((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

domingo, 10 de junho de 2012

A INTELIGÊNCIA DAQUELES QUE ANSEIAM POR UM MUNDO MELHOR

A INTELIGÊNCIA DAQUELES QUE ANSEIAM POR UM MUNDO MELHOR



Quanto mais conhecimento neste mundo, maior a limitação do indivíduo. Todo conhecimento é um grande peso que impede a leveza para a Liberdade e Lucidez. É um peso que, além de muito denso, é opaco tornando a visão (clareza) do indivíduo extremamente limitada.

É muito fácil ilustrar (linearizar para o limitado que funciona com cérebro entender):




Observe bem a imagem acima.

Aquilo ali chamado cérebro reptiliano, identificado, nomeado e reconhecido pela ciência deste mundo (definição via Wikipedia), corresponde, exatamente, ao funcionamento de todo aquele que funciona via cerebral, mental e que se diz "inteligente".

Inúmeras vezes abordamos aqui no MM sobre as manipulações genéticas que esta humanidade sofreu, e entre muitas, esta é a principal: o cérebro reptiliano. O cérebro daqueles que se nomearam criadores da raça humana, essa é a marca da besta nesta humanidade. Os mesmos que alguns também conhecem como senhores da matrix ou matriz (os anunnaki).

Eu não vou mencionar o mais óbvio, que é o sistema de controle mental relacionado de maneira muito precisa a este cérebro. Este controle está em tudo neste mundo, ou seja, em toda forma de funcionamento, seja do humano em seus convívios e suas CREnças, seja de como tudo neste mundo funciona. Os exemplos são inumeráveis, basta ver ou ouvir qualquer coisa neste mundo.

Além das manipulações físicas, e falo aqui especificamente do cérebro humano, há também o que podemos chamar de "programações" ou "inscrições". E vamos a principal "programação" do cérebro humano, a mais forte e evidente em todos os sentidos: "O INSTINTO DE SOBREVIVÊNCIA".

Este "instinto" é o que o humano através de tudo neste mundo, julga que seja o mais importante, o primordial, o essencial: manter-se "vivo". Coitados, também está "programado" neste cérebro reptiliano, que o humano vive a vida e este é o seu bem mais precioso.

Desde quando ele nasce, tudo, literalmente, conspira para que ele seja um sobrevivente que, muito antes da sua "consciência" (CREnça, pois ele CRÊ), em desenvolvimento ou estabelecida amplamente no que ele aCREdita, ele viva até o fim de seus dias, buscando preservar e prolongar o que ele chama de vida.

Em podcasts e alguns textos, eu já ilustrei que todo este processo do que eles compreendem como nascimento e vida, pode ser, também, visto como o humano, quando "nasce" neste mundo, quando na verdade morre, pois ele começa a sua "vida" enterrado de cabeça para baixo, pois se ele, ao longo de sua "vida", tiver possibilidades de esclarecimentos de como funciona o sistema de manipulação e controle que ele está e vive confinado, se ele tentar se extrair desta cova (a vida neste mundo) que ele está enterrado, ele vai, com qualquer movimento (intenção, vontade ou desejo vindo de seu cérebro), cavar cada vez mais fundo. E assim estão todos aqueles que funcionam através deste cérebro. Eles não sabem que foram enterrados de cabeça para baixo e cavam cada vez mais fundo quando tentam se extrair. E indo um pouco além deste exemplo: é o mesmo que o indivíduo encharcado de gasolina tentar apagar um incêndio.

É ou não é óbvio que é impossível alguma extração do sistema de controle, usando o que está programado, inscrito e manipulado, para impedir a extração? O cérebro.



E qual o maior elemento ameaçador da "vida" do ser humano? O medo.

Este cérebro de réptil dos humanos, tem inscrito ou programado nele, o não esclarecimento do que realmente é o estado de medo. Que é muito mais do que sentir-se ameaçado por algo, muito mais que crer em algo que fará algum mal ou coisa similar. O medo está inserido em tudo neste mundo, sobretudo no que não é percebido como medo. E quando falo TUDO, não há qualquer possibilidade de exagero, é uma realidade que jamais será compreendida por aqueles que usam um cérebro programado para não aceitar o reconhecimento, a lucidez, a clareza do estado permanente de medo do humano.

Infelizmente o humano aprendeu (crença estúpida) que o cérebro é o seu processador de análises, de raciocínios e qualquer forma que ele julgue lúcida ou inteligente. Não é. E o resultado de tudo neste mundo, que é somente por ações humanas, comprova incontestavelmente que funcionar através do cérebro é uma estupidez que, chamá-la de BURRICE, ainda é muito pouco.

Agora que o cérebro humano, suas manipulações e seus respectivos modos de funcionamento através do medo, ficaram, mesmo que razoavelmente para aqueles que aqui leem usando o funcionamento deste cérebro, constatado por tudo que eles têm ao seu redor e o que eles são com toda estupidez de viver esta vida enterrados de cabeça para baixo, agora eu vou brincar com algumas imagens que ilustram a "inteligência" dos humanos.

O humano entende como grande elemento desenvolvedor de sua "inteligência", o que ele chama de "CONHECIMENTO", sim, através da informação, leituras, estudos, cultura geral, muita "atualização de fatos do cotidiano", etc. Usemos então, a palavra "conhecimento" para englobar as definições acima.

Ora ora, se tudo neste mundo fede, sejam as formas de relacionamento, a começar pelo familiar, as formas de educação, as formas de espiritualidade, as formas de trabalho, resumindo: todas as formas que eles chamam de "evolução". E o que isto significa, já que tanto fede? Que pelo resultado do que é o humano deste mundo e o que ele fez e ainda faz com ele mesmo e com a Terra que o acolhe e, com seus elementos, permite que se faça a sua carne e o seu meio de viver esta experiência, esta realidade, realidade mesmo, que atesta, de maneira muito clara, como ele é e funciona: como um ESTÚPIDO, que pode ser considerado um elogio.

O "conhecimento humano", sim, aquele que promove a sua estupidez, torna-se, mesmo para aquele que está enterrado de cabeça para baixo e está tentando sair dos meios de controle deste mundo, mesmo cavando cada vez mais fundo, este conhecimento são evidentes PESOS neste desgraçado que se afunda cada vez mais tentando sair do confinamento usando o seu cérebro.

A figura baixo ilustra o conhecimento humano:



Observe bem a vastidão cultural nesta bagagem de conhecimento. Esta imagem está bem de acordo com o humano dito "culto", "bem informado" e "inteligente".

Nesta outra imagem logo abaixo, nós podemos vislumbrar como o humano "EVOLUI" no dia a dia desta "vida inteligente":



Veja como ele carrega seus amores, seu passado, suas CREnças, seus aprendizados e principalmente a sua "inteligência". E por que ele vive assim carregando tudo? Porque ele tem MEDO da falta, da falta de alguma coisa que lhe dê uma sensação de insegurança. Isso é medo!

Agora na imagem abaixo, podemos contemplar um humano que se acha o máximo quando passa grande parte da sua vida se especializando em algo:



Eis o "especialista" em alguma coisa. A foto ilustra bem o que o humano chama de "especialista" (expert) em algo, quando é, na verdade, um LIMITADO. Um limitado, como na imagem por exemplo, a assentos, ou seja, de uma parte do corpo humano que o medo deixa aCUada pelo medo. Ou seja, a "inteligência" humana nomeia o "limitado" como um "especialista", quando na verdade é um aprofundado numa merda específica. Afinal de contas, esse é um mundo repleto de merdas feitas por humanos "inteligentes". É claro!

As ilustrações continuam e logo abaixo a foto representa o ideal humano neste mundo:



Não há imagem que ilustre melhor o humano "inteligente" deste mundo que funciona com seu cérebro, não há. É exatamente assim que ele fica com tanto "conhecimento e inteligência" obtidos através de seu cérebro aqui neste mundo.

E na imagem abaixo, fica claro o que o humano faz quando chega no ponto do que ele chama "vasto conhecimento":



(esta imagem em especial é uma justa homenagem àquelas (no feminino e no plural) que fazem publicações em prol da sobrevivência [permanência na merda] neste mundo sem ter a menor noção de seus medos.)

Qualquer "conhecimento" neste mundo pesa e fede. Ele torna o indivíduo cada vez mais estúpido justamente porque o conhecimento, pelo menos teoricamente, promove a expansão da consciência. E com toda justiça exatamente de acordo com as proporções, ações e resultados deste mundo, o conhecimento que este mundo oferece age indiscutivelmente de maneira contrária à teoria, à lógica. Ou seja, nesta merda, quanto mais "conhecimento", mais fedorento, sujo, pesado e limitado é o indivíduo.

Agora, relacionado ao que desenvolvemos aqui no MM, a imagem abaixo ilustra o indivíduo que permanece no estágio chamado: "EU SOU". Que fede, mas é indiscutivelmente menos pior que o "inteligente" deste mundo:


Para mim o estágio chamado, se é que eu posso definir assim, "EU SOU", é um estágio que muitos burrinhos tornam-se "mulas empacadas". Eles ficam tão deslumbrados com as descobertas sobre os bastidores deste mundo de "inteligentes fedorentos", que o pouquinho que eles acessam é suficiente para colocá-los, também, de cabeça para baixo cavando fundo pensando que estão se extraindo da ilusão deste mundo.

Agora vejamos a imagem que traz aquele que acessou o que chamamos o "SI". Ele é leve, completamente consciente do fedor deste mundo, ele praticamente não funciona mais com o cérebro humano:



Mas o detalhe é que, mesmo que a sua carroça esteja vazia, leve, e, como ele gosta de dizer: cheia de luz, cheia de paz e tudo que não é deste mundo que ele pôde "re-acessar", ele não pode esquecer que ele ainda está neste mundo que ainda fede. Portanto, querendo ou não, o mau cheiro chega a ele. Ele ainda é um confinado.

Assim como este texto é uma responsabilidade minha, então eu me expresso por ele que, não quero nem carroça vazia, não quero nem cheirinho bom, não quero sequer permanecer "APREENDENDO" que é, a única maneira de não se sujar neste mundo. Através destas linhas eu me coloco fora dos bastidores do teatro ilusório e fedorento que é este mundo com seus humanos estúpidos e "inteligentes" com esperança de sobrevivência e alguma melhora num mundo que eles vieram viver a verdadeira "morte", iludidos como viver a vida de evolução.

Compartilhar o óbvio que este mundo é com seus humanos "inteligentes", pode, talvez, aguçar o olfato dos "inteligentes", pois é uma máxima muito dita neste mundo que: o fedorento nunca percebe o próprio cheiro. Em alguns casos, mesmo esfregando a sua "fuça" na merda fedorenta que ele é e semeia (vide às reações a este texto).

Há quem vá, mesmo com todas as realidades ao seu redor, contestar que ele não fede, que jamais defecou suas "inteligências" neste mundo e negar, por estupidez gratuita ignorando a realidade à sua volta. É este ser "inteligente" que quer um mundo melhor, por mais que ele esteja podre e ele saiba. Há aquele desesperado que se nega a admitir que tem medo e insiste na sobrevivência da falência, vide quem escreve e publica a esperança da melhora da merda. Estas, em muito mais que medo, completo desespero, insistem que podem fugir ou se prevenir sobre o que vem. E é o que vem limpar os "inteligentes" e toda sujeira defecada neste mundo.

E o que vem independe de deuses, de melhoras, de bondades, de belezas, de espiritualidade ou da astúcia de chapolin do ser humano.

O que vem encerra um ciclo para iniciar um novo ciclo. E agora sem cérebro humano reptiliano, sem inteligência deste mundo. E isso não é uma esperança ou um desejo pessoal, é uma realidade astronômica fora do controle humano e seus antigos manipuladores.

Agora, àqueles cérebros que se acham cheirosos e que queiram se apegar ao que foi relacionado a senhores da matrix e anunnaki, para fundamentar as suas resistências, eu sugiro que ignorem essas menções e atenham-se à realidade que está à sua volta, ao seu modo de funcionamento por um mundo cada vez melhor.

Isso basta!

E somente por responabilidade ao escrito, eu assino: Anthonio. Sem qualquer identificação a este mundo.


M.M - http://minhamestria.blogspot.com/
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails