O que aconteceu? Eles desceram ao Intraterra, na 3ª Dimensão Unificada, como os golfinhos de Sírius.

Questão: portanto, viveram-se, durante 320.000 anos, períodos sucessivos, de 50.000 anos de confinamento?

Perfeitamente, para aqueles que estão aí desde o início.
Vocês não estão, todos, aí desde o início.
Longe disso.

Questão: há pessoas, hoje, que poderiam ser ainda chamados pela Luz, ou, efetivamente, para nada serve falar disso ao redor de nós?
Falar disso?
Nada mudaria.

Contentem-se de Ser, e aquele que deve captar a Luz, ele a captará.
Não é pelas palavras que vocês farão mudar de opinião quem quer que seja. 
 
É apenas pela Vibração.
Mas isso foi dito, já, desde anos, pelo Arcanjo MIGUEL.

Não temos mais perguntas, agradecemos.

E eu lhes agradeço, caros amigos, por todas essas questões.
Eu quero transmitir-lhes todas as minhas bênçãos.

Até breve.
_______________________

Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com


AS PUBLICAÇÕES ANTERIORES A ESTAS, ESTÃO NA SEÇÃO: ""ESSENCIAIS" ".
 

http://a-casa-real-de-rigel.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails