((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 21 de agosto de 2012

URIEL - 20-08-2012 - AUTRES DIMENSIONS

URIEL - 20-08-2012 - AUTRES DIMENSIONS


Eu sou Uriel, Anjo da Presença e Arcanjo da Reversão.

Bem amadas sementes estelares, Liberadas ou em vias de o ser, eu venho evocar, através das palavras e da vibração, a Graça e a Ressureição. Aquilo que deveria estar de volta, o foi, a fim de vos permitir estabelecer a Graça, a Verdade e a Vida.

Assim é a Vida que vos levará a ressuscitar na Verdade eterna do Amor infinito e incondicional. É tempo de sair de todo o tempo, aí, além do tempo, onde se encontra a Eternidade, presente em todo o espaço e todo o tempo, não presente neste mundo. Tempo de Graça ao lado da Alegria é a vossa Morada, para sempre instalada. O tempo é agora.

Aquele do canto onde se estabelece o silêncio. Aquele do silêncio onde se manifesta, além da Alegria, o tempo da vossa Ressureição. Sinfonia da Verdade. Sinfonia de Pureza, onde o Coro dos Anjos, misturado com a Onda de Miguel vem, neste instante, fazê-los viver a Graça porque a vossa vida é Graça, além da prisão deste mundo.

Vós sois a Verdade, o Caminho e a Vida que os levará a ressuscitar no Éter unificado, além de toda a Terra. Vocês são Um pois nós somos Um. Além da ilusão, além da separação, além da divisão.

Chegou o tempo de viver o Ser e o não ser. Além de toda presença, além de toda ausência, tempo da Graça onde o Absoluto É. Além de todo ser onde o Absoluto É. Além de toda forma, transcendendo o espaço de toda a Dimensão, transformando os tempos além de toda Terra.

O Éter unificado, aquele da verdadeira Vida, vos conduz à Graça e à Alegria a fim de que a Paz não seja mais toldada, nem alterada por nenhuma dissonância, por nenhuma presença, por nenhuma pressão.

O tempo é de Liberdade, o tempo é de Verdade. Este é o vosso Tempo. Liberação da Terra e do Éter. Liberação do Céu e dos Céus, vos abrindo ao vosso Céu, no coração do vosso Coração, ao centro do Centro, percorrendo o espaço e o tempo. Tempo de Graça, tempo de Bençãos onde o tempo da Ressureição é aquele que é vosso, além de qualquer pertença, além de todo o olhar.

O tempo da Presença. O tempo veio. Aquele de onde nasce a Verdade.
A gestação está concluída.

O tempo das Núpcias termina. É preciso agora consumar o resultado destas Núpcias, o resultado daquilo que Vocês são, o resultado do vosso não ser. Graças a Vocês, graças à Vida, o tempo da Graça se instala no silêncio e no canto, aquele do Céu e da Terra finalmente unificados.

O Sol abriu-se à Verdade, abrindo, em Vocês, aquilo que deveria ser aberto, permitindo viver a Ressureição. Aquele de vós que jamais cessou de Ser, além de ser, além desse Corpo, além desta Terra. Vocês são o Éter, vocês são a Verdade, absoluta e infinita, do canto da Vida e da Ressureição.

Então, neste tempo, Comunhão e Fusão, neste tempo de Casamento, levando a Liberdade possível, levando a Liberdade como Essência e Verdade. Além de todo significado, além de toda ausência e de toda presença, absoluto, infinito da Graça e da Beleza,
soltem em vocês as últimas restrições que vos limitam no seio de uma forma, no seio da vossa história, no seio de ilusões sucessivas.

O fim da ilusão assinala a Graça e a Ressureição. Esse é o vosso destino porque não há caminho, porque não há santo, há somente a Essência. A Essência da Graça vos levando ao significado original daquilo que você é e de quem nós somos, com você e em você. Além de todo limite, além de toda ilusão, além de toda separação.
Unamos na Comunhão e na Fusão o tempo da Verdade porque o Éter está lá, levado pelo Fogo do Sol, aquele que vem do Sol central, abrir o vosso Centro no centro do Coração, vos dando ao Infinito, vos levando ao Infinito, aquele da Graça e da Ressureição.

Tempo cumprido cumprindo, além de todo destino, a Verdade última, aquela do Absoluto, na Paz e na Paz Eterna, não dependendo de nenhum conjunto de circunstâncias, não dependendo de nenhum som, de nenhum cântico e de nenhuma orientação. O tempo da Graça se abre em vós: Tempo do Éter, tempo da Verdade.

É tempo, e hora de se juntar à Eternidade da Beleza, à Eternidade da Verdade, a cantá-la, em vocês juntos em Conjunto, juntos em Luz, que é o que vocês São, na Graça eterna e infinita da vossa Presença. Presença de Amor, Além de todo sentido, além de toda justificação, porque esta é a natureza da vossa Natureza. Porque este é o sentido da vossa Essência.

Enfim, comungamos juntos no tempo além, além daqui e além dali, dando-lhes a viver muito além do além conhecido, onde não existe nenhuma divisão, nenhuma separação. A Graça põe fim ao sofrimento ilusório, aos sofrimentos passados.

Não haverá mais sofrimento, nem futuro nem passado, porque o tempo da Graça deposita o seu canto no Éter da Terra, cultivando o solo, abrindo agora a vibração do núcleo da Terra ao vosso coração do Coração. Tempo de Graça e Ressureição, alegria e leveza, pondo fim aos Véus que vos ocultavam o sentido do Ser e a Verdade do Ser. Além de todo Sentido, além de toda esperança, além de toda máscara, se encontra a Verdade.

A mesma para cada um, a mesma para todos, que é o Éter e o Amor, que é o Éter e a Luz. O que vocês São, em Verdade, instalados na Graça e na Ressureição, vocês se dão a Alegria permanente, a Paz permanente, a Verdade permanente. Todos na imanência do instante, além de todo tempo.
Então, eleva-se o canto do Céu e da Terra, chamado final vos chamando a ser a Verdade, o Caminho e a Vida. Tempo de Graça onde a Ressureição se abre.

Neste instante, na escuta e em silêncio, se desempenha a verdade da vossa vida, a verdade de quem vós Sois, além de toda vida, além de todo ser. Então, no tempo da Graça, nós Ressuscitamos, ao vosso lado, aos vossos olhos surpresos, à vossa consciência, abalada da graça de Amor, abalada da verdade do Infinito,
abram a crisálida onde a borboleta pode finalmente elevar-se em direção à sua Eternidade.

Amados do Amor, amados da Verdade, Amor amado, vocês são o instante além de todo o tempo. Tempo de Graça aberto à Ressureição, aí onde se rompe o Véu da ilusão vos abrindo à essência de vosso Centro. Você é o Nascimento. Você nasceu. Você renasceu além de todo parecer. Você renasceu, no Éter da Verdade, onde não existe nenhuma ilusão, onde não existe nenhuma sombra e nenhuma separação.

Chegou o tempo de vos separar de vossas ações e reações, abram a porta à Eternidade da vossa Verdade. A Porta Estreita se tornará uma Porta de tal forma grande que nada será suscetível de a abrir ou de a fechar. A Porta desaparece na alegria da Graça, vos dando a viver e a descobrir o que É, de toda Verdade, de todo tempo e de todo espaço.

Vocês estão nestes tempos onde a magia da Graça, por si só, vos ressuscita, no tempo da Verdade, no tempo do Absoluto e do Infinito do que vós Sois. Amor infinito além de toda definição, vocês são o Caminho, a Verdade e a Vida. Assim concorre a Graça que se deposita em vós. Assim concorre a Verdade que é a vossa natureza além de todo Eu e de toda personalidade.

Nestes tempos, aí onde vocês estão, abram, abram o tempo. O do Éter, depositando a Graça no mais profundo do vosso Coração, levado pela Onda da Graça. Proveniente do Manto Azul de Maria, da Onda da Vida, proveniente da vida da Terra, em seu coração do Coração. Alquimia e Comunhão.

De Coração a Coração, da Terra, ao vosso Coração a Coração. Do coração do Coração do Sol vos dando a viver o impulso à Graça. É tempo da Ressureição, é tempo da Verdade. Não aquele que vocês desejariam, mas aquele além de todo desejo, vos dando a viver o instante da vossa Presença.
Aquele que vem, na escuridão total, como um ladrão na noite, vos chamar à Graça, à vossa Ressureição. Então, estejam em Alegria.

Então, estejam em Paz porque a revelação da Eternidade, e o que vem a vós é o único caminho, onde não existe nem caminho, nem montanha a escalar, nem proteger-se no que quer que seja, mas ser a Infinita Presença além da vossa Presença. Ser o Absoluto vivendo na Graça porque isso faz parte dos seus átomos e de suas células.

O tempo chegou, agora e nunca. Tempo de Ressureição se renovando a cada sopro a cada dia,
iluminando tudo o que estava debaixo do tapete porque a Graça revela, porque a Graça ilumina. Só a Graça permite fazer desaparecer, sem ação e sem vontade o fim dos tempos da Sombra. A hora chegou de vos desviarem dos jogos deste mundo.

A hora chegou de voltar-vos sobre o essencial invisível da Graça e da vossa Ressureição. Ouvindo o Som, aquele do Céu como aquele da Terra, vocês são abençoados e cobertos e fecundados pela Graça do Um, pela Graça da vossa Presença. A qualquer momento, desde já, em todo espaço, deste espaço.

Que dizem? Se não é comunhão neste momento de Graça. Que dizem? Se não é a glória neste instante e neste momento onde a Liberdade se instalou. Crianças de Amor, Amor infantil na absoluta Presença da vossa Eternidade. Juntos, comunguemos no silêncio e no Coração dos Anjos.

O tempo do Anjo é o vosso tempo, aquele da Liberdade, além de toda finalidade, instalado no centro do Centro, de onde tudo vem, de onde tudo provêm. Vocês são Isso. Absoluto infinito da vossa Presença eterna, além desse espaço, além de toda ilusão.

Então, cantem a Graça e verão o efeito da vossa Ressureição no tempo que resta a percorrer sobre este mundo.
Vocês são as tochas e vocês são aqueles que detêm as chaves da Libertação da Terra, da Libertação de vossos Irmãos e vossas Irmãs, na infinita Presença e infinita Ausência.

Aí onde mais nada pode existir, onde somente a Onda da Vida vos dá a Ser, além de tudo. Crianças da Liberdade, é hora da libertação.
Sementes Estelares, é tempo de germinação, vos chamando a sair de vossos limites, a sair do limitado, a sair da Ilusão. O tempo é agora. Vocês estão nele.

Crianças da Liberdade, Liberados à Verdade, Liberados à Luz, além de todo mental, além de toda ação, na intensidade a mais pura de quem vós Sois. Juntos, no silêncio das minhas palavras e na intensidade de minhas vibrações, vivamos a Comunhão e, talvez, a Liberdade total. Juntos, neste instante, transcendamos todos os tempos,
apelem em vós o sentido da vossa origem e o ímpeto da vossa origem, além de toda divisão, além de toda partida e toda chegada.

Coração do Coração e centro do Centro, acolhimento e Verdade. Verdade do acolhimento do Amor infinito, o estado infinito que vocês São. Esta é a Graça, esta é a única coisa dando-lhes as chaves de vossos Céus e vossa Eternidade. Abramos e atuemos, neste instante. Sintamos e vivamos o canto da Terra que é, ele também, Ressureição e ascensão.

No previlégio deste espaço, no privilégio de todo espaço, no vosso íntimo, no coração do Coração, se encontra a Verdade e a Ressureição. Neste momento, uma de nossas verdades comum a vocês.

Então, neste tempo, em que as minhas palavras se esvanecem para deixar lugar à Luz a mais autêntica, aquela que queima aquilo que deve ser e deixa persistir na elaboração, vossa Eternidade, juntos acolhamos, juntos vivamos.

Tempo de Graça, anistiando o tempo. Ressureição. Abolição de todo isolamento e de toda ilusão.
Amados do Amor, o juramento se cumpriu. A promessa está em vocês. E este é o tempo. Ouçam o Amor infinito aberto à Graça.

Eu sou Uriel, Anjo da passagem do efêmero à Eternidade, da ilusão à Verdade, do sofrimento à Alegria, do medo à Confiança.
O tempo da desconfiança terminou.

Eu sou
Uriel, no seio da minha Luz branca, adjunto ao Manto Azul da vossa Graça, a essência da minha Presença, a Onda da minha Vida que é vossa Vida. Prestem atenção ao silêncio, prestem atenção ao Céu e a Terra, no coração do Coração da Eternidade e da Beleza.

Amados do Um, amados do Amor.
Eu sou Uriel. Eu saúdo, em vós, vossa Eternidade e deposito, em vós, no coração do Coração, a Luz da Graça.

E deposito, em mim, o dom da Graça, aquela que vós me dais porque a Graça é dom,
Uriel vos diz: vão em Paz, vão em Alegria.

Não há nada a lamentar tal como não há nada a recear.

Amor, vocês o são.
Eu sou Uriel e vos Bendigo na Graça da vossa Ressureição.

Até breve.


Mensagem do bem Amado e Arcanjo uriel no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1546
20 de agosto de 2012 (Publicada em 21 de agosto de 2012)
Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com



M.A - http://www.mestresascensos.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails