((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

sábado, 15 de setembro de 2012

HÁ CERTAS SEMELHANÇAS FISIÓGICAS ENTRE HUMANOS E REPTILIANOS

HÁ CERTAS SEMELHANÇAS FISIÓGICAS ENTRE HUMANOS E REPTILIANOS

Há certas semelhanças fisiológicas entre humanos e reptilianos. Temos o que é conhecido como o "cérebro reptiliano".

Ele controla as funções vitais, como freqüência cardíaca, respiração, temperatura corporal e equilíbrio. O nosso cérebro reptiliano inclui também as principais estruturas encontradas no cérebro de um réptil, ou seja, o tronco cerebral e o cerebelo. O cérebro reptiliano é confiável, mas tende a ser um pouco rígido e compulsivo.

Nossos olhos também são construídos como os olhos de répteis. Em ambos os seres humanos e de répteis, o olho funciona como uma caixa com uma lente para focar a luz que passa através dele. As células dentro do olho processam a luz e transformam no em informações úteis.



O coração de humanos e de lagartos são indistinguíveis. Foto: Bjarke Jensen

Os cientistas têm sido por muito tempo cientes de que o lagarto tem um coração que é virtualmente indistinguível de um coração humano embrionário. Embora a estrutura do coração humano tenha sido conhecida há muito tempo, a origem evolutiva do nosso sistema de condução, no entanto, tem permanecido um mistério.

Agora, um mistério sécular, tenha, assim, finalmente sido desvendado sobre a evolução do coração humano

Pesquisadores finalmente conseguiram mostrar que o tecido esponjoso no  coração 
réptil é o precursor dos  corações complexos de ambos aves e mamíferos.

O novo conhecimento proporciona uma compreensão mais profunda do tecido condutor complexo do coração humano, que é de fundamental importância em condições cardíacas.

O coração de um pássaro ou um mamífero - por exemplo, um ser humano - bombeia freqüentemente e rapidamente. Isto só é possível, porque Há um tecido electricamente condutor que controla o coração.

Até agora, no entanto, não temos sido capazes de encontrar tecido condutor em nossos ancestrais répteis comuns, o que significa que não temos sido capazes de entender como esse sistema  extremamente importante
surgiu", diz Bjarke Jensen, do Departamento da Universidade, Bioscience Aarhus.



O coração dos répteis tem uma parede fina em torno de uma parte esponjosa interior. De muitas maneiras, este se assemelha ao estado embrionário em aves, os seres humanos e outros mamíferos. A anatomia de seus corações é posteriormente completamente diferente de répteis, mas estudos sobre os blocos de construção genéticos mostram agora que todos os corações têm uma estrutura molecular comum. O coração dos répteis podem, portanto, fornecer-nos uma visão sobre como o coração trabalha em um ser humano. Figura: Bjarke Jensen

Junto com colegas dinamarqueses e colegas da Universidade de Amsterdam, ele agora revela que os blocos de construção genéticos altamente desenvolvida para o tecido condutor está realmente escondido atrás da parede fina nos corações esponjosos de répteis.

Desde o início de 1900, os cientistas têm se perguntado como aves e mamíferos poderia ter desenvolvido sistemas de condução quase idênticos independentemente um do outro, quando seu ancestral comum era um réptil de sangue frio com um coração como uma esponja interna que tem feixes de condução praticamente nenhum.




Estudamos os corações dos animais de sangue frio, como lagartos, sapos e peixes-zebra, e investigamos o gene que determina quais partes do coração são responsáveis ​​por conduzir a ativação atual, o Dr. Jensen.

Ao comparar corações adultos a partir dos répteis com corações embrionárias a partir de aves e mamíferos, descobrimos uma estrutura molecular comum que está escondida pelas diferenças anatômicas, acrescentou.


 

Será que os seres humanos evoluíram de répteis?
O assunto da conexão reptiliana humana é antiga. Reptilianos como humanóides e "Lagarto-pessoa" são descritos em muitos textos antigos e religiões.

Enquanto a humanidade tem mantido registros de sua existência, lendas de uma raça serpente persistiram. Estes mitos falam de uma misteriosa raça de seres sobre-humanos reptilianos que desceram dos céus para participar na criação da humanidade e de ensinar as ciências, transmitir conhecimento proibido, impor a ordem social, reproduzir conosco, e cuidar de nosso desenvolvimento.

A serpente como os seres não estavam sozinhos, mas eram parte de uma comitiva de super seres pensados para ser deuses ancestrais.

No entanto, em culturas generalizada e diversificada como os da Suméria, Babilônia, Índia, China, Japão, México e América Central, os deuses reptilianos foram temidos e adorados. Hoje em dia o dragão ou a serpente significam herança divina e realeza em muitos países asiáticos, enquanto que, no Ocidente, a serpente representa a sabedoria e conhecimento. O símbolo de duas serpentes enroladas em torno de uma bastão (originalmente significando a árvore do conhecimento do mito antigo), conhecido como o caduceu, é hoje usado pela American Medical Association como seu logo ", escreveu Joe Lewels, Ph.D em seu artigo" os Reptilianos: Link histórico da Humanidade para a raça serpente ".

O assunto de reptilianos se tornou popular desde algumas décadas, quando,
David Icke, afirmou que alguns seres humanos na Terra não são normais como nós e eles são reptilianos.


Secrets Behind Our Reptilian Heart Revealed - A Century-Old Mystery Finally Solved

© MessageToEagle.com
Traduzido por Ricardo Mú
http://www.messagetoeagle.com/reptilianheart.php#.UFUL9q5wy89


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails