((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

MARIA - 31-01-2012 - AUTRES DIMENSIONS ( COM PODCAST )

MARIA - 31-01-2012 - AUTRES DIMENSIONS ( COM PODCAST )



Áudio em francês



Download: http://www.4shared.com/mp3/cB2Ulgys/podcast1.html

Eu sou MARIA, Rainha dos Céus e da Terra.

Filhos bem amados, eu retorno a vocês, como anunciado, revestida da Graça do meu Manto, aquele que vem, para esta Terra como para cada um de vocês, revesti-los da Graça da sua Ressurreição.

Eu venho como eu havia anunciado, neste intervalo de dois meses.
Pode ser que aí onde vocês estejam, cada um de vocês sobre esta Terra, no seu local, vocês tenham percebido as primícias do meu Apelo. Um Dia nasceu, como disse o Comandante (ndr: ver a intervenção de O.M. AÏVANHOV de 30 de janeiro último).

Minha Irmã GEMMA (ndr: GEMMA GALGANI) já veio entre vocês, e em breve virá MA (ndr: MA ANANDA MOYI), a fim de completar o que eu lhes dei durante nossos cinco encontros passados. Eu venho, hoje, a fim de viver, primeiramente, um espaço particular, revestido do meu Manto da Graça.

A fim de que, juntos, nós vivamos esta Graça, este estado, aquele de nossa Presença, reunidos e Unidos na Liberdade e na Alegria. Então, em primeiro lugar, vivamos este espaço de Comunhão. Que cada um de vocês, aqui e em outros lugares, seja revestido do Manto da Graça.

... Efusão Vibratória / Comunhão ...

Meus Filhos, como talvez já o sintam vocês, abre-se, em vocês, o Instante da Graça, aquele que os abre ao meu Apelo.

As Trombetas soaram.

A Estrela, que passou, anuncia, agora, a vinda da Estrela, em seus Céus e, sobretudo, no seu Coração. O Tempo chegou, como lhes disse o Comandante, de prepararem-se para viver a Alegria, para viver a Ressurreição e a Eternidade.

Os momentos que chegam são momentos de Alegria e de Paz.
Qualquer que seja o tumulto deste mundo, daqueles dos meus Filhos ou daqueles que me ignoram, que recusam isso, nada poderá alterar, nem retardar, a Graça do retorno à sua Presença, à sua Eternidade.

O Comandante lhes deu as circunstâncias que devem prepará-los.
Esta preparação, vocês entenderam, é totalmente Interior.

Ela necessita os Quatro Pilares, aqueles da cabeça e aqueles do Coração (ndr: as intervenções apresentando esses Quatro Pilares estão indicadas na coluna “protocolos a praticar Os 4 Pilares do Coração” do nosso blog).

Esta preparação é, antes de tudo, um Instante de Alegria e de alegramento do que chega: o Retorno da Luz, o Sol que se levanta de novo, não mais freado e alterado pelo medo deste mundo, pelo medo da Ilusão, pelo medo do efêmero.

Nesses dois dias, agora, nós iremos viver, juntos, eu espero, cada vez mais numerosos, a Radiação de Luz do conjunto das Estrelas, assim como do Senhor METATRON, voltada para vocês (ndr: as modalidades práticas desta Efusão de Luz, que foi doravante proposta toda 5ª-feira às 22 horas (hora francesa no relógio), estão integralmente descritas na intervenção de GEMMA GALGANI de 26 de janeiro último – igualmente nas colunas “protocolos a praticar” e “acompanhamentos”).

Vocês irão constatar então, por vocês mesmos, o que há para viver, o que há para Ser. Porque, em última análise, vocês que irão me ler, que irão me escutar (ou que me escutam nesse momento), vocês sabem, no mais profundo do que vocês São, a Verdade das minhas palavras.

E, além das minhas palavras, a Verdade da Graça.
Todos vocês estão convidados, sem qualquer exceção, ao Banquete da Alegria, do encerramento das Núpcias de Luz.

O que ressoou no Céu, e que continuará a ressoar, é apenas o reflexo do meu Apelo, que irá ressoar no seu peito. Os momentos privilegiados dos nossos reencontros e de nossas Presenças conjuntas, no Manto da Graça, são uma preparação essencial, durante este período.

Sem nada pedir, sem nada desejar, apenas estando Presente em vocês mesmos, vocês terão, então, a possibilidade de realizar, para muitos de vocês, o que lhes resta a descobrir no caminho da Alegria, sobre a Verdade do que vocês São (se isso ainda não ocorreu).



Download: http://www.4shared.com/mp3/abSfRYDA/podcast2.html

Além de todos os mecanismos que lhes foram, talvez, facilitados, e que vocês, talvez, vivenciaram, além de tudo isso, o Tempo é para a Graça. E a Graça não tem o que fazer do que vocês vivenciaram ou não, porque a Graça pode ser instantânea.

Ela é aquela que vem Chamá-los, ela Chama vocês, além do seu nome, além da sua forma atual, pelo seu Nome de Eternidade, pela sua Alegria. O Tempo dos Reencontros, se vocês quiserem, o Tempo que assinala, para vocês, o fim de todo sofrimento.

Lembrem-se das palavras do Comandante (ndr: intervenção de O.M. AÏVANHOV de 30 de janeiro de 2012): simplesmente estar cada vez mais Lúcidos, a vocês mesmos, além de toda agitação mental, além de tudo o que pode dar-lhes a ver este mundo, nos tempos que se instalam.

Porque a Verdade não é deste mundo: ela está no Interior de vocês e, unicamente, no Interior de vocês.

O Arcanjo URIEL e o Senhor METATRON redobram de Lucidez e de intensidade, em meio à sua própria Presença, conduzindo-os e os levando para a Face d’Aquele que vem, vocês, Filhos do Sol.

A fim de que possam viver esta Eternidade, esta Verdade.
Eu venho confortá-los, pelo Manto da Graça, que vem se instalar sobre seus ombros, e que irá se fortalecer em nosso encontro das 22 horas (hora francesa), toda 5ª-feira.

Outros elementos serão dados a vocês pela minha Irmã MA ANANDA.
Vocês irão encontrar, se isso já não ocorreu, a Lucidez total do sentido da sua Presença aqui, do sentido do que vocês São, além de todo véu, além de toda dúvida, além de toda interrogação e de todo questionamento.

Porque (como muitas das minhas Irmãs lhes disseram, ou muitos dos Anciãos) isso é tão Simples, tão evidente, tão Vivo.

Vocês estão nesses tempos, ultra reduzidos, do que foi nomeado o fim dos tempos.



Download: http://www.4shared.com/mp3/LxDyvEYu/podcast3.html

Não vejam, neste fim dos tempos, o fim da Vida, mas, sim, o retorno à Vida, o retorno à sua Verdade, além de toda Ilusão, de toda dor, de todo sofrimento e de todo apego.

Isso é a Graça, que vocês se dão a vocês mesmos, e que nós acompanhamos com vocês. E esta Graça é para cada um, desde o instante em que cada Filho, cada Irmão, cada Irmã, decide sair da rotina da pessoa, da personalidade, do ego, do mental e das emoções. A Graça os convida para se Elevar, ela os convida para Ser a Verdade, ela os convida para Ser a Transparência e a evidência.

É difícil traduzir com palavras o que é para viver.
Nós estamos perfeitamente Conscientes de que vários de vocês realizaram uma Obra magistral, para a Terra, para a Vida, através de suas Vibrações, através de suas Lâmpadas que despertaram, através da sua assiduidade aos seus encontros de Alinhamento com a Terra.

Esse foi seu sentido do Serviço, a Verdade da sua dedicação e da sua Presença.
Hoje, uma outra etapa se abre, e esta etapa, eu nomeei final, porque ela os reveste do Manto da Graça, e ela os preenche de suas Graças.

Lembrem-se de que, durante esses tempos, que isso seja no que vocês fazem das suas atividades, para viver isso, nada há a fazer, basta permanecer, simplesmente, Presente, e deixar esta Presença aumentar em vocês, desenvolver-se, tornar-se cada vez mais intensa e cada vez mais Simples.

Se vocês aquiescerem às minhas palavras, e se vocês aquiescerem a vocês mesmos, a Graça não poderá se ausentar em momento algum deste mundo, qualquer que seja o futuro de quem vocês são sobre este mundo, nesse corpo, em sua vida aqui, ou na Vida em outros lugares. O tempo da separação termina, o tempo da fragmentação terminou.

Vocês têm, a partir de hoje, a capacidade para Viver, para fazer disso sua própria Verdade, porque não há outra. Somente aqueles dos seus Irmãos e Irmãs que se afastam desta Simplicidade, e desta evidência, irão encontrar, é claro, no caminhar deste mundo, elementos para se preocupar e para se afastar deles mesmos, reivindicando outra coisa que a Verdade.

Mesmo nas noções mentais de altruísmo ou de serviço, esses seres, no momento, não compreendem o que é a Graça, eles não compreendem o que é a Verdade.
Eles aderem a certo número de coisas que são exteriores a eles mesmos, que são apenas procedentes de suas próprias projeções, de seus próprios fantasmas, de seus próprios desejos.

Mas lembrem-se, meus Filhos: vocês não têm que julgar, vocês não têm que condenar. Mais do que nunca, a Luz chama-os para ser Humilde, para ser Simples, para não querer ser outra coisa senão isso.

Então, sejam Humildes, não julguem.



Download: http://www.4shared.com/mp3/3zM6calW/podcast4.html

É evidente que vários elementos poderiam ser vistos, com o olhar da personalidade, como extremamente desagradáveis, mas não é.

Para vocês, que estão revestidos do Manto da Graça, para vocês, que vivem sua Ressurreição, tudo isso lhes parece para o que ele é: uma Ilusão, uma cena de teatro, que apenas tem valor em meio a projeções do medo, e que apenas tem realidade na ausência de Verdade do Ser Eterno. A Graça Chama-os para viver a Eternidade, para viver esta Eternidade, a partir de agora. Qualquer que seja o caminho da sua vida, qualquer que seja o caminho dos seus próximos, nesta matéria, lembrem-se de que vocês não são matéria.

Como meu Filho lhes disse, nos dias que chegam, nas semanas que chegam, lembrem-se disso: “Vocês estão sobre este mundo, mas vocês não São deste mundo”.

Lembrem-se da Eternidade.
Vivam a Graça. E não se ocupem com nada mais.
Sigam seu caminho, façam o que a vida oferece a vocês, ou lhes pede para fazer, o que ela lhes pede, porque vocês nada São do que ela lhes pede aqui.
Muitos de vocês vão ser Chamados, eu diria, de maneira individual, para se juntar a nós, de uma maneira ou de outra.

Outros vão ser Chamados, mais, para instalar-se firmemente nesta Ilusão, não para vivê-la, mas para Ancorar, ainda mais, a Graça e a Verdade.


Cada caminho, para cada um de vocês, é totalmente digno e justo.
Não há que julgar seus filhos, seus pais, não há que julgar o que se manifesta durante este período.

Lembrem-se de que tudo acontece dentro.
O Comandante pediu para vocês estarem Atentos e vigilantes, a essa Passagem, a esta Graça. Porque vocês ali irão atrair, efetivamente, tudo o que é necessário, para vocês, como para o conjunto dos seus Irmãos e Irmãs, como para o conjunto dos meus Filhos, como para o conjunto da Terra.

A única força se encontra aqui, nesse Manto de Graça que eu coloco sobre os seus ombros, e na Coroa que contorna sua fronte. Eu não direi mais, porque resta a vocês viver a experiência disso, e isso começa dentro de dois dias.

E toda 5ª-feira nós estaremos na Presença.
Toda 5ª-feira, as Trombetas do Anjo METATRON irão ressoar, em vocês, Chamando-os para sempre mais Graça, para sempre mais evidência, para sempre mais Leveza.


O que quer que chegue a este corpo, o que quer que chegue a esta vida, o que quer que chegue a este mundo, nada pode chegar a vocês, no que vocês São, na Graça da Verdade. O ponto de vista que é o seu, qualquer que seja a altura que ele tenha atingido, será cada vez mais aguçado.

Esse ponto de vista irá se tornar cada vez mais Lúcido sobre quem vocês São, e sobre o que é este mundo, além de todos os seus pensamentos, de todas as suas crenças, de todas as suas ideias, de todas as suas suposições. Porque a Graça é de uma tal evidência, que não há lugar para outra coisa senão a Graça, e sempre mais Graça.

O Amor, que é a natureza de quem vocês São, Amor Luz, irá se tornar, realmente, o que é vivenciado, na totalidade. Desde o momento em que vocês aquiesçam à Presença, desde o momento em que vocês aquiesçam à nossa Radiância, à Presença de URIEL, que está em vocês, à Presença de METATRON, que vem revelar, ele também, Sua Luz, no desdobramento da sua própria Luz.

Todo dia, vocês poderão dizer-se que vocês não estão sonhando.
Todo dia, vocês poderão dizer-se que vocês avançam, cada vez mais, para a Verdade que é sua. E que, de fato, ela sempre esteve aí, e que, simplesmente, o olhar da pessoa, o olhar da sua vida, que vocês açambarcaram em meio a este mundo, impedia-os de ver a Verdade nua. Para muitos de vocês, isso será um Choque, mas nós sabemos, também, que para vários de vocês, que se prepararam ao seu modo, isso irá se tornar cada vez mais evidente e Simples.

O que lhes dizer mais?
Eu deixarei minha Irmã MA exprimir outra coisa referente a esses encontros e, sobretudo, depois do primeiro encontro, que isso irá desencadear, em vocês, como Consciência, como estado particular, o que nossos Irmãos orientais denominam Sat Chit Ananda. Viver este estado de Unidade absoluta, viver a continuidade da Luz e do Amor, nada mais e nada menos.
Tudo isso, em sua majestade e em sua Simplicidade.

Estejam Lúcidos.
Sejam Verdadeiros.
Sejam Um.


Os momentos que chegam são momentos de pura Graça, apenas o olho da personalidade ou do medo poderá ali ver outra coisa. Lembrem-se das minhas palavras, além das minhas palavras, estejam Conscientes do que será para viver, e que vocês irão viver, toda 5ª-feira, às 22 horas (hora francesa).

Nós viremos bater à sua Porta, como Ele já bateu à sua Porta, e irá se apresentar, em breve, Face a vocês, a fim de permitir-lhes reconhecer-se, vocês mesmos, na Eternidade.

Eu nada mais tenho a acrescentar nesta noite.
Eu tinha, simplesmente, que marcar com uma pedra branca este primeiro encontro da próxima 5ª-feira.

Meus Filhos bem amados, meus Irmãos e Irmãs, eu irei depositar, de novo, em cada um, a Graça, esse Manto Azul que é meu, e que é seu. Aquele da nossa Presença, Despertada e Revelada, na Alegria, no Amor, na Unidade e na Verdade.

Eu lhes digo, então, até toda 5ª-feira.

Eu apenas irei me expressar, agora, quando este mês, chamado de fevereiro, tiver transcorrido. Em uma data que não é conhecida, mas que será ajustada no que vocês vivem, e irão viver. Então, juntos, vivamos a Graça da nossa Presença, e sejamos ungidos pelo Manto Azul da Graça.

... Efusão Vibratória / Comunhão ...

Até muito em breve, no Amor.


NDR: as intervenções das Estrelas e de METATRON, durante as noites de 5ª-feira (apresentado pela GEMMA GALGANI durante sua intervenção de 26 de janeiro último), estão descritas na coluna “protocolos a praticar” e “acompanhamentos” do nosso site.


Enviado por Rosa
Mensagem da Amada e Divina MARIA no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1343
31 de janeiro de 2012
(Publicado em 01 de fevereiro de 2012)

Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

M.M - http://minhamestria.blogspot.com/
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

O.M. AÏVANHOV - 30-01-2012 - AUTRES DIMENSIONS PARTE 1 (COM PODCAST)

O.M. AÏVANHOV - 30-01-2012 - AUTRES DIMENSIONS PARTE 1 (COM PODCAST)




Download: http://www.4shared.com/mp3/Dd9nJcqy/podcast1.html

E bem, caros amigos, eu estou extremamente contente de reencontrá-los e eu apresento todas as minhas homenagens a vocês, todas as minhas saudações.

Pode ser que vocês tenham se apercebido de que nós deixamos a palavra para as Damas, não é? (ndr: intervenções de MARIA e das Estrelas, nessas últimas semanas). Porque este é um período particular e, como vocês o sabem, existem sábias mulheres, mas não existem homens sábios, não é?

Primeiramente, eu vou me expressar em nome dos Melquizedeques, de maneira geral e, em seguida, nós abriremos um espaço para perguntas com relação ao que eu disse. O tema de minha vinda é ‘a preparação’.

Eu lhes falei das sábias mulheres.
Para o que preparam as sábias mulheres?
Naturalmente, elas preparam para o que é chamado de parto.
Portanto, vocês podem deduzir que vocês entraram no que nós chamamos de trabalho porque, para passar de um lugar ao outro, é preciso atravessar uma passagem específica. Essa passagem é, por vezes, delicada, é claro. Isso é chamado de trabalho de preparação para o parto e, também, de dar à luz.
Então, vocês irão me perguntar: “ao que dá à luz?”.

Evidentemente, quando uma mulher dá à luz, sobre este mundo, espera-se um bebê, não é? Não esperamos outra coisa que saia desta pessoa.
Aí, o que nasce é profundamente diferente para cada um.

Naturalmente, vocês estão em um período particular.
Muitas coisas chegaram sobre esta Terra. Além do que acontece ao nível dos sinais exteriores, eu vou situar minha intervenção mais no contexto de uma ótica Interior. Porque, o mais importante, é claro, é o que vocês vivem, cada um, no Interior de vocês mesmos. Então, é claro, vocês sabem, há pessoas que nada vivem, ainda.

Há pessoas que vivem estados Vibratórios.
Há pessoas que vivem novas percepções, em seu corpo ou em sua própria Consciência. Eu já mencionei: a deslocalização, o acesso ao Estado de Ser, o acesso ao Samadhi. Tudo isso vocês conhecem perfeitamente (quer vocês o vivam, aliás, ou não).

Vocês estão, hoje, no momento da Preparação.
A Preparação, vocês podem vê-la como um momento particular.
Neste momento particular, o ser humano encontra-se nesta noção de Passagem.
A noção de Passagem evoca um antes e um depois. Mas, este antes e este depois não se refere (mesmo se isso é exato) a uma noção de tempo e de espaço, mas, sobretudo, a uma noção de antes e depois ao nível da Consciência e ao nível do que vocês são, ou no aspecto limitado, ou no aspecto Ilimitado.

Isso significa que este período é propício, não necessariamente para querer debruçar-se, de maneira doentia, no que era antes ou de maneira, um pouco exagerada, de projeção, para saber o que isso vai ser depois.

Mas, esta noção de Passagem convida-os para estar, ainda mais, no seu Instante Presente, ou seja, para abstrair-se, justamente, do antes e do depois. Porque, a melhor maneira de realizar uma Passagem é, primeiramente, ver que há uma Passagem, compreendê-la, vivê-la e se concentrar, é claro.
Em quê? No trabalho de Passagem, nele mesmo.

Não projetar no que será feito amanhã, em sua vida nesta Terra (em suas relações, em sua família, em seu dinheiro), mas, mais, em prestar atenção a esta própria noção de Passagem. Portanto, não é mais o momento de olhar o ontem.
Não é mais o momento de olhar o amanhã.

O Apelo da Luz, agora, chegou para dizer-lhes: “é o momento”.
E, isso, vocês sabem. MARIA disse a vocês: “a Estrela que anuncia a Estrela”.

Que passou.
E agora, a segunda Estrela.
A mais importante, é claro (como eu disse há vários anos, como disse SÉRÉTI, como disseram os Arcanjos e algumas Estrelas) porque é isso que anuncia a Passagem, por si só. E, para efetuar uma Passagem, vocês estão, inteiramente, nessa Passagem. E sua Atenção, sua Ética, sua Humildade, sua Simplicidade (tudo o que vocês já conhecem) deve ser, integralmente, consagrado a essa Passagem.

Não para tentar ser o observador de: “ei, eu vi isso”, “ei, eu vi aquilo”, “ei, isso leva a isso”, “ei, eu sou obrigado a deixar isso”. O mais importante é compreender que, para viver um nascimento, a melhor forma é passar pelo nascimento.

Uma mulher que dá à luz, ela não vai se importar com impostos, não é?
Ela não vai se importar em saber se seu marido está aí. Ela não vai se importar em saber o que ela vai fazer para comer durante uma semana ou como ela vai vestir o bebê, durante quinze dias, quando ela for para casa, não é? O mais importante a compreender é que vocês estão prestes a viver esta noção de Passagem, ou seja, à sua maneira: com aceitação, com recusa e, para muitos seres humanos, com uma noção de negação, até mesmo.

Vocês estão prestes a viver a instalação do ‘choque da humanidade’ tal como foi falado por SRI AUROBINDO. Então, cada um de vocês vive seu choque à sua maneira. Há quem prove dificuldades para realizar essa Passagem.

A única maneira que vocês têm de viver essa Passagem (seja qual for, referente a vocês) dificilmente será fazer outra coisa senão se consagrar a essa Passagem.
Então, é claro, aqueles que estão nas atividades sociais, profissionais, familiares, vão dizer-lhes: “sim, mas eu não tenho apenas isso para fazer; eu tenho, também, outras coisas a fazer”.

Eu responderei para eles: o que vocês querem?
Vocês querem passar ou vocês não querem passar?
Vocês querem fazer essa Passagem ou vocês não querem fazê-la?

As condições que os aproximam deste período são, eu diria, primordiais sobre as próprias condições dessa Passagem. Ou seja, compreender e aceitar que se vocês vivem essa Passagem em cem por cento, com toda lucidez, com toda Consciência, vocês são como a mulher grávida que dá à luz: ela não vai se importar com seus impostos, com o que ela vai fazer para comer durante quinze dias. Isso está totalmente fora da sua consciência porque haverá, sempre, circunstâncias (o marido, a família e todo o resto) que vão cuidar do que parece essencial.
A única coisa essencial, hoje, é esta noção de Passagem.

Atenção, eu não quero dizer, por aí, que é preciso colocar-se na posição da mulher que vai dar à luz e aguardar que o bebê saia, não é isso. Isso significa, simplesmente, que a Consciência deve estar focada, não sobre sua pequena pessoa, nem mesmo nas Vibrações que vocês vivem ou em sua explicação.
Porque alguns de vocês constataram que há fenômenos um pouco particulares que se referem, ou aos órgãos dos sentidos, ou aos olhos, ou à audição, ou ao olfato, ou ao paladar, ou à própria garganta.

Porque é uma nova Passagem que é a Passagem da Ressurreição e da Crucificação, ao mesmo tempo.
Mas, o importante, quando vocês estão em uma cruz, como o CRISTO, vocês não irão dizer: “ai, ai, ai, isso dói; eu vou mudar a minha mão de posição para sentir menos dor”. Não, vocês irão se concentrar no significado: “Pai, será que eu entrego o meu Espírito em tuas mãos?”.

Ou será que minha personalidade está, ainda, prestes a me dizer: “eu tenho dor em tal lugar” ou “é preciso tratar de onde eu irei ou do que eu deixo”.
Porque, o mais importante é a percepção e, além da percepção, a noção da própria Passagem.

Se vocês desviarem sua Atenção do que acontece, não em vocês (não no corpo, não na Consciência), mas do próprio significado dessa Passagem, vocês irão provocar um desperdício da Energia. O mental, as emoções, vão arrastá-los para outros lugares do que nessa Passagem porque é a característica da personalidade (da consciência limitada, das emoções, do mental) puxá-los para outros lugares além daí onde vocês estão.

E aí onde vocês estão é a Passagem: a Passagem da Porta Estreita, a Passagem do ego ao Coração, na totalidade (o que nós chamamos de Porta da Infância). A Criança, ela está no instante presente, não para contemplar o umbigo, não para olhar no exterior, mas para estar viva. O que significa estar vivo? Não é estar interessado na pequena pessoa. Não é estar interessado em todas as projeções da sua vida, do seu passado, do seu futuro.

É imergir-se, totalmente, no Instante Presente.
Se vocês estão, totalmente, imersos no Instante Presente dessa Passagem, vocês poderão fazer o que vocês têm a fazer, mas vocês estarão, cada vez mais, no Ser.
Então, é claro, há, entre vocês, quem tenha tal acuidade dessa Passagem que eles não conseguem fazer mais nada.



Download: http://www.4shared.com/mp3/cno_s5le/podcast2.html

Há outros que podem fazer ainda mais coisas.
É como se eles estivessem tomados de uma atividade frenética, justamente, para não ver essa Passagem.

Compreendam que é exatamente isso: a consciência limitada vai, sempre, levá-los a outros lugares do que aí onde vocês estão. E, aí onde vocês estão é, muito precisamente, o lugar correto, o momento correto. Na condição de que vocês sejam vocês mesmos, na Consciência e no Ser (nesse lugar correto, nesse momento correto) e não em outros lugares.

Portanto, isso é um Apelo.

O Apelo que vocês ouviram (os Cantos do Céu, para alguns), é esse o sentido da Vibração que chega. Não é para dizer: “o que me faz esta Vibração?; ah, sim, ela me incomoda o ouvido; ah, sim, ela me faz cócegas no nariz”.
Porque vocês perdem tempo se vocês fizerem isso.

Não é questão de negar o que acontece, mas de se introjetar, ou seja, cessar toda projeção da Consciência, mesmo em meio a alguma coisa que possa parecer uma Vibração importante ou no fato de lamentar que a Vibração os impede de fazer isso ou aquilo ou desencadeia o aparecimento da Visão Etérea, do Fogo do Coração.

Tudo isso vocês sabem.
Portanto, vocês têm que se debruçar sobre o significado, não intelectual, mas sobre o significado, para a Vida, do que é essa Passagem. Então, eu não falarei das circunstâncias exteriores. Porque as circunstâncias exteriores, vocês as têm, todos, sob seus olhos, se vocês se interessam pelo exterior.

Isso não diz respeito a vocês.
Vocês sabem que isso está aí.
Se vocês não sabem que está aí, coloquem-se a questão do porque seu mental e seu pequeno ego lhes dizem que isso não está aí, não é, qualquer que seja a Passagem que vocês têm a fazer. Naturalmente, vocês sabem que há seres humanos que ficarão tão chocados que eles estarão na negação do que chega à sua Consciência, até o último minuto. Mas isso não é problema de vocês.

Vocês não podem (e nós o dissemos) salvar estritamente ninguém. Isso se denomina a Liberdade.

Vocês estão sozinhos frente a vocês mesmos.
Sem nada. Isso significa que não há pessoas exteriores, circunstâncias exteriores, relações exteriores. O que vocês têm a viver (essa Passagem), vocês o vivem sozinhos. De maneira geral, durante o parto, o bebê atravessa o canal genital (como vocês dizem) totalmente só.

Obviamente que há seres que estão aí: há a mamãe que impulsiona, há aquele que lida com o parto, que está aí e que vê se isso vai bem.
Mas, em nove de dez vezes, isso acontece por si só.
Ou seja, que a Passagem não tem necessidade de vocês.
Mas, por outro lado, há necessidade da sua Lucidez.
Vocês não têm que impelir, nem num sentido nem no outro.

É agora, mais do que nunca, que todos os ensinamentos (que vocês tiveram durante as Núpcias Celestes) devem voltar à mente: o Abandono à Luz (ndr: em particular, as intervenções de ANAEL de 11 de maio de 2009, de 13 de maio de 2009, de 17 de maio de 2009, de 05 de outubro de 2009, de 05 de agosto de 2010, e de O.M. AÏVANHOV de 1º de novembro de 2009). Como eu dizia: “deixem os amendoins no pote”. Porque vocês não são, nem o pote, nem os amendoins, nem a mão que segura os amendoins.
Vocês são o quê?
Vocês são a Vida.

E vocês são a Passagem, vocês mesmos.
Assim, mesmo a deslocalização da Consciência é, de algum modo, um testemunho de que a Consciência não é limitada e de que ela é Ilimitada. Ela é tão Ilimitada que, a um dado momento, ela se torna o Tudo, na totalidade.
E a única maneira de viver isso é estar nessa Passagem.

Isso quer dizer que, mesmo se vocês estão prestes a cozinhar ou, mesmo se vocês estão prestes, eu não digo eu, a viver uma doença, a partir para o outro lado ou pretendendo viajar, onde vocês estiverem, vocês farão essa Passagem.
Esse é o elemento o mais importante.


Então, esta noção de Passagem é, realmente, fundamental, não para olhar os sintomas dessa Passagem, não para ter saudade de um passado, não para precisar se projetar no futuro. Porque tudo isso é o mental, é claro.
Mas, estar, totalmente, em quê?
Na Presença.

A Passagem (a Reversão no nascimento, no parto, tudo isso) é regida pelo Arcanjo URIEL. Portanto, vocês podem chamar URIEL.
Os Arcanjos lhes disseram que eles estão em vocês porque eles são vocês.
Então, é claro, quando vocês estão na personalidade, vocês imaginam um ser com asas (e, isso, é perfeitamente verdadeiro em algumas Dimensões).
Eles existem, é claro.

Mas eu lembro a vocês que existir, isso significa “ex-starer”, ou seja, manter-se fora. Ora, agora, vocês têm que realizar o “in-stare”, ou seja, o “instar”.
O “instar” significa manter-se no interior.



Download: http://www.4shared.com/mp3/lYdjsAou/podcast3.html

É compreender e viver além da compreensão intelectual, que, se URIEL está em vocês, vocês fazem ressoar URIEL.
Não há necessidade de ritual.
Vocês não precisam de velas.
Vocês não precisam de incenso.
Vocês são a Consciência URIEL.

E a consciência URIEL é a Passagem, é a Reversão.

Vocês se lembram, talvez, há mais de um ano, vocês vivenciaram a Passagem da garganta. Foi quando foi preciso remover a poeira. Como eu disse, não havia ali mais tapete para esconder a poeira. Agora, a iluminação da Luz torna-se tão importante que esta iluminação é um Apelo. E este Apelo é aquele que prefigura (e antecipa) o Apelo final, ou seja, aquele de MARIA (no momento oportuno). E vocês têm todos os elementos porque nós lhes demos tudo o que era possível dar-lhes. Mas, há apenas vocês que podem dar-se a vocês mesmos. E, para isso, é preciso estar nesta noção de Passagem.

É preciso estar nesta vida do Instante, não como observador do que chega para vocês: porque isso se vive. Não é porque vocês irão se colocar no Coração (mesmo se isso ativa a Vibração do Coração).
Efetivamente, ela está aí.
Mas, desviem-se de tudo isso.
Entrem na Presença.

E quanto mais vocês se ajustarem a esta Presença, mais isso que está para viver será vivenciado, de maneira a mais fácil possível. O trabalho não será interrompido. É como uma mulher que teve muitos filhos: o último bebê, ele sai como uma carta no correio, ele sai sozinho. Da mesma forma que vocês vão entrar e não sair. Entrar onde? Isso é problema de vocês, e esse problema é individual.

Vocês entram no que vocês são: no Estado de Ser, na Presença, na Comunhão, na Fusão, na deslocalização ou na Dissolução, n’A FONTE. Isso é vocês que sabem.
Porque é um assunto íntimo a vocês mesmos (e estritamente individual) e que recorre a uma noção que está além da pessoa, além do amor entre os seres, além da Comunhão entre os seres.

Mas é um, como dizer, face a face, um Coração a Coração, com vocês mesmos.
Mas, não vocês mesmos na pessoa.
Não vocês mesmos nesse corpo que vocês habitam.
Nem mesmo vocês próprios na Consciência.
Mas no Absoluto.

Portanto, tudo isso, é o que nós lhes transmitimos (e que eu transmito a vocês), em nome de todos os Anciãos.
Reflitam bem.

Não com a cabeça.
Reflitam-se, vocês mesmos.
Porque é apenas questão de vocês mesmos.

Não é questão de dizer-lhes (efetivamente, vocês o sabem): “as Trombetas surgiram e elas vão aparecer cada vez mais”.

O Som do Céu e da Terra vão se generalizar, sistematizar-se, até um momento específico, uma noite de grande frio.
Tudo isso vocês sabem.

E é neste período que a lagarta sabe que ela tece o casulo e que ela se torna Borboleta. Mas ela não tem mesmo que se colocar a questão do seu futuro.
Por quê? Porque, será que vocês pensam que a lagarta precisa imaginar a borboleta? Não. A borboleta está inscrita na lagarta, ou seja, a Passagem se faz independentemente da sua vontade. Aquele que acredita, ainda, que ele vai constituir seu pequeno corpo de Estado de Ser, seu pequeno corpo de Luz, apenas faz atuar a sua vontade.

Evidentemente, durante anos, nós atraímos sua Atenção e sua Intenção para o quê? Para diferentes yogas, para diferentes Vibrações. Porque era um trabalho preliminar destinado a fazê-los conscientizar-se (e viver, portanto) do que era para viver.

Agora, é uma outra etapa e esta etapa, ela necessita o quê?
Unicamente: o Abandono à Luz e a sua Presença.
Ressoem esta palavra: “Presença”.
A Presença está além do que vocês são.
A Presença está além de todos os seres ao seu redor.
A Presença é um assunto íntimo, de face a face com vocês mesmos para ver (como fez a Luz nesses últimos tempos, iluminar a poeira, iluminar as deficiências), mas ver a Luz para o que Ela é, ou seja, vocês mesmos.

Eis o que o vem dizer-lhes a Luz, agora.
Eis o que eu vim dizer-lhes e eis o que vocês têm a se dizer, a vocês mesmos: a Passagem, a Presença, o Abandono, significa Viver, na Totalidade.
E não levar a Consciência para amanhã, para ontem ou para tal ou tal manifestação do seu corpo.

Quer queiram ou não, quer aceitem ou não, a grelha do planeta é para todo mundo.
Mesmo àqueles que, até o momento da grelha do planeta dirão: “isso não é verídico”. Isso é problema deles. O que nós podemos ali fazer?
O que pode ali fazer a Luz se os seres não querem aquiescer à Luz?

Isso significa, simplesmente, que esses seres estão no ego, na personalidade, na reivindicação e que eles não aceitam. Se vocês quiserem, é como o sol: ele nasce de manhã, independentemente do que vocês pensem em relação ao fato de que esse sol nasce. Que vocês digam: “isso não é verídico”, que vocês digam que ele não vai nascer amanhã: ele nascerá. E é assim. A Vida é.
E a Vida prossegue com todos seus direitos.

Agora, cabe a vocês saber em quais circunstâncias vocês querem viver isso.
Vocês se colocam sob o ponto de vista da consciência limitada, ou seja, da pequena pessoa que quer obter um pouco de Luz para aliviar algumas dificuldades e se sentir bem? Ou é alguém que está em um caminho espiritual e que prefere se sentir Ser? Ou vocês deixam todas as resistências, sem qualquer exceção, para viver a Presença?
Não há alternativa.

O sol nasce, quer queiram ou não, é claro.
Esta imagem é (porque o que nasce é o Novo Dia) a expressão que foi empregada por METATRON, desde agora vários meses (ndr: em particular, a intervenção de METATRON de 07 de agosto de 2011).

Vocês estavam no alvorecer de um novo dia.
O alvorecer se impõe.
Vocês escutam os sons.
Vocês percebem as Vibrações.
Vocês veem o estado do mundo.
Vocês veem os sinais da Terra, os sinais do Céu.
O que mais é preciso?
É preciso aceitar e, então, Estar na Presença.
E se vocês estão na Presença, vocês não têm mais nada a fazer.

Porque a Passagem (se vocês estão nessa Passagem) é uma realidade que não oferece qualquer tomada para a dor, para a resistência, para a personalidade.
Se há dor, se há sofrimento, se há interrogação, deem-se conta. O que isso quer dizer? Isso quer dizer que vocês colocam sua Consciência na personalidade, em seu ego e no aspecto limitado. Vocês não estão no Ilimitado.
Porque, se vocês são o Ilimitado, vocês não são mais o limitado.

Até agora, o limitado e o Ilimitado faziam idas e vindas.
São as experiências que vocês realizaram (o despertar da Kundalini, o Fogo do Coração, a deslocalização, a Comunhão, os Yogas), tudo isso que nós lhes demos para trabalhar a fim de viver este momento, esta Presença, que é a Passagem.
Então, não se coloquem a questão do que há por trás da Porta.
Não se coloquem a questão do que vocês deixam.

Coloquem-se a questão de Ser, unicamente, esta Consciência e, sobretudo, esta Presença. Porque, se vocês são esta Presença, vocês irão se tornar o Absoluto.
E, tornando-se o Absoluto, vocês não colocarão mais qualquer questão sobre o que vai acontecer amanhã (o que vai se tornar esse corpo, o que vai se tornar minha família, meus filhos, meus pais, minhas responsabilidades?).

Quando o sol nasce, quer queiram ou não, ele se ergue.
Vocês estão nesse momento, muito precisamente.
E não me perguntem: “quando é, é amanhã, é dentro de seis meses?”.
É imediatamente. Porque isso apenas depende de vocês e, totalmente de vocês.

Eis, caros amigos, o que, em nome dos Anciãos, eu tinha que dar a vocês.
Agora, se, em relação a essas palavras que eu empreguei (que eu tentei fazer o mais simples possível em relação a essa Passagem), se vocês tiverem perguntas, eu os escuto.

CONTINUA COM A PARTE 2 -‘PERGUNTAS & RESPOSTAS’ (EM TRADUÇÃO)


Enviado por Rosa
Mensagem do Venerável OMRAAM (Aïvanhov) no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1342
30 de janeiro de 2012
(Publicado em 31 de janeiro de 2012)

Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

M.M - http://minhamestria.blogspot.com/
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

GIANT UFO

GIANT UFO



http://sirianos.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

DIA 02-02- 5ª-FEIRA: AJUSTAMENTO À LUZ VIBRAL E ESTABELECIMENTO NO ABSOLUTO - AUTRES DIMENSIONS

DIA 02-02- 5ª-FEIRA: AJUSTAMENTO À LUZ VIBRAL E ESTABELECIMENTO NO ABSOLUTO - AUTRES DIMENSIONS

Photobucket

Ajustamento à Luz Vibral: ACOMPANHAMENTO: AJUSTAMENTOS À LUZ VIBRAL - AUTRES DIMENSIONS (PARA 02-02-2012)

Estabelecimento no Absoluto: GEMMA GALGANI - 26-01-2012 - AUTRES DIMENSIONS


***

No BRASIL, a ‘hora de verão’ termina no domingo, dia 26 de fevereiro de 2012, à 00:00 (hora de verão local).

http://24timezones.com/pt_horamundial/brasilia_hora_local.php


Na FRANÇA, a ‘hora de verão’ começa no domingo, dia 25 de março de 2012, às 02h00 (hora local padrão).

http://24timezones.com/pt_horamundial/paris_hora_local.php

Em PORTUGAL, a ‘hora de verão’ começa no domingo, dia 25 de março de 2012, à 01h00 (hora local padrão).

http://24timezones.com/pt_horamundial/paris_hora_local.php

- HORÁRIOS NO BRASIL -

Mapa sem horário de verão e respectiva tabela:

http://pcdsh01.on.br/Fusbr.htm

Mapa com horário de verão e respectiva tabela:

http://pcdsh01.on.br/FusoBR_HVCorrente.htm

fonte: http://pcdsh01.on.br/

Photobucket

Enviado por Rosa
Elaborado por Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

VOCÊS ESTÃO NA UNIDADE OU VOCÊS ESTÃO NA OPACIDADE? - ANAEL - AUTRES DIMENSIONS (COM PODCAST)

VOCÊS ESTÃO NA UNIDADE OU VOCÊS ESTÃO NA OPACIDADE? - ANAEL - AUTRES DIMENSIONS (COM PODCAST)



ANAEL - 29-12-2011


Download: http://www.4shared.com/mp3/17PNXwfC/podcast1.html

Eu sou ANAEL, Arcanjo.

Bem amados Filhos da Luz e bem amadas Sementes Estelares, a Abertura da Porta Estreita, e sua Passagem da Porta Estreita, coloca-os frente a vocês mesmos, em sua própria Transparência, entre personalidade e Estado de Ser, levando-os a viver em meio a uma Consciência diferente, ampliada, levando-os a conscientizar, em vocês, o que deve sê-lo.

Eu trarei às suas interrogações as respostas e os esclarecimentos que lhes pareçam, e que nos pareçam, necessários.

Pergunta: eu tenho a impressão de reviver algumas resistências. Por quê?
Bem amado, para todo ser humano, atualmente, Ancorador e Semeador de Luz, existe um princípio de confrontação.

Esse princípio de confrontação coloca-os, cada um e cada uma, frente a vocês mesmos, não mais em relação à sua personalidade e às zonas de sombra, mas, bem diretamente, entre a personalidade e sua totalidade, e o Estado de Ser e sua totalidade. A personalidade será, sempre, opacidade e resistência, qualquer que seja seu grau de refinamento, qualquer que seja seu grau de pacificação.

O Estado de Ser, quanto a ele, é Transparência.
O princípio de opacidade e de Transparência encontra-se em tudo o que vocês têm a viver. Dessa maneira, aquele que está inscrito, em consciência, em meio à sua personalidade, vai ser afetado, conforme o caminho que lhe é próprio, por um conjunto de ressonâncias.

Que essas ressonâncias estejam ligadas ao seu ambiente pessoal, de pessoas ou, ainda, de ligações hipotéticas ou reais, referentes, por exemplo, como você exprimiu, à noção de família. Esta noção de opacidade e de resistência da personalidade (ainda uma vez, qualquer que seja seu grau de purificação e de pacificação) vai traduzir-se, na pessoa, por um sentimento de mal-estar e por um sentimento de sufocamento.

Isso é um apelo para ignorar, para não lutar, para não se opor, mas, bem mais, para se estabelecer em meio à Transparência do Estado de Ser. Porque a Transparência do Estado de Ser está consciente de todas as suas interrogações, mas não pode apresentar interface de reação ou de projeção, quaisquer que sejam, com relação tanto à família como a uma pessoa, qualquer que seja, do seu ambiente.

Deste modo, o que resistir, fará sofrer, sempre, o que existir em meio à personalidade. Esta tomada de consciência destina-se, simplesmente, a levá-lo (como a levar cada um) a não ser, justamente, esta personalidade, mas, sim, ao que a Consciência, pelo processo nomeado Deslocalização, os faz sair da fragmentação, da opacidade e da resistência, a fim de estabelecê-los em meio à Transparência.

Porque, em meio à Transparência, nenhuma pessoa, nenhuma ligação, suposta ou real, pode afetar o Ser que você é, quando você está estabelecido em sua própria Luz. Assim, o que lhes é, hoje, mostrado, é a demonstração do seu estado de Ser: Estado de Ser ou personalidade.

Não se trata de resolver conflitos vindos de um passado.
Não se trata mais de ver o que pode afetá-los, mas, sim, de transcender isso, não por reação, mas, muito mais, como um novo posicionamento da sua consciência, em meio à Graça.

Ou seja, de estabelecer-se na Transparência onde absolutamente nada, nem de sua personalidade, nem do seu ambiente, nem das ligações, reais ou supostas, pode afetar o que vocês são, porque a Transparência do Estado de Ser não pode ser afetada pelo que quer que seja pertencente, justamente, à personalidade.
E eu diria, para isso, que todos os meios são bons, para cada um de vocês, a fim de que a Inteligência da Luz faça a demonstração do seu posicionamento de consciência, justamente, em meio a este mundo onde vocês estão.

Vocês estão localizados ou vocês estão deslocalizados?
Vocês estão fragmentados ou vocês estão Unificados?

O conjunto das circunstâncias das suas vidas, durante este período, chama-os, não a uma vigilância, mas, sim, a uma conscientização do seu estado: Transparência ou não Transparência. A partir do momento em que a consciência se posiciona na Unidade, naquele momento, o que quer que possa existir em meio à personalidade (sofrimento do passado ou sofrimento do presente, projeção no passado ou projeção no futuro), nada mais disso (que são apenas jogos da personalidade) pode afetar sua consciência, confirmando, assim, seu estabelecimento no Estado de Ser.

O conjunto de circunstâncias que vocês têm a viver são desafios, justamente, destinados a demonstrar-lhes o lugar onde vocês se colocam. E ser Transparente (ou se tornar Transparente) não é uma atitude, mas, sim, aceitar tornar-se outra coisa que a personalidade que resiste a uma pessoa, a uma circunstância ou a uma condição, quaisquer que elas sejam.

Isso pode passar por relacionamentos familiares.
Isso pode passar por uma pessoa que os colocam, vocês mesmos, em resistência e na reação. Aquele que está Transparente não pode ser afetado por qualquer pessoa ou por qualquer circunstância que seja.

Quem é afetado?
Isso permanecerá sempre o que vocês chamam de personalidade: a consciência limitada e fragmentada que apenas existe, justamente, porque há afecção, qualquer que seja.
Não há que ver.
Não há que julgar.

Há, apenas, que constatar e se elevar, em consciência, nos espaços do Estado de Ser, pelo próprio princípio nomeado Deslocalização, permitindo extrair-se da ilusão da personalidade, de seus jogos de sofrimento, de seus jogos de reação.

Não há melhor maneira de desvencilhar-se, de desidentificar-se de qualquer problema porque os problemas, quaisquer que sejam, não têm de ser identificados como exteriores ou interiores, porque eles irão se situar, de qualquer modo, sempre e eternamente, em meio à ilusão nomeada personalidade.



Download: http://www.4shared.com/mp3/_7Qfk2Cs/podcast2.html

A Transparência é o princípio do que existe no ar.
O ar jamais está parado e jamais para.
Ele se contenta em Ser.
A Luz passa através do ar.
Uma onda passa através do ar.

O ar carrega a onda, ele Vibra, mas não é modificado em sua consistência e em sua natureza. A partir do momento em que você está sendo alterado (por uma emoção, por um pensamento, por uma Vibração mesmo), isso assinala, simplesmente, que há opacidade e não Transparência, levando-o não a se julgar, não a se retirar, mas, sim, a estabelecer-se em um outro estado de Ser que é aquele do Estado de Ser. Trata-se, de algum modo, de uma injunção amorosa da Luz para estabelecê-lo além das zonas de sombra da personalidade, de suas próprias zonas de opacidade, de suas próprias zonas de resistência.

Desde que há reação, qualquer que seja, no corpo ou na manifestação, há, necessariamente, presença e ação de uma personalidade, qualquer que seja.


Aquele que está estabelecido no Estado de Ser (que é, eu os lembro, sua finalidade, se tal for sua aspiração) não pode ser afetado por qualquer palavra que seja, por qualquer situação que seja e por qualquer distúrbio desse corpo que seja. É assim que vocês realizam seu aprendizado da Deslocalização. Enquanto vocês estão localizados, enquanto vocês são persuadidos de ser este corpo, de ser esta história, de uma maneira ou de outra, vocês não podem viver a Transparência.

É a isso que os chama a sua experiência.
É a isso que os chama a Luz, de hoje em diante.
Enquanto existe em vocês uma zona de resistência ou uma zona de interrogação, isso vem, evidentemente, da personalidade, já que o Estado de Ser, a Deslocalização da Consciência Unificada, não permite a interrogação, mas é resposta, em seu princípio imanente e emanante.

A personalidade vai esperar, sempre, ser reconfortada dizendo-lhe que ela tem razão. O problema não é ter razão ou ter culpa, o problema é elevar-se além deste estado. Enquanto o eu estiver presente, independentemente do que for vivenciado (pela experiência de Alinhamento ou pela experiência dita espiritual), a personalidade vai apreender-se do que é vivenciado, como uma justificativa para o Estado de Ser.

Aquele que está estabelecido no Si (ou que está se tornando) não pode ser afetado por qualquer ruído que seja, por qualquer palavra que seja, ou por qualquer situação que seja.

Esse é o objetivo.
E isso não pode ser resolvido por qualquer fuga ou por qualquer isolamento.
Porque o que pede isso não pode ser, em caso algum, a Transparência do Estado de Ser, mas é apenas a tradução da opacidade da personalidade.

Pergunta: quais são os efeitos da utilização do computador?

Bem amada, eu completarei o que foi dado, desde o verão passado (inverno, no hemisfério sul), por aquele que se chama IRMÃO K (ndr: canalização de 07 de julho de 2011) com relação à falsificação do Eixo ATRAÇÃO/VISÃO.

Tudo o que o olho vê, neste mundo, não é a Verdade.
Tudo o que é transmitido pelo que vocês chamam de virtual ou de tela apenas faz reforçar a opacidade da personalidade.

Enquanto vocês são seduzidos por uma imagem (mesmo aquela de um corpo, mesmo aquela de um cinema, de um filme) e, com mais razão, veiculada por uma tela (portadora, ela mesma, de uma certa onda, colorida, mas distorcida), além de um período de tempo (que é variável para cada um e que é eminentemente específico a cada um), provoca um aumento em sua opacidade. Traduzindo-se, de maneira cada vez mais perceptível, mais ou menos rapidamente, por uma diminuição Vibratória fazendo-os entrar, cada vez mais, nas zonas de resistência.

Naturalmente, para cada um de vocês, o limite é diferente.
Naturalmente, para cada um de vocês, o fato de poder suportar isso é diferente, mas, em última análise, qualquer que seja o ponto de onde vocês partem (quanto à sua tolerância), vocês se dão conta, muito rapidamente, de que todo o princípio de visão afasta-os da Verdade e, então, fortalece a personalidade.

Isso é inexorável.
O mundo onde vocês estão é um mundo de ondas.
O mundo onde nós estamos, que se aproxima do seu, é um outro mundo de ondas.
As ondas que vocês frequentam, que vocês conhecem e que se traduzem, mesmo, pelo seu corpo, são construídas na Dualidade, na ação e reação. O mundo que nós propomos a vocês é um mundo de ondas Unificadas onde a Transparência é a regra, onde não existe qualquer alteração ligada à percepção.

O que não é totalmente o caso no que se refere aos seus sentidos, no que se refere aos seus hábitos, quaisquer que sejam. O objetivo da Ascensão, de maneira preliminar, para vocês, Ancoradores e Semeadores de Luz, é realizar um novo hábito. Onde estão seus hábitos? Eles estão nos princípios desta vida desse mundo, ou eles estão prestes a se estabelecer no Estado de Ser?

Em resumo, vocês passam mais o tempo em meio à Unidade, ou vocês passam mais o tempo em meio à personalidade?

É este princípio que está em andamento e que está em operação, no Interior de vocês como sobre este mundo. Dessa maneira, então, cabe a vocês, respeitando sua liberdade, compreender e viver o efeito das diferentes ondas deste mundo em relação à onda da Luz.

Isso diz respeito, é claro, tanto às atrações, quaisquer que sejam (visuais ou outras, sensoriais ou outras), referindo-se também aos seus hábitos de consumo (visual, alimentar, viciante ou outro). O limiar de tolerância irá se tornar, para cada um de vocês, cada vez mais baixo, com relação aos seus hábitos. Cabe a vocês decidir, agora mais do que nunca: vocês querem ser Luz ou vocês querem manter as resistências e as opacidades?

A Pureza está a caminho.
Ela não é uma palavra em vão.
Ela não é um objetivo tardio.
Ela não está ligada ao novo mundo e ao estabelecimento da Consciência nesse novo mundo que chega, mas ela está bem presente, para trabalhar, em vocês, a partir de agora. Esse é o trabalho realizado por MARIA durante as cinco semanas que ela lhes anunciou (ndr: intervenções dos dias 17, 24 e 31 de dezembro de 2011, e dos dias 07 e 14 de janeiro de 2012).

Não há melhor preparação do que se tornar totalmente Puro, totalmente Transparente. Não por uma vontade deliberada da personalidade para se Purificar, mas, sim, pelo estabelecimento da sua consciência em meio à onda nova, colocando-os em defasagem em relação à onda antiga.

Existe, então, um limiar ou um limite, que é encontrar para cada um de vocês, enquanto tendo, desde já, consciência (se isso já não é fato) de que este limiar e este limite serão reduzidos, cada dia um pouco mais, até o momento em que vocês estarão na Pureza, quaisquer que sejam as atividades, quaisquer que sejam as reações porque vocês não serão mais referidos pelas atividades ou pelas reações.

Naquele momento, sua Consciência será deslocalizada.
Existem, para cada um de vocês, zonas particulares da consciência, colocando-os frente a esse princípio de Pureza.

Eu lembro que a Pureza não tem que ser decidida exteriormente (senão isso seria uma coação ou uma vontade pessoal), mas, sim, que ser confrontada pela própria experiência. Deste modo, um vício, qualquer que seja, confronta-os ao seu próprio limite em relação ao vício. Eu falo, por vício, tudo o que é, de maneira ampliada, chamado de hábito, qualquer que seja este hábito.

A onda da personalidade, a frequência Vibratória da personalidade afasta-se, cada vez mais, da frequência do Estado de Ser. Isso representa, para vocês, o seu ‘choque da humanidade’. É o choque do ser humano, em vocês.

Vocês são seu sofrimento?
Vocês estão identificados ao seu passado ou vocês estão identificados ao Ser que vocês são, além da ilusão deste mundo?



Download: http://www.4shared.com/mp3/A6HKvNeL/podcast3.html

Pergunta: há uma diferença entre jogar os jogos no computador ou em outro suporte?
Completamente, pela própria onda emitida pelo que vocês chamam de tela.
Eu os remeto, para isso, ao que disse IRMÃO K (ndr: canalização de 07 de julho de 2011) com relação à noção de tela, e ao que disse, em particular, a Estrela NO EYES (ndr: canalização de 26 de agosto de 2011) com relação à virtualidade.

Existe uma noção de medida, mas esta medida é infinitamente pessoal.
Entretanto, lembrem-se de que o limiar de tolerância irá se tornar cada vez mais tênue, não os chamando a tornarem-se intolerantes, mas a viver a experiência da diferença de onda (mesmo em meio às suas atividades ordinárias deste mundo) referente ao estado no qual vocês estão.

Independentemente do que vocês façam, vocês estão na Unidade ou vocês estão na opacidade? A resistência de cada um, e o limiar de tolerância de cada um, é, obviamente, profundamente diferente, mas, aí também, qual é a finalidade?

Aquele que joga, joga sozinho.
Aquele que fuma, fuma sozinho.
Aquele que compartilha uma refeição, partilha-a com os outros.
Aquele que bebe sozinho não é aquele que bebe em grupo.

O princípio está aí.
Vocês irão constatar, por vocês mesmos, os efeitos, sobre sua consciência, de tal atitude ou de tal outra atitude.

Vocês estão na alegria ou vocês não estão na alegria?
No conjunto das ações que vocês realizam (mesmo uma atividade doméstica tomando o seu dia, na sua totalidade), vocês estão na alegria ou vocês não estão na alegria? É preferível, e de longe, sentir prazer (se tal é o seu desejo) de vez em quando, mas não de maneira regular. O hábito e a regularidade provocam, no ser humano (devido à sua conformação de ondas Vibratórias, energéticas e de consciência), um afastamento da Unidade.

É isso que lhes aparece cada vez mais claramente.
É isso que está prestes a se revelar, neste momento mesmo.
A melhor maneira, hoje, de esvaziar o mental é estar no Estado de Ser e não mais provir o mental. O que vocês vivem, atualmente, nada tem a ver (e vocês o vivem) em relação ao que era para viver desde seis meses. A intensificação da onda do Amor e da Luz leva-os a reposicionarem-se, em suas vidas, e em vocês.

É muito mais simples realizar a seguinte experiência: passar 24 horas apenas pensando na Luz e apenas mantendo a Vibração do seu Ser, qualquer que seja a elevação, independente do que vocês façam, e vocês irão constatar, muito depressa, que o que é contrário à Luz não pode ser mantido. A onda da personalidade puxa-os para a opacidade, mas, também, para a resistência e para o sofrimento.

A onda da Luz move-os para o Amor e para a Alegria.
Tudo o que vocês têm que reencontrar (como pessoas, como energias, como situações), desde pouco tempo e, sobretudo, desde a primeira intervenção de MARIA (em 17 de dezembro de 2011), destina-se apenas a fazê-los tomar consciência do que resiste, em vocês, não em relação às suas problemáticas, quaisquer que sejam, para resolver, mas do que resiste, em vocês, ao estabelecimento na Luz e na Unidade.

Levando-os, nem a julgar, nem a condenar, nem a avaliar, mas, simplesmente, para estar lúcido a fim de se tornar Transparente. Porque existe, além dessas reações e dessas ressonâncias, um estado do seu Ser onde apenas existe a paz, o silêncio: aquele da Transparência.

Aguardando outras perguntas, eu irei resumir o sentido de suas interrogações, e do que eu digo, a isso: durante os anos anteriores ou os meses anteriores, ou até mesmo nas décadas anteriores dependendo de quem vocês são, havia um jogo da Luz permitindo, primeiramente, revelar, em vocês, as zonas de sombra, levando-os a experimentar alguns estados da consciência e de Vibrações.

Hoje, tudo isso deve ser transcendido.
Tudo isso deve ser superado.
É o próprio princípio do que nomeou o Comandante dos Anciãos, a Deslocalização (ndr: intervenção de O.M. AÏVANHOV de 27 de dezembro de 2011).
Se vocês estão deslocalizados, vocês vivem a Unidade.

Vocês não são, portanto, nem esse corpo, nem suas percepções, nem sua história, nem seu futuro, nem seu passado, nem o humor que vocês manifestam.
Ora, enquanto vocês estão identificados a uma das partes do que eu acabo de nomear, vocês não podem viver a Deslocalização.

Esta Deslocalização não deve ser experimentada, unicamente, durante alguns estados de Alinhamento, durante alguns trabalhos Vibratórios que vocês fazem, mas, sim, se tornar seu cotidiano e seu costume, vindo substituir os hábitos distorcidos da personalidade, ligados à sua própria história, aos seus próprios humores, às suas próprias emoções, e às suas próprias reações.

Não há alternativa.
Na imagem, vocês chegam ao topo da montanha, mas vocês não são aquele que está no topo da montanha. Vocês são muito mais do que isso porque vocês são a própria montanha. Vocês são a totalidade do criado, a totalidade dos Universos, em sua Consciência. A desidentificação desse corpo é indispensável, de hoje em diante. Isso não irá impedi-los de agir, de ser e de fazer, mas irá lhes dar um olhar novo sobre sua vida, sobre sua Consciência e sobre o que vocês são, principalmente.

(Postagem citada neste áudio: JOFIEL - 10-12-2011 - AUTRES DIMENSIONS)

Pergunta: fazer a experiência da Deslocalização equivale a viver a Consciência Unificada?
Não há correlação, nem sobreposição, entre o acesso à Consciência Unificada (ou seja, ao Estado de Ser fora desse corpo) e a Deslocalização que, ela, se vive, é claro, nesse corpo. O processo de Deslocalização resulta, de algum modo, de uma desidentificação, mas não de uma saída desse corpo.

A Consciência pode se expressar em outra pessoa, em uma árvore, em um sol, em uma estrela, mas ela está, no entanto, sempre inscrita na realidade desse corpo.
Isso não é a mesma coisa que viver a Consciência Unificada fora desse corpo.

Pergunta: quais são os sinais que podem mostrar que vivemos a Deslocalização?
Não há sinais.
Há, simplesmente, a vivência, ou não, da Deslocalização.
Sua consciência não é mais esse corpo.

Ela é o outro.
Ela é o Universo.
Ela é a folha da grama.

Ela é o pássaro.
Os únicos sinais, para aqueles que a vivem, são a intensificação das Vibrações, a intensificação dos sons e, é claro, as modificações concomitantes da Consciência, ou no sentido da resistência, ou no sentido da Transparência.

Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes Estelares, é tempo, agora, para mim, de deixá-los Viver e Ser.

Permitam-me saudá-los pela Consciência e pela Presença da Graça de nossa Comunhão. Eu lhes digo, até muito em breve e até hoje à noite para as Radiâncias (ndr: ver a coluna “acompanhamentos / Radiância Arcangélica”).

... Efusão Vibratória / Comunhão ...



Download: http://www.4shared.com/mp3/g2RK8K0-/podcast4.html

Alternativa de download dos arquivos de áudio deste podcast:

Módulo 1
Módulo 2
Módulo 3
Módulo 4
(Cortesia de André - M.A)


Enviado por Rosa
Mensagem do Arcanjo Anael no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1319
29 de dezembro de 2011
(Publicado em 02 de janeiro de 2012)

Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/
Related Posts with Thumbnails