((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

EU JÁ FUI ASSIM. E VOCÊ?

EU JÁ FUI ASSIM. E VOCÊ?



Olá pessoal,

Depois de muitos textos, mensagens e podcasts direcionados às Sementes, agora chegou a hora de homenagear a humanidade 3DD.

Até bem pouco tempo atrás eu era participante convicta da manada. E como participante convicta e atuante dentro das baboseiras do mundo 3DD, aprendi muita idiotice.

O que escrevo agora está muito longe de uma crítica à manada, ou uma justificativa para o que ela faz. É apenas uma maneira de ver com outros olhos aquilo que para a maioria da humanidade ainda é considerado normal. Vale lembrar que aos olhos da manada, nós somos os loucos, e então, eles são muito normais. Aceitar esta “normalidade” é um requisito importante para não julgar.

Peço que aqueles que se reconhecem como Sementes leiam com o coração, porque muito em breve é exatamente esta manada que irá precisar mais de sua Luz.
Aos que não se identificam como Sementes, peço que observem suas próprias atitudes e se respondam apenas uma pergunta: “Quero mesmo continuar assim?”

Confesso que escrever sobre este assunto é um pouco difícil. Não pela falta do que dizer, mas pelo excesso. Se observarem bem, verão o “modus operandi” da humanidade desde a mamadeira do bebê até o enterro do velhinho. Então vou deixar meu coração aberto e ver no que vai dar. Já que falei na mamadeira do bebê, que tal começar por aí? Vocês já viram quanta dramatização existe em torno de uma gravidez? Vamos às perguntas iniciais:

1 – Será que este filho foi planejado?
2 – Será que a gravidez correrá bem, e o parto será sem problemas?
3 – Quem é o pai?
4 – Quem vai cuidar da criança enquanto os pais saírem pra trabalhar?
5 – Esta criança ainda não nasceu, mas precisamos pensar no seu futuro.

Estas e outras perguntas são normais aos olhos da 3DD. Mas como eu já deixei de ser normal, então vou dar aqui as minhas respostas:

1 – Quem planeja o nascimento de uma criança, são a Fonte e a própria criança. Parem com a palhaçada de achar que podem controlar o que não entendem.

2 – Tudo será de acordo com as escolhas da criança e da mãe. Então, em lugar de se estressar com possíveis problemas (mania de antecipação, mania de suposição, mania de não viver no Presente), curtam o que vier e apreciem o momento.

3 – Tem mesmo importância? Nem a mãe importa tanto assim. “Seus filhos não são seus filhos”. Então, o pai é aquele que foi escolhido de maneiras que nós com nossas mentes limitadas não podemos entender.

4 – Se você considerar as escolhas da própria criança, antes mesmo de nascer, saberá que ela será cuidada por quem está mais apto a fazer isto. Seja lá da maneira que for.

5 – Admito que pra esta idiotice eu nem tenho o que dizer. Aliás, tenho sim: Quanta falta de fé, quanto medo!

E aquela coisa toda de “Você está grávida? Que lindo!! Parabéns!!” - Parabéns pelo quê? Ninguém sabe ainda que a gravidez é um processo fisiológico? Se uma fêmea e um macho se relacionam, o resultado pode ser um bebê. Nunca entendi se os parabéns são pela criança que vai nascer, ou pela transa do casal. E admitindo que seja pela criança, o que exatamente há para parabenizar? A vinda de um novo prisioneiro para ocupar a cela ao lado? E depois que no neném nasce? Que maravilhoso tudo aquilo. Bichinhos de pelúcia, flores, visitas, e tudo mundo vendo aquela criança de cara enrugada e dizendo – “Que lindo!”

É claro que não podemos nos esquecer que isto faz parte da alimentação da matriz. Afinal de contas, você precisa mesmo daquele emprego que detesta, pois tem que ganhar dinheiro pra comprar um urso de pelúcia pra uma criança que não vai dar a mínima pra ele. Mas você precisa pagar para parecer simpático e atencioso. Isto é normal.

Vamos dar um salto no tempo, e levar esta criança ao jardim de infância. Que jardim? Um monte de crianças confinadas em uma sala. É verdade que algumas até tem a sorte de ir para uma escola com parquinho, e atualmente, com essa moda ecológica, tem escolas com grandes áreas abertas e hortas para as crianças aprenderem a conhecer melhor a natureza.

Gente, vocês perceberam quanta coisa dá pra falar sobre isso?
Você junta um monte de seres acostumados a viver o “aqui e agora” e começa a colocar horários e exigir formas de comportamento. Se o Joãozinho pintar o patinho de azul, ele ganha sorvete. Mas o Joãozinho queria pintar de verde! Essa hipocrisia de suborno, de recompensa começa muito cedo.

Sobre as escolas com parquinhos e áreas verdes, sabemos que não são pra todo mundo. E aí você tem o filho do patrão e o filho da empregada vivendo na mesma casa, mas aprendendo desde muito cedo que não somos todos iguais, que o dinheiro faz diferença. Mas as crianças acham todo mundo igual, então como explicar a diferença?

E essa coisa de horta nas escolas também é meio engraçada, não acham? Construímos uma selva de pedra, tiramos o ar puro, o sol e o verde. E aí precisamos nos matar de trabalhar pra pagar caríssimo por uma escola que dê às crianças um espaço que deveria ser natural em suas vidas. E lá vai você se escravizar em seu trabalho pra poder pagar por algo que é de graça. Sim, porque a natureza não cobra mensalidade. Quem cobra é a escola. E você tem que pagar, porque vive em um apartamento imenso, mas que mesmo sendo imenso, não tem uma árvore plantada no meio dele. Seus filhos foram tirados da natureza e confinados entre blocos de concreto. O que acham disso? Isto realmente lhes parece normal?

Novo salto no tempo, e agora esta criança está chegando à adolescência. Que lindo! Quantas espinhas! Isso também é fisiológico, mas se você ligar a televisão (aquela caixinha com imagens coloridas que te deixa hipnotizado por horas até o sono chegar e você ir dormir achando que não tem tempo pra nada). Então, basta ligar a televisão pra você ver um monte de anúncios de cremes e pomadas que combatem as espinhas. Combatem a natureza!!! E é claro que você vai continuar se escravizando naquele trabalho que detesta, porque precisa comprar uma pomada para um ser incontrolável dentro de sua casa, que se acha o pior dos humanos só porque está com uma espinha no queixo.

E lá vem as modas. São roupas, sapatos, cores de cabelo e de esmalte. Lembra quando seu bebê ria ao ver um passarinho voar? Lembra que ele sorria pra todos que passavam à sua frente? Lembra que quando ele começou a andar tinha uma determinação incrível? E agora, olhando para este ser inseguro que tenta se moldar aos outros para se sentir aceito, como você se sente? Na adolescência, andar em grupo é normal, faz parte do desenvolvimento de todos. Mas anormal é achar que tem que vestir aquela roupa para ser aceito pelo grupo.

Você pode não ter percebido ainda, mas seu filho está muito perto de não saber mais quem é. Ele está muito perto de se tornar mais uma máquina programada para pensar o que este mundinho quer que ele pense. Seu filho está se tornando um clone dele mesmo. Como você se sente vendo isto?

E agora vamos à escola. Que coisa espetacular é assistir à uma aula. Um monte de crianças ou adolescentes sentados em uma sala, com um professor falando do mesmo assunto que aprendeu a falar há 15 anos atrás. Fórmulas, nomes de lugares, nomes de pessoas e datas para decorar. Tudo bem receita de bolo. É verdade que existem muitas escolas que estimulam a criatividade, não podemos negar. Mas alguém já parou para pensar que toda criança é criativa? Então o que aconteceu para que chegássemos ao ponto de ter que pagar para que os professores estimulem a criatividade? Isto parece normal?

E nesta mesma escola onde aprendem a ser criativas, as crianças também aprendem a competir, a julgar, a discriminar, a se sentirem inferiorizadas e cobradas. Se alguém acha que estou exagerando, veja como fica seu filho antes de uma prova.

Vai ter gente dizendo que o filho é ótimo aluno, que sempre tira boas notas. E é claro que sim, ele aprendeu que precisa saber sobre a vida da Rainha da Escócia para poder passar de ano e ganhar aquele vídeo game. Então porque não seria um bom aluno? Por que não decorar um monte de coisas para ganhar o que quer? Seu filho não está aprendendo apenas sobre a vida da Rainha da Escócia. Ele também está aprendendo sobre chantagem. E quem o está chantageando? Quem irá continuar se escravizando naquele emprego que detesta, para pagar o vídeo game?

Algumas crianças têm mais facilidade para a matemática, outras para a biologia e outras para a geografia. E todas têm que se nivelar em todas as matérias. Elas têm que se esforçar para aprender sobre coisas com as quais não se identificam (e que na maioria das vezes não entendem para o que servem) apenas porque isto é o que se exige delas. Se não for assim, como elas irão conseguir um futuro estável?

O mecanismo é sempre o mesmo: Tirem as pessoas de seu estado natural, encham suas cabeças com necessidades e sonhos dos quais elas realmente não precisariam. Cobrem um preço pela satisfação destas necessidades e pela realização destes sonhos. Digam que para pagar este preço é preciso ser escravo de um trabalho qualquer. Ensinem que para trabalhar é preciso estudar. Criem moldes de estudo para controlar suas mentes. Transformem as pessoas em advogados, médicos, garis, professores, desempregados. Coloquem rótulos em todos. Em resumo, formem a manada.

E tudo isto é normal.
E continuando, uma das coisas mais interessantes que se pode ensinar a uma criança na escola é aquela noção de que os povos não são todos iguais. Existem culturas diferentes, sociedades funcionam de maneiras diferentes. Sim, isto existe neste mundo. Mas será que no meio desta diferença toda ninguém lembra de dizer que somos todos filhos da mesma Fonte?

Que tal falar sobre isso agora? Vamos sair um pouquinho da escola e entrar nas igrejas, nos centros espíritas, e sei lá mais aonde. Olhem que armadilha bem montada é esta: você é tirado da natureza, aprende que precisa competir, aprende que deve seguir um estilo ou uma norma para ser aceito. Te ensinam que você precisa trabalhar e alimentar a matriz para poder sobreviver (e a palavra é sobreviver mesmo, porque poucos vivem realmente). E aí, quando você já não suporta mais isto, te ensinam que existe um Deus que pode te amparar.
Mas você é pequeno demais perto de um Deus tão grande. Se quiser se aproximar Dele, procure por um intermediário.

E aí vem as perguntas que não calam. Que Deus é este que se nega a ouvir seus filhos? Quem é este Deus que só o recebe se você for apresentado por alguém que é tão humano quanto você? Seu Deus o castiga se você fizer algo errado? Se for assim, errado aos olhos de quem? Então Deus tem certo e errado? Ele se diz Pai de todos, mas prefere mais alguns filhos e deixa os outros pra depois?

E se um maluco qualquer te dissesse que seu Pai o ama e está disposto a ouví-lo sem intermediários? O que você faria? E lá vai a manada com suas orações decoradas e seus dias e horários para rezar. Mas o que não te disseram, é que não é preciso marcar horário na agenda do Pai. Ele está sempre disponível.

Essa coisa de Pai é muito complicada, não é mesmo? Mais fácil pagar o dízimo e ficar com a consciência em paz. Então, já que ficou difícil sentir o amor do Pai, e já que foi preciso abrir mão da autenticidade para se encaixar no mundo. Chegamos ao ponto em que aquele bebezinho que era tão sorridente ao nascer, já não sabe mais quem ele é.

E lá vamos nós em busca do amor. Lembram daqueles contos de fadas maravilhosos da infância, quando no final “eles viveram felizes para sempre”? Que lavagem cerebral mais bem feita, não é mesmo? Não importa qual seja a história, o resumo é sempre o mesmo: Para ser feliz para sempre, você precisa encontrar seu príncipe ou sua princesa. Você não se basta, você não se ama o suficiente, você não é capaz de ser feliz enquanto não estiver preso a alguém.

Não estou fazendo apologia à solidão. Não digo que precisamos viver sozinhos. O que eu quero é que as pessoas entendam que o final da história está invertido. Não deveria ser “juntaram-se e foram felizes para sempre”, mas sim “eram pessoas realizadas e completas em si mesmas que se juntaram para compartilhar a alegria que viviam”.

Se mudamos o final da história, tiramos muito peso dos ombros de muita gente. Inclusive dos nossos. Que coisa horrível passar a vida esperando que o outro seja o que você quer que ele seja. E se entristecendo cada vez que ele é diferente do que você esperava. Isto é tão horrível quanto passar a vida tendo que ser o que não é para agradar a alguém que você acha que espera que você seja de um jeito.

Vejam que armadilha linda é esta! Eu sempre fico encantada com a criatividade que este mundo tem quando decide aprisionar as pessoas.
Você não faz o que quer, porque precisa agradar ao outro fazendo o que pensa que ele espera que você faça. O outro se aborrece porque o que ele esperava não era o que você pensou que fosse. E você fica irritadíssimo porque fez tudo pra agradar, e o outro nem reconheceu isto.

Gente, isto não é maravilhoso? Quanta criatividade!
Mas a triste verdade, é que tanto você quanto o outro foram ensinados a agradar. Não importa ser quem você é. O que importa é ser o que você imagina que irá agradar. Mas se você não sabe quem é e o outro também não, então como alguém poderia saber o suficiente para agradar? E lá vem os desentendimentos, as brigas, as depressões, a raiva. Mas o objetivo era viverem felizes para sempre, não era?

Seja no relacionamento do casal, no trabalho, na escola ou em qualquer outro lugar, o cenário é sempre o mesmo: “Seja o que você pensa que os outros esperam de ti”. Como é possível haver entendimento assim? Como alguém que não pôde tirar um tempinho para conhecer a si próprio poderia ser algo além de uma imitação de alguém que admira? Isto não é um ser humano, isto é um robô.

E precisamos mesmo lembrar que isto não é culpa de ninguém. Este mundo funciona assim. As pessoas foram treinadas para serem assim. E para elas isto é normal.

Sofrer por amor é normal. Se sentir injustiçado, traído, manipulado e incompreendido é normal. E tudo isto só é normal porque aprendemos desde crianças a olhar para fora, a comparar, a barganhar, a implorar por amor. Não é culpa de ninguém. E então você vive aprisionado ao seu trabalho, preocupado com o futuro, tentando encontrar um jeito de fazer Deus te ouvir, se decepcionando com um monte de coisas, sofrendo e fazendo sofrer. Depois disso tudo, você morre.

“Que alívio! Morri, acabou o sofrimento!”

Mas não!!!! Que heresia pensar algo assim. Que absurdo! Eu quero viver! Sofro mas fico vivo! Me sinto a mais incompreendida de todas as pessoas, mas quero viver pra poder reclamar mais um pouquinho. Eu amo a vida!

Ama o quê, meu amigo? O que você tem é medo de morrer. Tudo bem que até deve ter gente que goste de respirar poluição, pagar contas, sofrer por amor, sofrer por alguma doença, sofrer por não agradar e não ser agradado. Entendo que deve ter gente que ame tudo isto. Mas não acredito que a grande maioria realmente ame tudo isto. Será que este amor pela vida não é um medo do que você não conhece? Será que aquele Deus vingativo e discriminador não te assusta? Porque morrer e dar de frente com um Deus que ficou o tempo todo anotando seus erros pra poder te cobrar depois, deve ser muito assustador mesmo. Então é melhor continuar nesta vidinha infeliz, mas onde pelo menos você tem a garantia de já saber como funciona.

E os apegos? Este é um capítulo maravilhoso do manual de funcionamento da manada. Se você morrer, quem é que vai cuidar do cachorro? Quem vai levar seu filho à escola? Quem vai pagar as contas daqueles vestidos carésimos que sua mulher compra só pra poder reclamar que não tem onde usar? Quem vai segurar este abacaxi?

Mas sabem de uma coisa interessante? Todos os dias alguém morre. E os cachorros, os filhos, as mulheres gastadeiras e os maridos frustrados continuam vivos! Não é incrível que você se apegue à vida não porque se sente bem vivendo, mas porque acha que tem responsabilidades demais com os outros? Isto não te parece um pouco estranho? Mas não tem jeito, todo mundo morre um dia. Com apego ou sem apego, vai morrer. Alguém duvida disso?

Hora do velório. Quanta despesa com flores, caixão, etc. Quanta gente que não te via há anos, chorando no seu enterro. Lembra daquele sócio que te passou a perna e o levou à falência? Aquele que você dizia que não queria ver nem no inferno. Pois é, ele está aí, ao lado do caixão chorando pela morte do grande amigo.

E as pessoas choram, e sofrem e se rasgam de desespero porque o fulaninho morreu. Nem levam em conta o fato de que ele estava sofrendo há anos com uma doença que provocava dores terríveis. Ninguém percebe que para o fulaninho a morte pode ter sido um alívio. É mais fácil pensar na falta que ele vai fazer. Estavam acomodadas à sua presença, e agora terão de mudar suas rotinas.

Depois de chorar por horas seguidas, vão pro restaurante matar a fome. E lá elas nem lembram que aquele pedaço de carne que estão comendo também esteve vivo um dia. E lá vem os ambientalistas, defensores dos animais e salvadores do mundo levantar suas bandeiras para tirar aquela carne do seu prato. Mas ninguém pode ensinar a amar. Ninguém pode esperar que alguém aprenda a respeitar outro ser vivo por causa da piedade. Piedade não é respeito. É mania de superioridade, é diferenciação, é falta da visão de que todos, animais, plantas e seres humanos, são filhos da mesma Fonte.

Este mundo está cheio de gente que polui, desmata e mata. Também está cheio de gente que tenta impedir tudo isto. E tem os que ficam no meio sem saber o que realmente está acontecendo.

Não importa de que lado você está, o que importa é que você entenda que há sempre dois lados. Pergunte ao boi se ele quer ir para o matadouro, a resposta vai ser não. Pergunte ao dono do matadouro se ele quer ganhar dinheiro, a resposta vai ser sim. Pergunte ao defensor dos animais se ele acha que matar o boi é necessário, ele dirá que não. Pergunte a uma pessoa faminta se ele gostaria de comer um pedaço da carne daquele boi, o que você acha que ela vai responder?
Sempre tem dois lados. Estão sempre fazendo escolhas. E as escolhas são ditadas pelo que ensinaram a pensar, pelo que ensinaram a necessitar. Não é culpa de ninguém. Funciona assim.

Enquanto houver ambientalista e poluidor, haverá dois lados. Haverá discórdia, haverá mágoas, raivas, frustrações. Isto faz parte deste mundo, e não é culpa de ninguém. Cada um tem o seu ponto de vista, que por ironia nem é seu de verdade, mas é o ponto de vista que o ensinaram a ter. E funciona assim.

Não existem culpados neste mundo. Não existem vítimas neste mundo. Existem seres que são enganados por aqueles que também enganam a si mesmos. É assim. E é simples de entender. Este é um jogo muito bem elaborado. Um jogo onde não importa o resultado, nunca há vencedores. Ele foi criado para que ninguém possa vencer.

O objetivo é entender este jogo e sair dele. Você só pode ser vencedor se não estiver mais jogando. É a única maneira. Não há outra.

Não joguem suas “responsabilidades” no lixo. Não é assim que se sai deste jogo. A saída é compreender se estas “responsabilidades” realmente existem, ou se você foi ensinado a acreditar nelas, e a se prender à elas.

A saída é entender que você está neste mundo, mas este mundo não precisa estar em você.

Beth Rodrigues

Sugestão de leitura: "A VIBRAÇÃO DA PALAVRA "DEUS" NÃO É LUZ - AUTRES DIMENSIONS"

http://minhamestria.blogspot.com
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

A BOA VONTADE E A GRAÇA PELO ABANDONO À LUZ

A BOA VONTADE E A GRAÇA PELO ABANDONO À LUZ



Quem foi o FDP que inventou a troca, o dinheiro?

Existe neste planeta alguma matéria prima que seja extraplanetária e que custe algo que não seja a Boa Vontade? Aliás, a Boa Vontade não tem qualquer custo, a Boa Vontade é um estado de ser.

Tudo que há aqui, tudo, tudo, é colhido, extraído, cultivado, elaborado e desenvolvido por tudo que o Planeta Terra oferece. Nada, nada falta, então por que cobrar ou trocar de alguma forma? Água, solo, oxigênio, vegetais e minerais, tudo isso é de graça, ou melhor, deveria ser. E sendo de graça o que promoveria? A Graça entre os homens de Boa Vontade.

A Boa Vontade entre os homens jamais existiu nesta humanidade, pois há sempre um ego-ísta com uma justificativa para cobrar ou trocar de alguma forma. Seja pelo ar que você respira, pelo chão que pisa ou pelo direito de viver, você não nasceu num mundo livre e de pessoas honestas. O seu ente mais próximo é um ego-ísta que será o seu espelho para ensinar-lhe a tornar-se um selvagem como ele.

A humanidade "inteligente" diz que os silvícolas (índios) são primitivos. Mas numa aldeia, todos têm suas funções e nada trocam, nada vendem, nada esperam sob qualquer condição. Um caça, um planta, um cozinha, um cuida das acomodações, um cuida das vestes, um cuida dos doentes, um cuida das reservas alimentares, etc. E todos vivem bem sem precisar vender ou trocar, eles apenas têm a Boa Vontade. E quando eles dançam? É a emanação do Estado de Graça.

Agora vamos ao lado mais podre da má vontade e a ausência da Graça: todas as religiões, qualquer forma de atendimento espiritual, terapeutas holísticos, cursos e práticas de envio de energias, se, algum destes que usam estas práticas, de alguma maneira te cobra, pede ou sugere alguma forma de doação ou barganha, essa cambada, termo perfeito para eles, jamais teve alguma ligação em qualquer sentido espiritual honesto.

Eles ignoram o que significa: "Confiar no Pai", "FÉ", "Doe-se verdadeiramente que a Providência a tudo lhe providenciará". Sempre há um cinismo em cada justificativa. E se há alguma justificativa, há ali a hipocrisia declarada que, sem o dinheiro ou suas necessidades satisfeitas, eles não podem lhe oferecer deus ou alguma energia que eles julgam curativa.

O Abandono à Luz para todos esses cretinos, literalmente não tem crase. Eles jamais viram a Luz, mas se apropriam do nome dela para ter um meio, mesmo que eles não queiram admitir, DESONESTO de vida.

E eu posso falar com muita liberdade: A Boa Vontade abunda em mim e eu sirvo sem qualquer expectativa de algum retorno. Por isso eu recebo a Graça que esta humanidade nem imagina o que seja.

"De graça recebeis, de Graça e em Graça deveis dar", eu já falei sobre isso por aqui.

E quem pode dizer "eu também" recebo esta Graça?
Somente aqueles que se abandonaram à Luz.

Anthonio

http://minhamestria.blogspot.com/

http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

terça-feira, 29 de novembro de 2011

O PRESENTE DE NATAL DE GEMMA GALGANI

O PRESENTE DE NATAL DE GEMMA GALGANI



Em 26-11-2011, Gemma disse:


"E aqueles de vocês que foram as Sementes Estelares, os Semeadores de Luz, os Ancoradores de Luz, aqueles que Vibram em uma das Lareiras ou nas três, hoje, vocês são chamados, pela Luz, para iniciar a última etapa da sua transformação."

"E isso vai chamá-los, cada vez mais, a estabelecer-se na Luz.
Ainda uma vez, vocês não irão se tornar indiferentes ou desligados, mas vocês irão se tornar plenamente conscientes, plenamente lúcidos, no Ser."


"Vocês não terão mais necessidade de correr para esquerda e para a direita. Seus gestos serão mais descontraídos.
Há momentos em que a Luz irá pedir-lhes para alinhar-se, naquele momento e não em outro momento.

É a vocês que caberá, ainda mais, destacar esses instantes como o apelo da Luz. Porque, lembrem-se, é a Inteligência da Luz que age e isso não é a sua inteligência."


"A Luz vai modificar a fisiologia do sono e, também, sua capacidade para entrar, não mais em comunicação, através da personalidade, mas pela Comunhão de Coração a Coração, com seus irmãos e suas Irmãs.

Vocês irão se reconhecer pelo brilho do seu olhar.
Vocês irão se reconhecer pelo brilho de sua Vibração."


"Vocês terão, efetivamente, cada vez menos necessidade de se projetar em qualquer ação ou reação exterior, porque vocês irão se apreender, pela própria Consciência, de que aí onde vocês são mais úteis e mais eficazes, para ajudar seus Irmãos e suas Irmãs, é estar em sua Luz e deixar a Luz atravessá-los, sem qualquer vontade pessoal, sem qualquer interação possível. Então, vocês ganharão em confiança e em fé na Luz.
Vocês ganharão em Humildade, em Simplicidade."


"Mas vocês irão constatar, por vocês mesmos, que naquele momento, nesses estados de imersão na Luz, vocês não têm que verificar qualquer data, vocês não têm que realizar qualquer evento exterior, porque vocês estarão totalmente tomados pela Luz que é a sua, porque vocês estarão totalmente imersos na Unidade, no Si, no Estado de Ser.

Não haverá mais razão de manifestar qualquer impaciência.
A esperança estará realizada, em vocês. Vocês não estarão nem na impaciência, nem na esperança. Vocês não estarão mais na projeção de um desejo (qualquer que seja), mas vocês estarão, efetivamente, cada vez mais, na vivência da Luz."


"E, pouco a pouco, diante da reprodução desses episódios, diante da manifestação, cada vez mais densa, da Luz, vocês irão constatar que é sua natureza, sua Essência e que não há nada mais e que todo o resto desaparece. Isso será, para vocês, seu modo de viver o ‘choque da humanidade’.
Não haverá outro para vocês."


"Vocês serão cada vez menos atraídos pelos relacionamentos ordinários, e sua Consciência irá se estabelecer, com maior facilidade, na Comunhão de Coração a Coração. Isso acontecerá às palavras. Vocês não terão mais necessidade de palavras para trocar e para se comunicar.

Sua Vibração irá se tornar a ferramenta e o agente do que vocês são, para Comungar e mesmo para se comunicar.
Diversas formas de Comunhão, passando por caminhos ditos extrassensoriais (como formas diferentes do que é chamado de telepatia, mas que podem ser comparáveis a isso), irão dar-lhes a percepção de um contato estabelecido com um Irmão e uma Irmã, ou mesmo sobre o planeta. Vocês poderão dar-se conta de que vocês são realmente multidimensionais."



"A Graça não será mais, para vocês, qualquer ideia, mas, sim, a Verdade do que vocês são chamados a viver. Se vocês estão na rua, um Irmão ou uma Irmã irá acolhê-los. Se lhes falta alguma coisa, essa alguma coisa aparecerá, e instantaneamente, sem precisar pedi-la.

Haverá apenas que acolher a Graça, haverá apenas que se deixar, de alguma forma, guiar pela Luz."


"Obviamente, se, ao redor de vocês existem seres que estão em oposição a esta Luz, eles entrarão, por sua vez, em resistência.

Mas compreendam seu medo, compreendam sua interrogação (eles, que não vivem isso, de vê-los viver isso) porque, para eles, vocês é que são anormais. Então, tenha a caridade e o Espírito de Pobreza que os farão dizer, naquele momento, que nada há a justificar e que vocês não poderão, de qualquer modo, absolutamente nada justificar pelas palavras ou pelas explicações."



"A Luz É, a partir do momento em que vocês deixam de querer o que quer que seja. Se vocês soubessem, visto do nosso lado, como é fácil se tornar Transparente à Luz, sobretudo agora, neste mundo no qual vocês estão, porque todas as barreiras (o que nós havíamos chamado de astral coletivo) desapareceram.

Porque o sistema de controle do mental humano está prestes a desaparecer, inteiramente, sob a ação do Sol e da Luz do Sol central."



"A Luz vem, também, perguntar-lhes:
Você quer se Abandonar, na totalidade, ao que você É?
Você quer, realmente, concretamente, viver esta transmutação?

Você quer se tornar de novo, verdadeira e totalmente, Livre?
No sentido desse querer, há, simplesmente, um convite, e não a expressão, do seu lado, para estabelecer qualquer vontade, mas, sim, para viver na Humildade, na Simplicidade."



"Não será mais somente o som do Céu e da Terra, ou o som da alma e do Espírito, que se modificam, mas, sim, mecanismos de rachaduras extremamente precisos, correspondendo à rachadura do Céu e da Terra, mas, também, é claro, à rachadura do pericárdio."


"O Amor é um Fogo que consome todas as ilusões."


E ela encerra com a frase mais forte:


"Tudo isso acontece nesse período de tempo que antecede o período chamado de Natal."


http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

PORQUE O MAL É O QUE SAI DA BOCA DO HOMEM

PORQUE O MAL É O QUE SAI DA BOCA DO HOMEM




Eu vou lhes apresentar como funciona o aparelho disgestivo (este, relacionado aos verdadeiros excrementos do ser humano). E relembro a velha frase: “o verdadeiro mal é o que sai da boca do homem”.

Estes seres humanos que se consideram modernos e inteligentes, sequer sabem se relacionar, sequer sabem pensar, sequer sabem viver.

Por que eles não sabem se relacionar?

Porque eles funcionam atribuindo ao próximo, todos os excrementos que eles processam. Na base do “achismo” e das “suposições”, eis 99% de como eles funcionam. Ou seja, baseados em suas limitações, eles atribuem a você o que eles “supuseram”, o que eles “acharam”. E isto se aplica a toda forma de funcionamento deles, lhe atribuir o que jamais se passou pela sua cabeça.

Exemplos reais:

1- Dizer: O Anthonio não vai liberar o meu comentário no MM porque eu vou dizer que não pinto mais o meu cabelo. Ou seja, antecipadamente pensou, supôs e atribuiu ao Anthonio o que sequer passou pela cabeça dele. Ou sequer lhe deu a oportunidade de avaliar se iria vetar ou não o comentário.

2- Os EUA estão, através da mídia, incitando todo o mundo contra o Irã. Eles atribuem ao Irã (supuseram sem comprovações), o desenvolvimento de armas nucleares. Assim fizeram com o Iraque.

Estes dois pequenos exemplos nos mostram que este modo de funcionamento do ser humano na base do “achismo” e das “suposições”, promove do caos pessoal ao caos mundial.

Por que eles não sabem pensar?

Porque eles funcionam de maneira invertida. O nosso “processador” é o coração, e é somente abrindo-o para re-lembrarmos tudo que sempre esteve lá. Usar a mente/cérebro para discernir, é como tentar voar desprovido de asas e batendo esses braços. Vai tentar, cair, ficar todo arrebentado e com cara de idiota. Diferenciar a mente do coração é básico para cada um que queira se desenvolver. Ilustrando e usando uma ferramenta comum a todos, eu digo que um computador tem duas peças muito importantes: o processador que é a peça que calcula, processa e resolve tudo na máquina, e o HD (hard disk) que é a peça de armazenamento dos arquivos. Então, eu afirmo que o nosso coração é o processador de nossa máquina, e o cérebro é o HD (armazenador). E a manada mamada funciona de maneira oposta, fazendo seus processamentos (raciocínios) com a mente/cérebro.

Então o que temos num mundo de 3DD? Pessoas tentando viver, entender e evoluir usando a peça que foi feita para ARMAZENAR e não para PROCESSAR. O cérebro + a mente = ego/personalidade e burrice sem controle, pois quando este indivíduo pensa e respira simultaneamente, ele engasga.

Exemplos reais:

1- Pela décima nona vez o indivíduo na área de comentários diz: Eu te odeio, não gosto de todos que leem o Autres Dimensions. Vocês deveriam ser como eu acho que devem ser. Rezemos pelo bem, oremos para a Terra se acalmar e blá, blá, blá. (Anthonio: décima nona vez e ele não vai embora)

2- Eu sou contra o preconceito e a favor da liberdade de expressão. A burrice de usar o cérebro o impede de compreender que em qualquer liberdade de expressão é fundamental o respeito às preferências de todos, inclusive daqueles que têm algum preconceito. A sua liberdade jamais pode existir se ela amordaça, com leis ou não, as práticas dos outros, por mais que para você elas sejam absurdas.

Estes foram mais dois pequenos exemplos em que a burrice é tratada como inteligência.

Por que eles não sabem viver?


Porque eles se matam, são indiferentes àqueles que, perto ou em outro continente, morrem de fome. Eles por um longo período colonizaram, escravizaram, saquearam, mataram, deixaram na miséria, muitos povos que pensaram que os “colonizadores” poderiam, de alguma forma, ajudar.

Eles destroem todos os meios naturais que produzem o oxigênio. Eles poluem o ar que é essencial para eles manterem-se vivos. Eles jogam seus excrementos na água que eles mesmos bebem. Eles ignoram as vidas dos animais alimentando-se de seus cadáveres. Querem mais? Nem os homens primitivos das cavernas (neandertal), comportavam-se de maneira tão selvagem. Saber viver é jamais ser escravo de uma matrix que os condiciona desde seu nascimento. Chamá-los de manada é muito pouco.

Exemplos reais:

1- Caro Anthonio, eu sou muito feliz no que você chama de 3DD, pois eu não sei se na 5D eu poderei ver TV para, todos os domingos, eu assistir aquelas gostosas dançarinas do Faustão. Eu trabalho de 7 às 18h de segunda à sábado, estudo à noite e vou dormir todos os dias por volta de 1h da madrugada. No domingo eu vou à missa, almoço com a minha família e fico louco para o programa começar logo. (Anthonio: este indivíduo disse isso no bate papo entre os leitores)

2- Os principais países europeus colonizaram bastante pelo mundo afora e roubaram muito aumentando as suas reservas. O tempo passou e eles não se industrializaram e seus cidadãos desenvolveram a cultura do funcionalismo público, do empreguismo. As reservas terminaram, eles sustentaram o estatus de “europeu evoluído e desenvolvido”, não quiseram acompanhar o crescimento do mundo, e hoje estão de pires na mão. Ex: Grécia, Itália, Portugal e Espanha. A caminho desta miséria também estão: França e Bélgica, estes também foram colonizadores.

E tem alguém para defender que estes humanos sabem viver? E nem foi preciso citar os absurdos promovidos por TODAS, generalizando com precisão, as religiões.

Porque o mal é o que sai da boca sim. O silêncio verbal te torna um ser aberto a aprender a se relacionar. O silêncio verbal te faz apto a receber o silêncio verbal do outro. E o que vocês ganham com este silêncio mútuo? PAZ, HARMONIA, COMPREENSÃO E A DESCOBERTA DA LIBERDADE.

E com esta harmonia silenciosa todos conseguem acessar, primeiro o seu, e depois todos os corações. A forma verdadeiramente inteligente de comunicação que este mundo jamais presenciou, é a telepatia. E não do que é compreendido como telepatia por estes limitados seres humanos, que pensam que é a comunicação mental, eu falo de coração para coração. Eu falo do meu coração para o Coração do Um, do Coração do Um para o coração de todos. E esta telepatia tem nome: UNIDADE.

Os seres humanos confinados, nem desconfiam, muito menos alcançam o que eu estou compartilhando. Já, os seres que estão reacessando quem realmente são, eles vibram em alegria por eu falar na frequência que eles estão.

E por que estou me divertindo com estas palavras?
Porque o mal (excrementos) é o que sai da boca do homem e aqui está exposto de maneira INCONTESTÁVEL.

Silencie-se, primeiro o verbal, depois o seu mental.

Anthonio

http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

ENQUANTO VOCÊ AGRADAR, MAIS APRISIONADO VOCÊ ESTÁ

ENQUANTO VOCÊ AGRADAR, MAIS APRISIONADO VOCÊ ESTÁ



E precisa dizer muito? O título é mais do que abrangente e não será necessário me estender.

Nós que estamos no caminho da auto-extração do modus operandi de 3DD, não damos mais atenção às cobranças externas. São muitas e de várias maneiras. Mas a pior e mais chata, é aquela cobrança do ser confinado (chifrudo da manada) que reclama que você não é o que ele espera. Ou melhor, você não é o que ele também não é.

Ele se incomoda com a sua liberdade, ele odeia por você não estar no padrão de "bonzinho e simpático" que ele deseja. Ele espera que você seja como ele entende que é "bom". Isto não é uma piada. É isso que o seu cônjuge quer, seus filhos, parentes, colegas de trabalho, chefe, amigos e toda a manada confinada, pois eles são escravos dessa HIPOCRISIA.

O que parece bom e certo para uns, geralmente é péssimo e trágico para outros. Assim funciona esta "merda de mundinho lindo que um dia será melhor" que estes chatos e limitados esperam. Eu que não me limito, muito menos lhes dou atenção para ser como eles avaliam que é "bom", para eles, todos eles, eu digo:

FODAM-SE, sou livre!!!

Anthonio

Ps. E quem não gostar, vá reclamar na SUA casa com aqueles que têm chifres de manada como os seus. Faço jus à minha liberdade!!!

http://minhamestria.blogspot.com/
http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

COLETÂNEA: O DIA EM QUE A TERRA PAROU - AUTRES DIMENSIONS

COLETÂNEA: O DIA EM QUE A TERRA PAROU - AUTRES DIMENSIONS



O Dia em que a Terra Parou - Raul Seixas

Nota André: Este vídeo foi um presentinho da minha esposa Vanessa para mim; gostei demais da sincronicidade das imagens juntamente com a melodia, que por sinal, tem tudo a ver com esta coletânea. Lembremo-nos de deixar uma cobertinha no jeito, pois esta parada da Terra será num dia extremamente frio; quem acompanha o site há mais tempo irá entender.

Coletânea: O dia em que a Terra "irá parar"

Agora, é preciso efetivamente compreender que os três dias correspondem, simplesmente, à parada da rotação da Terra. E, nas profecias, há, nas profecias Ocidentais, três dias de trevas e, do outro lado da Terra, para os Australianos, há três dias de Luz. Mas há outras coisas que se realizam, atualmente, que nós, Ocidentais, não conhecemos, mesmo em nossas tradições, que era o aparecimento do Canto da Terra. Esse aparecimento do Canto da Terra assinala a liberação final da Terra, que alguns povos ouvem, que, em alguns lugares, mesmo na França, vocês podem ouvir.
O.M. AÏVANHOV – 14-05-2011


Questão: haverá um efeito sobre o fenômeno de estase?
O fenômeno de estase, se é o que vocês chamam os 3 dias, ocorrerá unicamente quando da parada de rotação da Terra.
ANAEL – 21-11-2010


Pergunta: se os ‘3 Dias’ correspondem ao alinhamento de todos os planetas, parece difícil compreender como a Terra poderia se encontrar na obscuridade total.
Querido filho, quem disse que os ‘3 Dias’ eram o alinhamento de todos os planetas? Isso é impossível. Os ‘3 Dias’ correspondem simplesmente à parada de rotação da Terra. Nada mais. Sob a influência da irradiação Galáctica, sob a influência de Hercobulus e também do seu Sol.

Os outros planetas não têm estritamente nada a ver com isso.
Os alinhamentos planetários permitiram realizar sua Cruz no Céu e sua Cruz em sua cabeça. O restante não é um fenômeno planetário, mas Galáctico.
MARIA - 03-10-2010


Há vários 3 Dias: há 3 dias associados à Realeza de Maria.
É o Coroamento, é o que vocês vivem nesse momento desde que o ponto IS foi passado e até o fim do OD. Vocês vão fazer o contorno completo da Coroa.
Isso é a Realeza. Significa que depois dessa etapa vocês saberão se vocês estão Coroados. Em seguida, há um processo que diz respeito, eu diria, ao coroamento final da Terra, mas que não é o fim. É o que é chamado de os ‘3 Dias de Trevas’, ou os ‘3 Dias de Luz’. É a parada de rotação da Terra e tudo o que se segue.
O.M. AÏVANHOV - 25-09-2010


Questão: a parada da rotação da Terra será automaticamente ou isso dependerá da evolução dos acontecimentos?
Terá necessariamente lugar, logo que a Terra e logo que o Arcanjo Uriel intervier, efetivamente.
O.M. AÏVANHOV - 09-11-2009


PERGUNTA: A QUE SERÃO DEVIDOS OS «RUÍDOS TERRÍVEIS» DE QUE FALA?

À parada da rotação da Terra e às irradiações, aos ventos cósmicos, que vão irromper em seu sistema planetário. Ela será induzida por si, pela irradiação eletromagnética e sua potência. Mas nós os preveniremos por intermédio da voz da Mãe celeste, aquela a quem denominam Maria, ouvida fora da orelha esquerda, para todos ao mesmo tempo, que os prevenirá, precisamente, 72 horas antes do movimento de transmutação.
SERETI - 04-07-2005


Leitura complementar: Coletânea sobre a Catalepsia



Trechos extraídos das mensagens do site http://www.autresdimensions.com
Traduzidas para o português por:
Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com e
Zulma Peixinho http://portaldosanjos.ning.com
Seleção e Edição: www.mestresascensos.com
http://minhamestria.blogspot.com/

C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

ANAËL – 26-11-2011 - AUTRES DIMENSIONS

ANAËL – 26-11-2011 - AUTRES DIMENSIONS



Áudio em francês.

Eu sou ANAEL, Arcanjo.
Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes Estelares, que a Graça, o Amor e a Unidade sejam sua última Verdade.

Eu venho, neste dia, como Embaixador do Conclave Arcangélico, a fim de falar ao conjunto de consciências da humanidade que se dignarão a ler as palavras ou a ouvir as palavras que vou dar-lhes.

Meu propósito inscreve-se, de algum modo, na continuidade da transmissão Vibratória realizada, entre o Arcanjo Miguel e o Arcanjo Uriel, em sua data terrestre de 10 de novembro do ano de 2011.

Certo número de mecanismos, doravante, no trabalho, em cada consciência (quer ela esteja Unificada ou não), vai traduzir-se, para a humanidade, em sua totalidade, pela colocação no face a face, e em ressonância com a ação da Luz nesse corpo que vocês habitam. Assim, portanto, venho dar certo número de elementos concernentes a esse face a face, que é chamado a ser vivido, em cada um, a título individual e, em seguida, a título coletivo.

Inúmeros Seres humanos, presentes na superfície desse mundo, não têm qualquer consciência dos elementos que ali se desenrolam, por uma razão que lhes é própria: ou por sua inserção na própria realidade tridimensional como a única existente, ou porque o momento ainda não chegou para eles, de viver o reencontro com a Luz. Seja como for, o conjunto da humanidade é, doravante, afetado, de um modo ou de outro, pela imersão dessa realidade tridimensional numa nova realidade, que vem pôr fim – como, talvez, vocês saibam – ao princípio do isolamento, ao princípio do confinamento, ao princípio da limitação.

Cada Ser, nesse processo, cada consciência permanecerá e continuará Livre do estabelecimento de sua Vibração numa Dimensão ou noutra. A Liberdade é total, quaisquer que sejam os reajustes presentes durante este período, que precedem, de algum modo, o momento escolhido pela Terra, que apenas a Terra conhece e que nenhum Arcanjo, nenhum ser de nenhuma Dimensão pode desvendar, porque não o conhece, simplesmente.

Nós dissemos que tudo estava consumado, nas Dimensões Unificadas, na Dimensão de evolução da Terra, como na Dimensão de evolução da consciência individual. Entretanto, o que a consciência separada é chamada a viver, na superfície desse mundo é, obviamente, profundamente diferente, de acordo com a Vibração que é portada e suportada pela consciência nas Coroas Radiantes da Cabeça, do Coração, ou na ausência da presença da Vibração das Coroas.

Cada consciência, tanto a título individual como a título de suas interações e de suas inter-relações, é conduzida, pela ação da Luz, a posicionar-se em sua própria evolução (posicionamento cuja instalação permite desenrolar-se em condições profundamente diferentes para cada Ser e para cada um). Qualquer que seja a ignorância sobre a Luz Vibral, qualquer que seja a vivência, Interior e total, da Luz Vibral, o chamado da Luz faz-se de diferentes modos, realizando, no Ser, certo número de ajustes e de reajustes que são capazes de modificar o que é necessário e útil para cada consciência presente nesse mundo, a fim de dirigir-separa seu mundo de evolução, para seu mundo de futuro, correspondente à sua Vibração.

Assim como lhes é dado a ver, a ouvir, a perceber, a compreender, cada consciência vive, hoje, sobre esta Terra, no Espaço que é o dela, no tempo que é o dela e que lhe é próprio, certo número de mecanismos que visam estabelecer, em sua Vibração, em seu brotar, qualquer que seja essa evolução, porque a escolha está consumada.

Quando o Governador e o Comandante dos Anciões (ndr: O.M. AÏVANHOV) especificou-lhes, desde o início da primavera deste ano [outono no hemisfério sul], que tudo estava consumando-se e que tudo estava consumado, era, obviamente, nas instâncias para além da Ilusão, para além desta realidade Dimensional.

Restava, portanto, manifestá-lo, vivê-lo, como vocês dizem: encarná-lo nesta realidade tridimensional.

A ação da Luz em suas vidas é profundamente diferente para cada um, porque ela inscreve-se no respeito total de sua Liberdade de estabelecimento Vibratório, na Liberdade do que são, para vocês, os elementos que vocês contrataram.
Seja pelo Abandono à Luz, seja pelo abandono à ação / reação, o conjunto de processos vividos e a viver nesta Dimensão fazem apenas traduzir, para cada consciência, para cada Semente Estelar, para cada Ser, a estrita retribuição, a estrita distribuição do que é exato – para essa Alma e para essa consciência – viver nesse mundo.

Existe, e existirá cada vez mais, no que vocês são, no estado atual de sua consciência, certo número de marcadores que ninguém poderá evitar, que ninguém poderá negar, concernentes à Verdade do que vocês têm a viver.
Esses marcadores, comuns a uns e outros, qualquer que seja seu grau de conhecimento ou de ignorância, permitirá definir não a posição, mas, efetivamente, a evolução, em função da qualidade do humor que é seu, nesse momento (e precisamente nesse momento), até a data da intervenção magistral de MARIA, em 17 de dezembro.

Assim, nesse lapso de tempo em que a Luz veio bater à sua porta, em que vocês responderam (ou não), em função de sua Liberdade, estabelece-se a Passagem, ou a não Passagem da Porta Estreita.

O elemento essencial e fundamental é compreender e aceitar que não pode estabelecer-se, em sua consciência, outra coisa que não o que sua Liberdade de Consciência decidiu. Quer essa Liberdade recorra à personalidade ou à Existência, o conjunto de circunstâncias do que vocês chamam sua vida (em seus compartimentos sociais, afetivos, interpessoais ou de ressurgimento de feridas passadas ou de evolução desse corpo) inscreve-se, inteiramente, na Liberdade para estabelecer – que é a sua – na evolução Vibratória da Terra, que é – como vocês sabem – a Ascensão à quinta Dimensão.

Assim, ser-lhes-á feito, muito exatamente, de acordo com sua Vibração e de acordo com sua escolha. A partir do instante em que vocês acolhem e aceitam esse princípio (qualquer que seja sua escolha e qualquer que seja sua Liberdade), caberá a vocês, então, tanto num caso como no outro (e eu chamo num caso como no outro, ou a escolha da Luz Unitária, ou a escolha da manutenção da experiência da Unidade), acolher as consequências de suas escolhas com a mesma Alegria porque, sim, qualquer que seja essa escolha, regozijem-se, porque ser-lhes-á feito, muito exatamente, o que vocês decidiram, pela Vibração de sua consciência.

Assim, aqueles que Vibram, serão reforçados em sua Vibração.
Aqueles que não Vibram e que se abrirem à Vibração (porque essa é a escolha da consciência deles), viverão, de maneira cada vez mais abrupta, de maneira cada vez mais evidente, os processos Vibratórios.

Quanto àqueles que fizeram a escolha, consciente e deliberada, de manter uma estrutura inscrita nos mundos carbonados, por um tempo que é o deles (porque é Liberdade deles), serão, muito exatamente, reforçados, eles também, em sua escolha Vibratória de consciência. Assim, qualquer que seja o tumulto desse mundo, quaisquer que sejam os périplos, cada vez mais intensos, desse mundo, cada um adotará o ponto de vista que é aquele de sua evolução.
Cada um viverá sua própria evolução.

Assim, o que havia sido nomeado os apegos coletivos, resultantes da falsificação desse mundo (e não da vida, mas, efetivamente, de princípios aplicados a esse mundo), ver-se-ão, inteiramente, postos na Luz. Essa colocação na Luz corresponde à iluminação específica da Luz que vem rasgar a totalidade dos véus da Ilusão, concernentes ao confinamento da personalidade. Qualquer que seja sua Vibração, qualquer que seja sua opinião, qualquer que seja seu parecer, quaisquer que sejam suas crenças, tornar-se-á, em vocês, muito exatamente, o que vocês acolheram. Nisso, vocês são capazes de regozijar-se.

Nós enunciamos, há pouco tempo, que o amortecimento, ligado à sua Presença de Luz, à sua Presença iluminada, permitiu amortecera noção desvendada pelo bem amado João, chamada: «choque da humanidade».

Nesse mundo existem diversos países, existem diversos continentes, existem diversas crenças, diversos lugares e, também, diversos tempos, na revelação da Ascensão da Terra. Assim, cada um posiciona-se, em sua consciência, onde ele deve estar, muito precisamente. A Vibração da Luz, aceita ou não, traduz-se, doravante, por um processo de acentuação ou de precipitação do conjunto de mecanismos que vocês mesmos criaram. Isso é chamado a co-criação consciente de sua própria Verdade, de sua própria realidade. Nenhuma consciência pode derrogar-se, nenhuma consciência poderá derrogar-se. A partir daquele instante, as coisas, os elementos de sua consciência, os elementos de sua vida, em todos os setores e em todos os aspectos, aparecer-lhes-ão, de maneira cada vez mais evidente.

Isso se traduzirá, não por escolhas (uma vez que os Tempos não são mais para escolhas), mas por realizações que lhes são próprias. Essas realizações situam-se em diferentes esferas (que podem ser, igualmente, o fim de um corpo e o início de outro corpo, a transformação de um lugar em outro lugar), sem, contudo, ser capaz de decidir, por si mesmos (na personalidade), o que vocês decidiram, mas, efetivamente, estabelecer-se (pela Inteligência da Luz), no mundo e na Vibração que é sua, por esse potencial de co-criação manifestado, encarnado, e que lhes é apresentado.

Esse processo é chamado, ele também, individual, porque não concerne ao coletivo, no mesmo tempo, no mesmo espaço da Terra, mas, efetivamente, de acordo com um andamento Vibratório que é próprio a cada consciência.
Esse momento é um momento de preparação, que lhes permite viver o que haverá a viver, no momento da liberação da Terra (quando ela o tiver escolhido), o estado Vibratório de sua consciência, de suas circunstâncias de vida, os mais adaptados à sua Liberdade, tal como vocês a concebem, tal como a aceitaram, e tal como dela se conscientizaram.

O Arcanjo Uriel precipita, ao modo dele, a última Reversão (aquela da Passagem da Porta Estreita), que conduz sua consciência a estabelecer-se no Interior do Um ou no exterior do Um, mas sem poder ignorar a Unidade, como Princípio fundador de toda Criação, como Princípio fundador de toda manutenção Dimensional, de toda Verdade, de toda Realidade, qualquer que seja a consciência, qualquer que seja a Vibração dessa consciência.

Assim, durante esta etapa de vida, ser-lhes-á proposto viver a experiência, inteiramente, de sua evolução Vibratória (evolução de sua consciência), em função de seu tempo individual, que começa, progressivamente e à medida de seus dias, a inscrever-se num tempo que se tornará cada vez mais coletivo.

O tempo coletivo da Terra é decidido pela Terra.
O tempo coletivo do humano é decidido pelo humano.
Nós comunicamos a vocês o Princípio da Comunhão e da Graça, que se realizam sem qualquer vontade, pelo princípio da nova Tri-Unidade, pela ação do Arcanjo Uriel, que permite, em vocês, viver e conscientizar-se da totalidade de sua co-criação, independentemente de qualquer ação ligada ao que nós chamamos a falsificação desse mundo.

Assim, a consciência individual vive, efetivamente, sua Liberação e sua Ascensão nos domínios de liberdade que lhes são próprios, ao mesmo tempo mantendo esse corpo (ou não) na superfície desse mundo, a fim de consumar o que nós havíamos dito: Multiplicar a Luz, fazer crescer a Luz.

Mesmo aqueles que, aos seus olhos e à sua consciência, não vão à mesma Vibração e na mesma Unidade, participam, por sua resistência e por sua oposição, do estabelecimento da Luz. Nesse sentido (e como lhes foi dito), não julguem, jamais, um próximo, não julguem, jamais, o comportamento de um povo, qualquer que seja, porque esse povo, onde quer que esteja, manifesta, ao seu modo, o que é exato para a Liberação do confinamento.

Lembrem-se de que a totalidade de consciências deve viver sua Liberação, deve viver seu face a face com a Luz, a fim de penetrar, em toda consciência, de consciência aberta, a manifestação de suas próprias escolhas, a co-criação consciente de seu próprio universo, de seu próprio paradigma, que é diferente para cada Alma, para cada consciência, para cada Espírito.

Alguns viverão a Alma, outros viverão o Samadhi (o acesso total ao Si), outros viverão a Dissolução na Luz.

Esses diferentes mecanismos possíveis de Ascensão foram-lhes dados, recentemente (ndr: ver canalização de GEMMA GALGANI, de 12 de novembro de 2011). Resta, agora, exprimir o que eu digo ao conjunto da humanidade: o que vem é Luz, o que vem é Verdade. Qualquer que seja o olhar que vocês portem, quaisquer que sejam as inserções que vocês formulem, vão para além do que seus olhos dão-lhes a ver. Vão para além de opiniões e de pareceres. Avaliem – sem julgar – o amieiro de seu Coração, a Vibração (no amieiro de seu pensamento, se seu Coração não Vibra) e aceitem que, em definitivo e na finalidade, a única coisa que é vivida é o retorno verídico, autêntico e final da Luz num mundo que dela foi privado, desde tão longo tempo.

Lembrem-se, também, de que nesse mundo que vocês percorrem, absolutamente tudo está invertido: que o que vocês chamam Luz é apenas Sombra, que não existe Sombra nos mundos da Unidade, que existe uma Luz chamada Vibral (Fogo do Espírito, Fogo do Amor), que vem consumir a totalidade das Ilusões, a totalidade das crenças, a totalidade dos confinamentos, a totalidade das alienações, a totalidade do que não é a Unidade.

Em virtude desse princípio, vocês se estabelecerão, vocês mesmos, na resistência ou na aceitação, no acolhimento ou na negação. Isso se fará de maneira natural, seja a aceitação ou a negação, porque seu ponto de vista e sua co-criação consciente, desse momento, será, muito exatamente, o que vocês concretizaram, o que realizaram nesse mundo, nesse momento específico da história da humanidade, que corresponde à sua Liberação final.

Aquele que quiser chamar, por seu ponto de vista e sua Vibração, esse processo, de uma morte, viverá uma morte que é, também, uma Liberação. Nenhuma consciência poderá mais permanecer ignorante da Luz. Toda consciência, mesmo em total contradição com a Luz, viverá o reencontro consciente com a Luz. Passado o instante de choque (que é próprio a cada consciência), cada consciência poderá, então, com paz e serenidade, manifestar sua evolução Vibratória, sua evolução de consciência e estabelecer-se no domínio que é adaptado ao que ela é. Não há, portanto, eu repito, nem que forçar, nem que julgar, nem que ter medo, nem que esperar, porque o conjunto de circunstâncias desse mundo, em seus instantes individuais e coletivos, humanos, chamam-nos a conscientizarem-se, muito exatamente, do que vocês são e não do que vocês creem.

O conjunto de crenças oriundo do confinamento é chamado (para o conjunto da humanidade) a apagar-se, inteiramente, diante da majestade e da Graça da Luz.


É claro, aqueles de vocês, Sementes de Estrelas, que ignoram, que negam a Luz, pela incapacidade para estabelecerem-se na Visão do Coração, esta lhes será dada, o tempo que for necessário para apreender, aceitar e acolher sua Liberação, qualquer que seja seu tempo (individual ou coletivo), qualquer que seja seu estado físico ou psicológico. A Luz é Graça para aquele que a recusa, como para aquele que a aceita, inteiramente. Assim, portanto, o tempo que se escoa e que os aproxima dessa intervenção de Maria é o tempo o mais propício para permitir-lhes viver os mecanismos da Ascensão.

Lembrem-se de que existem Ascensões múltiplas.
Eu deixarei entrar nos detalhes uma das Estrelas, nos processos que se vivem para aqueles que se Abandonaram à Luz, para aqueles que vivem as Vibrações das Coroas Radiantes. Eu esclareço, contudo, que, além dessa porção precisa da humanidade, o conjunto da humanidade vive sua Liberação e que a Liberação de um não é a Liberação do outro, e que a evolução de um não é a evolução do outro.

Do mesmo modo que um Ser humano, que se reencarna na superfície desse mundo, passa pelas Portas da morte, quando nada há a levar desse mundo (exceto a experiência vivida), do mesmo modo – e como foi dito – cada um viverá o que há a viver, precisamente, não dependendo mais de qualquer tirania, de qualquer confinamento ou de qualquer chantagem exercida por um país, por um parente, por um filho, por um pai.

A Liberdade não será mais uma vã palavra, porque cada consciência, na superfície desta Terra, saberá, muito precisamente, o que é a Liberdade, independentemente do que ela tenha decidido viver pelo estabelecimento de sua consciência. Isso está a caminho.

Eu não lhes dou data, porque isso já se desenrola, para alguns de vocês, há algumas semanas. Outros são chamados a vivê-lo no momento que lhes será mais oportuno. A totalidade da humanidade saberá (na data que lhes foi dada por Maria), muito exatamente e muito precisamente, qual é sua evolução Vibratória, a evolução de sua consciência, a evolução da Liberdade, porque cada um viverá a Liberdade que ele co-criou por si mesmo.

Aí está o anúncio que o conjunto do Conclave Arcangélico pediu-me para traduzir-lhes e dar-lhes. A transmissão Vibratória, do Arcanjo Miguel a Uriel, permite a restituição do conjunto de códigos da humanidade (que havia sido confiscado) bem além do OD ER IM IS AL, pela presença do conjunto de chaves Metatrônicas, que lhes permitem Vibrar em uníssono à Unidade (ou, em todo caso, em uníssono ao seu Ser), qualquer que seja a Liberdade escolhida e a Liberação escolhida.

Bem amados filhos da Luz, bem amadas Sementes Estelares, no âmbito dessa intervenção específica, e se existe uma necessidade de esclarecimento (exclusivamente em relação ao que acabo de enunciar), então, eu os escuto.

Questão: há uma diferença entre a dissolução no Tudo e a integração no Corpo de Existência?

Bem amado, a dissolução no Tudo não exclui a integração de um corpo de Existência numa Dimensão, porque vocês se conscientizarão, naquele momento (para viver a experiência, real e vivenciada), que não há qualquer diferença entre dissolver-se no Tudo, entre viver tal Dimensão ou tal outra Dimensão, porque o Ilimitado, como seu nome diz, e sua Vibração diz, é sem qualquer Limite.
Passar do limitado ao Ilimitado é a tomada de consciência e a vivência da experiência de que absolutamente nada pode confinar a Consciência, de que absolutamente nada pode limitar.

Vocês são, ao mesmo tempo, o Tudo, como uma parcela do Tudo.
Vocês são, ao mesmo tempo, um Arcanjo, como uma Estrela.
A particularidade de Sementes de Estrelas, que voltam a tornar-se Estrelas, é a de poder estabelecer-se onde elas o desejam, sem estarem limitadas por qualquer vibração, por qualquer corpo.

A Consciência Ilimitada não é, portanto, mais ser tributária de quem quer que seja, do que quer que seja (forma, tempo, espaço). A ausência de localização da Consciência, chamada Turiya, é uma verdade que há a viver, a manifestar.
Assim, portanto, qualquer que seja sua forma específica de Ascensão, aqueles que viverão a Unidade viverão, ao mesmo tempo, esse mecanismo simultâneo de simultaneidade, chamado Dissolução no Tudo, retorno ao estado Brahmânico, o estado absoluto do último Samadhi chamado Maha Samadhi, ou, então, decidirão estabelecer-se num corpo de Dimensão diferente, de Vibração e de densidade diferentes, Unificado, porque, como seu nome indica, vocês não serão mais limitados a esse corpo de Existência, mas terão uma infinidade de corpos, uma infinidade de Consciências.

Uma Consciência individualizada, não mais confinada na personalidade, mas que tem a lucidez e a clareza total do que significa a Transparência da Luz, o Abandono à Luz: reencontrar sua Essência, sua Verdade na Luz, como nos mundos Unificados carbonados.

Quaisquer que sejam as formas diferentes que lhes foram dadas, descritas, de Ascensão, apenas decorrerá de seu modo de viver os aspectos Vibrais atuais, seu futuro e sua evolução. Ela não será condicionada por qualquer autoridade exterior. Serpa, apenas, a um dado momento, sincronizada com o tempo da Terra, do qual apenas ela conhece o Tempo, conhece o instante e conhece o dia.

Esse processo que há a viver concluir-se-á em um tempo desconhecido de nós (como desconhecido de vocês), por um processo específico (do qual deixarei uma Estrela exprimir) que pode ser chamado, por alguns de vocês, mecanismos de estase.

Alguns de vocês vivem essa estase, outros não a vivem.
A um dado momento, o conjunto da humanidade, consciente ou não da Luz, consciente ou não ainda de suas escolhas, perceberá a consciência de suas escolhas (justamente por esse processo chamado estase ou Comunhão total com a Luz), que prefigurará e antecipará sua evolução e seu futuro.

Não temos mais perguntas, agradecemos.


Bem amados Filhos da Luz, bem amadas Sementes Estelares, Filhos da Lei de Um, vamos, juntos, estabelecer um tempo de Comunhão, um tempo de Graça, de Coração a Coração, de Consciência a Consciência, aqui e em outros lugares.

Meus propósitos deverão ser audíveis pela maior parte de humanos que teriam a oportunidade de chegar a minhas declarações.

Juntos, vivamos a Comunhão.

... Efusão Vibratória / Comunhão...

Pela Graça da Lei de Um.

... Efusão Vibratória / Comunhão...

Até breve.


Enviado por Rosa
Compartilhamos estas informações em toda transparência. Obrigado por fazer do mesmo modo. Se você deseja divulgá-las, reproduza a integralidade do texto e cite sua fonte: www.autresdimensions.com.

Tradução para o português: Célia G.
http://leiturasdaluz.blogspot.com

http://minhamestria.blogspot.com

http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

GEMMA GALGANI – 26-11-2011 - AUTRES DIMENSIONS

GEMMA GALGANI – 26-11-2011 - AUTRES DIMENSIONS



Eu sou GEMMA GALGANI.
Irmãos e Irmãs na humanidade, eu volto, entre vocês, para explicar e dar uma série de elementos sobre o que vocês serão levados a viver. Eu irei me exprimir enquanto Estrela UNIDADE, que, para alguns de vocês, está presente no seu Canal Mariano.

O que eu vou exprimir será feito, é claro, através das palavras, mas, sobretudo, da Vibração. Eu venho fornecer os elementos de que lhes falou ANAEL, mas eu me dirijo, especificamente, a vocês, aqui como em outros lugares, que vivem os processos Vibratórios da Luz, ou que são chamados a vivê-los, muito proximamente.

Desde algum tempo, durante este ano, aquele que se denomina SRI AUROBINDO falou-lhes da Fusão dos Éteres, ocorrendo no céu. Hoje, ou seja, a partir de agora ou, já, desde algum tempo, alguns Irmãos e algumas Irmãs vivem, por sua vez, esse processo de Fusões dos Éteres, ocorrendo em sua Consciência, em seu corpo, levando a Consciência a viver um processo particular que está, naturalmente, associado à Porta posterior de CRISTO, a Porta OD, que está, também, ligado, é claro, aos Quatro Pilares e que está em ressonância direta com a Consciência que acede à Unidade e ao Si.

Eu irei situar, de novo, o que eu vivia, em meio à Unidade, enquanto estando encarnada, durante minha última curta vida terrestre.

Porque o que vai suceder a vocês é, muito exatamente, isso, com intensidades mais ou menos fortes, durante momentos mais ou menos prolongados.
O conjunto desses processos inscreve-se no Apelo da Luz.
O Apelo da Luz que lhes pede para Ser a Luz, para tornar-se Transparente, para atravessar a Porta OD e para estabelecer-se no que eu chamaria, pela minha origem, de casamento místico com a Luz, com o CRISTO.

Isso se realiza, em vocês, de diferentes modos, nos tempos que são extremamente curtos, já iniciados, para alguns de vocês, inicializados e que, para outros, estarão muito perto. E para aqueles que ali se interessam, isso está em relação direta com o que acontece no Sol, que é o portador do Logos CRISTO-MIGUEL, o portador, também, dos corpos de Estado de Ser e de sua Liberação.

A Fusão dos Éteres, que é ilustrada em seus céus por esta Luz azul, acontece em vocês. Ela vai ocorrer por mecanismos Vibratórios que vão se situar em locais e em lugares específicos do corpo, mas, também, traduzir-se na própria Consciência pelo acesso a estados cada vez mais próximos da Unidade, do Estado de Ser, levando-os a estabelecer-se (no momento desejado, de maneira total e definitiva) na Unidade, no Si, no Estado de Ser, na Alegria da Eternidade.
A Luz vai proceder, como ela sempre faz, por toques, e esses toques são mais ou menos intensos, em vocês.

Esses apelos da Luz, além dos pontos clássicos que vocês percebem, talvez (que isso seja ao nível da cabeça, ao nível do peito, do Coração ou das diferentes Portas, ou mesmo em meio a diferentes Estrelas), vai conduzir sua Consciência, pouco a pouco, se vocês acolherem a Luz, a fazê-los sair da Ilusão.

Vocês, de fato, irão se aperceber, ao nível da Consciência, de que existem momentos em que vocês estão aí, sem estar aí. E, no entanto, vocês podem afirmar que vocês estão totalmente aí. Vocês não se afastam nem da vida, nem da encarnação, mas, simplesmente, sua Consciência, sobre este mundo, torna-se profundamente diferente.

Como isso foi dito pelos Anciãos, isso não é um desinteresse nem um afastamento da vida, mas, bem mais, um mecanismo de entrada no próprio fundamento da vida, em meio à Unidade. Isso participa da dissolução da Ilusão, da consumação da Ilusão e do estabelecimento da Consciência, na totalidade, na nova Dimensão.

Então, pouco importa os nomes que vocês deem a esses mecanismos.
Que vocês chamem isso de estase [catalepsia], de Ascensão, de Translação Dimensional ou de expansão de sua Consciência, eles traduzem, quaisquer que sejam as palavras, a mesma realidade que é a passagem da Consciência de um estado que foi chamado de fragmentado, aquele da personalidade, à Consciência Unificada.

Obviamente, isso terá, vocês podem imaginar (se isso já não for o caso), repercussões importantes, e cada vez mais importantes, na conduta de sua vida ordinária. A Luz vem chamá-los para ser Luz.

Ela vem chamá-los a estabelecer-se em qualquer outra coisa que o que é habitual.
Então, isso vai se traduzir, é claro, por sentimentos de interrupção, ou de obrigação de interrupção de suas atividades as mais ordinárias, aquelas que requerem e que demandam sua atenção.

Naqueles momentos, haverá um apelo, que vocês não poderão ignorar, da Luz.
Porque não haverá unicamente um processo Vibratório referindo-se a uma das Coroas, a uma das Portas ou a uma das Estrelas, mas o conjunto do seu corpo será tomado por este apelo, dando um mecanismo que poderia ser comparado a um adormecimento ou a um entorpecimento do corpo.

E, no entanto, a Consciência, ela, não dorme.
Então, vocês bem imaginam que, se vocês estão, naquele momento, prestes a realizar uma atividade que requer sua maior atenção (como, por exemplo, o fato de guiar um veículo ou se ocupar de uma atividade que nada tem a ver com a Luz), a Luz vai chamá-los e vocês irão viver assim: como um momento onde é preciso viver a Luz ou, então, opor-se à Luz, continuando a fazer o que vocês estavam prestes a fazer.

Para alguns, a Luz vai se manifestar nas situações que vocês poderiam chamar de as mais incompatíveis. Lembrem-se de que a Luz é Inteligente e de que, se ela vem bater à sua porta, naquele momento, é que é, justamente, para vocês, naquele momento, que a melhor aceitação da Luz poderá se manifestar, em vocês, e lhes permitir viver a Luz, com uma intensidade adequada e perfeita para vocês.

O apelo não será somente Vibratório (em um ponto ou em uma Porta ou em uma Coroa) porque a Consciência, como vocês irão observar, irá se modificar de maneira quase instantânea. Até agora, vocês podiam perceber a Coroa Radiante do Coração, o sacro ou a Coroa Radiante da cabeça, e continuar o que vocês estavam prestes a fazer, qualquer que fosse esta atividade. A Luz, de algum modo, batia à sua porta, mas sem incomodar a Consciência fragmentada, aquela da personalidade.

Hoje, vai ser bem diferente, porque o apelo da Luz se torna cada vez mais intenso e quando a Luz chegar (como isso foi dito: não somente nas Portas, nas Estrelas ou nos chacras), ela virá modificar o conjunto de suas estruturas celulares, começando a agir no que vocês chamam de corpos sutis, traduzindo-se por uma dissolução, desta vez, não mais do astral denominado planetário ou coletivo, mas do seu próprio corpo astral. Isso, é claro, pode surpreendê-los, em um primeiro momento, principalmente para aqueles que têm o costume de funcionar com as emoções, com os pensamentos, que sentem mesmo a energia através das emoções ou de estados emocionais.

Isso irá se tornar cada vez mais difícil, porque a Luz vem apreendê-los e ela apreende, também, a Consciência para que ela se expanda, por sua vez, e viva o Si ou a Unidade. O processo Vibratório que vai se apresentar, naquele momento, irá se tornar, para vocês, a prova absoluta de que a Consciência é Vibração.
Porque, efetivamente, não pode ali haver Consciência Unificada sem Vibração, mesmo se alguns Irmãos e algumas Irmãs sejam persuadidos do contrário, ou seja, que eles possam manifestar uma Consciência Unificada sem viver os efeitos.
Ao passo que sempre, nas experiências que nós lhes demos, nós insistimos na diferença entre a consciência fragmentada e o acesso à Consciência Unificada.
Esta revolução (porque é uma) vai se viver, em vocês.

O corpo vai ali participar e a Consciência não poderá fazer de outra forma senão ali participar. Se um medo estiver presente, se uma vontade contrária, expressando-se em meio à personalidade, for ao encontro do apelo da Luz, então, naquele momento, vocês irão viver um desconforto. Mas, na maioria das vezes, este estado Vibratório (que é a Fusão dos Éteres, ocorrendo no interior de seus próprios corpos astral e etéreo) irá induzir uma espécie de sideração do corpo.
Ele vai se tornar rígido.

É como se o corpo não estivesse mais aí e, no entanto, a Consciência está aí, totalmente. Poderá ainda haver uma hipersensibilidade da própria Consciência, bem além dos sentidos, fazendo-os perceber, então, presenças ou, então, o Canal Mariano.

Vocês terão, ao redor de vocês, e em vocês, a Consciência dos Arcanjos, das Estrelas, dos Anciãos ou dos Anjos do Senhor [Vegalianos].

Naturalmente, haverá, nos primeiros dias, como uma sensação de irrealidade, assim como um sonho. Muitos de vocês, além da visão etérea, começarão a perceber, com os olhos fechados, esta visão Interior do Coração, que poderá se manifestar, com os olhos fechados, pelo aparecimento de uma luz azul, de um azul muito pálido, que lhes foi dado a observar, para aqueles que se interessavam pelo que acontecia no céu, em diferentes locais do planeta, e denominado, pelo bem amado SRI AUROBINDO (João): a Fusão dos Éteres.

Esta Fusão dos Éteres é levada a se revelar, de alguma forma, em vocês.
Ela se traduz por uma anomalia de percepção do tempo usual, uma anomalia de percepção do corpo.

O corpo não parecerá mais responder e a Consciência, ela, não será, de qualquer maneira, como antes do adormecimento, mas, muito pelo contrário, cada vez mais desperta, em uma acuidade total, tanto sensorial como extrassensorial.
É naqueles momentos que vocês começarão a viver seus primeiros contatos (para aqueles que não os vivenciaram), pelo Canal Mariano, em seu Coração, mas, também, pelas presenças vistas pela Visão do Coração.

A Luz azul poderá se manifestar sob forma de intensos flashs de Luz e, às vezes, se isso ainda já não foi vivenciado, vocês irão aperceber-se de que o mundo que vocês veem com seus olhos abertos desaparece sob seus olhos, substituído por uma forma de luminescência Vibrante, branco brilhante, fazendo desaparecer os contornos dos objetos, fazendo desaparecer o ambiente tal como é percebido pelos olhos abertos.

Alguns poderão mesmo, na natureza, como isso foi solicitado pela minha Irmã SNOW, ver esses fenômenos de Luz, de névoa de Luz, ao redor das árvores.
Conforme lhes foi dito, a Luz, agora, atingiu a Terra, e o manto terrestre foi penetrado pela Luz. Do mesmo modo que a Luz penetrou seus corpos, seu chacras e a totalidade da sua Consciência, levando a viver esse mecanismo de dissolução do seu astral, do seu mental e transformando a estrutura etérea.

Dando, naquele momento, a viver, em meio a esse corpo como na Consciência, o mecanismo do Fogo do Espírito. Vocês serão tomados, em certos momentos, por um calor extremamente intenso, ou que partirá do sacro, ou que partirá do Coração e subirá para a garganta, ou então, sobretudo, na parte de trás da cabeça, aí onde se encontra o triângulo OD da Terra, dando-lhes uma sensação de cozimento e de consumação total.

Mas lembrem-se de que isso não será unicamente uma percepção Vibratória, mas a própria Consciência que irá se modificar, naquele momento. Pouco a pouco, se vocês aquiescerem a esse trabalho da Luz, em vocês, vocês irão constatar, por vocês mesmos, que vocês não serão mais afetados pelo que os afetava antes.
Não haverá mais emoção.

Vocês irão constatar, por vocês mesmos, que toda noção de coisas que eram procuradas antes (que isso seja um vício ou mesmo um prazer), terá desaparecido de sua Consciência, levando-os a modificar seus comportamentos, sua alimentação e sua própria Consciência ordinária.

Vocês não terão mais, de qualquer maneira, o sentimento de viver medos de perda do que quer que seja ou de quem quer que seja. A Consciência irá parecer-lhes (mesmo nesses momentos ordinários, fora desses espaços Vibratórios) como estendida, não sem reação, mas, mais, na plenitude do que se chama a Alegria ou, em todo caso, a Paz. Ou seja, que durante este período, vocês não poderão mais se colocar a questão de saber se vocês vivem a Luz ou não, porque vocês irão se tornar a Luz.

Nada mais poderá ser como antes.
Alguns de vocês irão constatar que não podem mais trapacear (nem com vocês mesmos, nem com os outros) com relação também, ainda, às situações, aos compromissos que foram arregimentados, até agora (muito cômodo prosseguir sem querer ver o que estava para ser visto).

Isso não será mais possível.

Isso se refere tanto às ações que vocês realizam rotineiramente, como ao conjunto de suas relações e à maneira que vocês mantêm as relações com este mundo.
Mais do que nunca, vocês irão se tornar conscientes da importância de estar nesta qualidade Vibratória, neste estado de Luz onde tudo se torna Irradiação, onde tudo se torna Comunhão e Graça.

Isso não será mais, para vocês, uma palavra em vão, ou algo que irá se estabelecer quando vocês a tiverem expresso como intenção ou como desejo, mas, realmente, como um estado que irá se tornar, de algum modo, sua nova natureza.

Eu chamo sua atenção para essas sensações, essas percepções e o que acontece, naqueles momentos, para sua Consciência. Porque, gradualmente e à medida que vocês aquiescerem à Luz, e bem, gradualmente e à medida vocês irão constatar que sua vida se torna, efetivamente, cada vez mais simples, que tudo se torna evidência, que não há mais obstáculo que possa impedi-los, nem se colocar em seu caminho, de ser a Luz.

A Luz (que era, à primeira vista, para ainda muitos de vocês, um desejo, uma projeção) irá se tornar uma evidência Interior, ou seja, um estado Interior onde tudo é claro, onde tudo é Luminoso, onde tudo se exprime na majestade, na Graça. Depois de certo momento, depois de um tempo que é variável para cada um, quando a Fusão dos Éteres for concluída, em seu corpo astral e em seu corpo mental, então, vocês irão constatar que vocês poderão, de novo, realizar suas ações.

Mas essas ações serão realizadas de maneira diferente, porque a consciência não será mais a mesma.

Vocês não poderão mais trapacear, ainda uma vez, nem com vocês mesmos, nem com qualquer outro Irmão e Irmã, mesmo na Luz ou mesmo contrário à Luz.
Tudo isso vai ocorrer em um tempo que eu qualificaria, em termos humanos, de muito curto, levando-os a posicionar-se, cada vez mais claramente, no que vocês são. Nos momentos em que a Fusão dos Éteres se tornar intensa, seu corpo não lhes responderá mais.

Naquele momento, não se preocupem.
Contentem-se em viver a Luz porque vocês irão constatar, naquele momento, que se vocês deixam o medo ir embora (e ele irá embora), então, naquele momento, vocês irão viver uma Alegria inefável e total. Vocês compreenderam, a Luz passa a outra etapa da fecundação deste mundo e da Ascensão deste mundo.

E aqueles de vocês que foram as Sementes Estelares, os Semeadores de Luz, os Ancoradores de Luz, aqueles que Vibram em uma das Lareiras ou nas três, hoje, vocês são chamados, pela Luz, para iniciar a última etapa da sua transformação.

Esta última etapa, denominada Fusão dos Éteres, corresponde à interação entre o que havia sido nomeado, pelo IRMÃO K, o fogo elétrico, o fogo da alma, com o Fogo do Espírito.

A reatividade que vai existir entre o Éter confinado (limitado, da encarnação, ao nível do corpo etéreo) e o Éter original, virá, de algum modo, terminar o trabalho de transformação que foi iniciado pela revelação das cinco sílabas sagradas OD-ER-IM-IS-AL, pela ativação dos Novos Corpos, das Coroas Radiantes, das Estrelas, das Portas. A Vibração vai se tornar cada vez mais intensa.

O corpo vai Vibrar.
A Luz branca vai se instalar por toda parte.
E isso vai chamá-los, cada vez mais, a estabelecer-se na Luz.
Ainda uma vez, vocês não irão se tornar indiferentes ou desligados, mas vocês irão se tornar plenamente conscientes, plenamente lúcidos, no Ser.
Vocês não terão mais necessidade de correr para esquerda e para a direita.
Seus gestos serão mais descontraídos. Há momentos em que a Luz irá pedir-lhes para alinhar-se, naquele momento e não em outro momento.

É a vocês que caberá, ainda mais, destacar esses instantes como o apelo da Luz.
Porque, lembrem-se, é a Inteligência da Luz que age e isso não é a sua inteligência.

Naqueles momentos, vocês irão viver a Graça.
Vocês irão compreender, naquele momento, o que quer dizer a Comunhão.
Mas esta não irá mais se exprimir e se viver em um plano horizontal, entre vocês (Irmãos e Irmãs encarnados), ou entre vocês e nós, mas, diretamente, com a Luz.

A Luz penetra o Éter da Terra e penetra seu Éter, modificando, totalmente, sua fisiologia, seus ciclos, os ritmos de sono, as necessidades. Vocês irão constatar que a alimentação se modifica profundamente, que haverá momentos em que vocês terão necessidade de enraizar-se ainda mais e de comer mais.

Vocês terão necessidade de açúcar, vocês terão necessidade de coisas que não existiam mais em vocês, anteriormente, como necessidade, desde vários anos.
A Luz vai modificar a fisiologia do sono e, também, sua capacidade para entrar, não mais em comunicação, através da personalidade, mas pela Comunhão de Coração a Coração, com seus irmãos e suas Irmãs.

Vocês irão se reconhecer pelo brilho do seu olhar.
Vocês irão se reconhecer pelo brilho de sua Vibração.
Vocês irão constatar, cada vez mais, que a Luz branca se torna visível aos seus olhos, que se tornam sensíveis a novas frequências. Vocês irão se conscientizar, realmente, de que no Interior do seu Coração, pelo Fogo do Coração, encontra-se o conjunto da Criação.

Vocês terão, efetivamente, cada vez menos necessidade de se projetar em qualquer ação ou reação exterior, porque vocês irão se apreender, pela própria Consciência, de que aí onde vocês são mais úteis e mais eficazes, para ajudar seus Irmãos e suas Irmãs, é estar em sua Luz e deixar a Luz atravessá-los, sem qualquer vontade pessoal, sem qualquer interação possível.

Então, vocês ganharão em confiança e em fé na Luz.
Vocês ganharão em Humildade, em Simplicidade.
Vocês passarão a Porta Estreita (ndr: passagem do 8º Corpo ao 9º Corpo).
O ponto OD da Porta Estreita poderá, aliás, tornar-se, às vezes, extremamente doloroso (ndr: ponta do esterno). Aí também, trata-se de um apelo à Luz, da Luz à sua Luz, pedindo-lhes para tornar-se, na totalidade, esta Luz.

É dessa maneira, pouco a pouco, que sua Ascensão individual irá terminar, até o momento coletivo da Terra que, mais uma vez, ninguém conhece a data mesmo se, efetivamente, o Comandante (ndr: O.M. AÏVANHOV) lhes falou de uma noite de muito frio.

Tudo isso se desenrola.
Mas vocês irão constatar, por vocês mesmos, que naquele momento, nesses estados de imersão na Luz, vocês não têm que verificar qualquer data, vocês não têm que realizar qualquer evento exterior, porque vocês estarão totalmente tomados pela Luz que é a sua, porque vocês estarão totalmente imersos na Unidade, no Si, no Estado de Ser.

Não haverá mais razão de manifestar qualquer impaciência.
A esperança estará realizada, em vocês.
Vocês não estarão nem na impaciência, nem na esperança.
Vocês não estarão mais na projeção de um desejo (qualquer que seja), mas vocês estarão, efetivamente, cada vez mais, na vivência da Luz.

No início, isso poderá lhes parecer como um sonho.
Isso poderá lhes parecer como uma ilusão.
E, pouco a pouco, diante da reprodução desses episódios, diante da manifestação, cada vez mais densa, da Luz, vocês irão constatar que é sua natureza, sua Essência e que não há nada mais e que todo o resto desaparece.

Isso será, para vocês, seu modo de viver o ‘choque da humanidade’.

Não haverá outro para vocês.
Obviamente, o Apelo da Luz, gradualmente e à medida que a Luz penetra o manto da Terra, vai também se traduzir (e de maneira, certamente, muito mais violenta e brutal), para aqueles de vocês que não tiveram ainda a oportunidade de viver o apelo da Luz, por uma das Coroas Radiantes, que vão se colocar, de imediato, para viver a Vibração, mas de uma maneira extremamente importante e intensa.

A Consciência vai como que realizar um mecanismo de Fusão dos Éteres, extremamente violento, dando uma sensação de Fogo Interior, de consumação total do conjunto de suas estruturas. Vocês serão, de algum modo (como isso foi escrito em algumas escrituras), enlevados no êxtase. O contato com os mundos multidimensionais irá se tornar, para muitos de vocês como uma segunda natureza, porque vocês irão perceber as presenças das outras Dimensões, cada vez mais claramente.

Vocês serão cada vez menos seduzidos pela aparência do que lhes é dado a ver, com os olhos. Vocês serão cada vez menos atraídos pelos relacionamentos ordinários, e sua Consciência irá se estabelecer, com maior facilidade, na Comunhão de Coração a Coração.
Isso acontecerá às palavras.

Vocês não terão mais necessidade de palavras para trocar e para se comunicar.

Sua Vibração irá se tornar a ferramenta e o agente do que vocês são, para Comungar e mesmo para se comunicar.


Diversas formas de Comunhão, passando por caminhos ditos extrassensoriais (como formas diferentes do que é chamado de telepatia, mas que podem ser comparáveis a isso), irão dar-lhes a percepção de um contato estabelecido com um Irmão e uma Irmã, ou mesmo sobre o planeta.

Vocês poderão dar-se conta de que vocês são realmente multidimensionais.
Vocês terão lembranças de suas noites (quando vocês chegarem a dormir) onde vocês irão constatar, por vocês mesmos, quando vocês retornam à Consciência ordinária, os momentos particulares de contato, que nada mais têm a ver com os sonhos.

Vocês vão se lembrar de suas viagens.
Elas irão lhes parecer como sua verdadeira natureza, enquanto que este mundo lhes parecerá, cada vez mais, como o mundo dos sonhos. Naquele momento, vocês saberão que vocês estão no caminho para o momento coletivo. E quanto mais vocês forem numerosos a viver isso (em tempos diferentes, mas extremamente curtos), mais vocês irão se aperceber de que o conjunto deste mundo e de sua Ilusão vai se desmoronar tal como um castelo de carta.

Mas isso não os afetará porque, lembrem-se de que a Inteligência da Luz proverá, integralmente, à sua vida. Que isso se refira aos filhos, aos pais, a uma situação, o fato de comer, o fato de dormir. A Graça não será mais, para vocês, qualquer ideia, mas, sim, a Verdade do que vocês são chamados a viver.

Se vocês estão na rua, um Irmão ou uma Irmã irá acolhê-los.
Se lhes falta alguma coisa, essa alguma coisa aparecerá, e instantaneamente, sem precisar pedi-la.

Haverá apenas que acolher a Graça, haverá apenas que se deixar, de alguma forma, guiar pela Luz. Isso mudará, no todo ou em tudo, em um tempo muito curto, sua relação com a Luz, sua relação com a vida. Vocês irão se tornar vivos, além de qualquer projeção, porque vocês irão se tornar a própria Vida, nessa que é Luminosa e Livre, independente deste mundo.

Isso, vocês são chamados a manifestá-lo.
Os carismas diversos que acompanham isso (que isso seja a premonição, a bilocação, a capacidade, ao mesmo tempo, para estar em mundos diferentes e para ver mundos diferentes) ser-lhes-ão propiciados pela Luz, sem buscar o que quer que seja.

Vocês irão ver, cada vez mais claramente, em vocês.
Vocês irão ver momentos em que vocês estão na Luz e momentos em que vocês não estão mais na Luz, em que vocês estão na personalidade, porque as preocupações da vida terão, talvez, apanhado vocês, ainda, de maneira inconsciente.

O conjunto dos apegos coletivos e dos diferentes medos, que podiam ainda estar presentes, em vocês (o medo da perda desse corpo, o medo da perda do que quer que seja, ao nível material, o medo da morte, o conjunto dos apegos), irá lhes parecer como antiquados, como ultrapassados. Eles serão, tão simplesmente e tão realmente, esvaziados da sua Consciência.

A confiança na Luz irá se tornar absoluta.
Vocês se lembrarão, então, cada vez mais, de que quanto mais a Vibração está presente e de que quanto mais seu Coração aquece, mais vocês estão na Alegria e na Paz. Tudo o que, anteriormente, eram os motores de sua vida ordinária, não existirá, tão simplesmente, mais.

Isso ocorrerá de maneira natural.
Obviamente, se, ao redor de vocês existem seres que estão em oposição a esta Luz, eles entrarão, por sua vez, em resistência. Mas compreendam seu medo, compreendam sua interrogação (eles, que não vivem isso, de vê-los viver isso) porque, para eles, vocês é que são anormais.

Então, tenha a caridade e o Espírito de Pobreza que os farão dizer, naquele momento, que nada há a justificar e que vocês não poderão, de qualquer modo, absolutamente nada justificar pelas palavras ou pelas explicações.

E que a única justificativa é a manifestação da sua Paz Interior, da sua serenidade e do seu Amor, além de qualquer palavra, além de qualquer comportamento amoroso, mas, sim, no brilho do seu olhar, no brilho do seu Coração e na Luz que irá se tornar visível, no exterior, real e concretamente.

Vocês irão se tornar, de algum modo, para aqueles dos seus Irmãos e Irmãs que estão mais próximos da Luz, como luminescentes e transparentes.

Isso não é uma palavra em vão.
Vocês saberão, naquele momento, que vocês entraram, quase em cheio, na nova Dimensão. O corpo estará ainda presente, e algumas estruturas deste mundo irão lhes parecer ainda como presentes, porque, é claro, aqueles que são opostos à Luz amariam ver manter sua ilusão, eternamente.

Mas eles irão descobrir, naquele momento, que tudo isso é efêmero: que todos os jogos de poder, de dominação e de servidão de qualquer ser que seja, não têm mais qualquer sentido, porque a Luz provê a todos e que, nos mundos Unificados, não pode ali haver nem desejo, nem necessidade porque tudo está realizado, permanentemente.

Tudo isso é chamado a se revelar à sua Consciência, a partir do momento em que vocês irão viver esses sinais da Consciência e da Vibração. Aceitem e, logo depois, vocês não poderão mais duvidar do que vocês vivem. Lembrem-se, também, de que vocês não podem convencer ninguém, mesmo o ser o mais amado da Terra, de viver a mesma coisa que vocês, porque apenas ele é que pode viver isso.

Vocês não podem entregar-lhe do exterior.
Então, todas as atitudes de salvador, todas as vitimizações irão desaparecer.
Vocês deixarão o outro Livre e vocês irão se tornar Livres.

E, gradualmente e à medida que vocês se tornarem Livres, o outro estará Livre.
E eu entendo por Liberdade, aí também, como isso foi dito, a Liberdade da Consciência e do Espírito.

Mais uma vez, ninguém lhes pediu para deixar quem quer que seja, agora, mas, simplesmente, para se estabelecer nesta Verdade nova, que se estabelece dela mesma, como vocês compreenderam, e que não requer, de sua parte, qualquer aplicação de vontade pessoal.

A Luz É, a partir do momento em que vocês deixam de querer o que quer que seja.
Se vocês soubessem, visto do nosso lado, como é fácil se tornar Transparente à Luz, sobretudo agora, neste mundo no qual vocês estão, porque todas as barreiras (o que nós havíamos chamado de astral coletivo) desapareceram.

Porque o sistema de controle do mental humano está prestes a desaparecer, inteiramente, sob a ação do Sol e da Luz do Sol central.

Tudo isso, vocês são levados a vivê-lo, em sua vida.
Ainda uma vez, quanto melhor vocês aceitarem Ser, quanto melhor vocês se tornarem humildes, melhor a Luz irá se tornar sua natureza, sua natureza real e verdadeira.

Tudo isso acontece nesse período de tempo que antecede o período chamado de Natal.

Evidentemente, vocês irão constatar (mesmo falando entre vocês, ou se vendo, uns e outros) que alguns estão nas premissas, começando, e que outros estão completamente estabelecidos neste estado de Graça, porque cada um tem seu momento, cada um tem sua maneira de proceder, em relação à Luz, e que a Luz sabe, pertinentemente (e muito melhor do que vocês) qual é o seu calendário Interior, qual é o seu relógio Interior, e ela se adapta a isto, além dos desejos da personalidade.

A Luz vem, também, perguntar-lhes:

“você quer se Abandonar, na totalidade, ao que você É?”
"Você quer, realmente, concretamente, viver esta transmutação?”

"Você quer se tornar de novo, verdadeira e totalmente, Livre?”


No sentido desse querer, há, simplesmente, um convite, e não a expressão, do seu lado, para estabelecer qualquer vontade, mas, sim, para viver na Humildade, na Simplicidade.

Todos os jogos de energia irão se tornar caducos para vocês.
Vocês não terão mais necessidade de manter qualquer energia, nem de jogar com o que quer que seja, porque vocês irão se tornar o próprio jogo e vocês irão se tornar a própria Vida, em sua plenitude, em sua certeza.

A Luz não será mais algo do exterior.
A Luz não será mais um desejo, para mais tarde, mas ela será a realidade da sua vivência. Eis o que a Fusão dos Éteres, do seu corpo e dos seus corpos, vai realizar.
Eis as palavras que eu tinha para dar a vocês. Resta-nos um tempo de questionamentos, unicamente em relação a esses processos que eu falei.

Se há, em vocês, perguntas em relação aos processos que vocês vivem, ou em relação ao que eu descrevi sobre isso, então eu os escuto, enquanto anunciando que eu participarei, com vocês e em vocês, pelo Canal Mariano, no espaço de Alinhamento e de Comunhão, às 19 horas (hora francesa) (ndr: ver a coluna “protocolos a praticar / protocolos prioritários").

Mas, no momento, nós temos tempo.
Eu os escuto.

Pergunta: poderia desenvolver sobre o Éter, os Éteres e a Fusão dos Éteres?
Minha Irmã, isso seria extremamente longo, além do mais isso fez parte de várias comunicações. Eu remeto você, para isso, ao que disse SRI AUROBINDO, nos meses de março e de abril, com relação à Fusão dos Éteres no céu.

Eu remeto você, também, à diferença fundamental que foi estabelecida pelo IRMÃO K, entre o fogo etéreo (confinado, no qual vocês estão) e o Fogo do Éter restituído. Existem dois fogos no ser humano: o fogo do ego e o Fogo do Coração.
O fogo do ego vai se traduzir pelo desejo, pelo sofrimento, pela doença, pelas convenções, pelos freios e pelas resistências à Luz, pelos medos.

O Fogo do Espírito vai se traduzir pela Alegria.
É o Fogo do Espírito (além das Portas da Atração e da Visão que são ligadas a esse fogo da alma e do corpo) que permite a Passagem da Porta Estreita.

O Fogo do Espírito é satisfação eterna.
O fogo do corpo e o fogo do ego vão conduzi-los para os desejos, para as pulsões, para os medos. O Fogo do Espírito é a solução para o medo, porque é o que corresponde à Luz Vibral, ao Fogo do Amor.

O Amor é um Fogo que consome todas as ilusões.
Não é o que vocês creem, em uma relação emocional, entre dois seres ou entre vocês e o que vocês denominariam um deus exterior.

O Fogo do Espírito é aquele que vem retornar a alma, a fim de que a alma se consuma e desapareça, integralmente, no abrasamento do Amor, onde a personalidade não tem qualquer peso nem qualquer densidade.
É o momento aonde a Alegria vem substituir todos os medos e onde a certeza Interior da Luz apaga todas as provas, todos os sofrimentos.

Qualquer que seja o sofrimento que pode afetar um corpo, se o Fogo do Espírito está, por completo, presente, e bem, há tão simplesmente impossibilidade, para a Consciência, de viver este sofrimento que está, no entanto, presente.
Isso, eu já falei (e outras Estrelas, como minha Irmã TERESA), com relação ao acesso à Luz, como um divino sofrimento.

Não um sofrimento que iríamos impor, sob forma de mortificação, mas esta forma de êxtase particular, onde há uma dor indizível que é um Amor de consumação no que eu chamei, desde o início da minha intervenção, de Núpcias místicas com o CRISTO.

As Núpcias místicas com o CRISTO, com a Luz branca (ao nível do conjunto de toda a estrutura desse corpo físico e dos corpos sutis, pertencendo à matriz, como da consciência fragmentada), é muito exatamente isso: esse Fogo que vai consumir o conjunto das ilusões, o conjunto do que não é verdadeiro, o conjunto das crenças, o conjunto das certezas, que apenas estavam ligadas a este mundo e não à certeza da Luz.

Ainda uma vez, eu não posso ir mais longe nesta resposta, porque isso foi amplamente desenvolvido. Simplesmente, esse Fogo dos Éteres, a Fusão dos Éteres, acontece, agora, não mais no céu, mas em vocês.

Do mesmo modo que o som do Céu e da Terra (que cada vez mais seres humanos percebem, de maneira cada vez mais intensa, de maneira cada vez mais evidente) se traduz também por uma modificação, durante esta Fusão dos Éteres, do som que é ouvido nos ouvidos que, para muitos de vocês, começou a se amplificar, de maneira exagerada, desde alguns dias ou algumas semanas.

Vocês irão se tornar o som, ou seja, vocês irão se tornar a Vibração, que é a natureza da Luz.

Os ruídos deste mundo irão desaparecer.
O ruído do seu mental e das suas emoções irá desaparecer, no sopro do Amor da Luz, no sopro da Verdade. O Fogo do Éter, o Fogo do Espírito vem substituir o fogo do éter confinado, pondo fim à Ilusão. Esse processo se acompanha, como eu disse, de um desaparecimento, agora, do seu próprio corpo astral, do seu próprio corpo mental.

Alguns de vocês sabem, pertinentemente, que não chegaram mais a funcionar como antes, porque o cérebro não age mais e não reage mais do mesmo modo.
Isso é uma verdade.

Pergunta: sentir o interior do seu corpo como flutuar faz parte desses processos?

Sim, porque existe, efetivamente, um processo que vai propiciar uma espécie de ‘desolidificação’ [‘désolidarisation’] do corpo físico, levando-os a tomar consciência de outras estruturas que estão presentes, às vezes, no Interior de vocês, como no exterior de vocês. Não será somente a consciência da energia, mas, bem, a consciência da estrutura Vibral, ou seja, do corpo de Estado de Ser.

Lembrem-se de que as Portas, durante o desdobramento da Luz, são os pontos aonde vem se sintetizar, de algum modo, seu corpo de Estado de Ser, não somente como algo que estaria no exterior, mas, também, no Interior.

Pergunta: é o Fogo do Espírito que vai destruir o sistema de controle do mental humano, para aqueles que vivem esses fenômenos Vibratórios?
Sim.

Há (como o Comandante lhes disse, desde vários anos) três envelopes isolantes que têm estado presentes, ao nível do corpo humano, como neste sistema solar.
E esses três envelopes são perfeitamente capazes de serem sobrepostos, ao nível da estrutura humana, que foram chamados de ionosfera, magnetosfera e heliosfera, que são, de algum modo, os três véus impedindo-os de ver a Verdade, em vocês, como no exterior de vocês.

Esses véus começaram a ser desagregados, desde as Núpcias Celestes, pouco a pouco, tornando-se permeáveis ao que vocês chamam de irradiações cósmicas.

O corpo da Terra e o corpo do Homem.
Dessa maneira, então, os envelopes não eram mais isolantes, mas deixavam passar a Luz. Pouco a pouco, houve uma desagregação do sistema de controle do mental humano.

Obviamente, ele ainda está ativo.
E depois, agora (desde que a Luz penetrou e fecundou o manto da Terra), ficou possível, para vocês, enquanto consciência humana, viver o fim da fragmentação.
E isso ocorre, é claro, pela destruição total, nestes últimos tempos, do corpo astral, do corpo mental e do corpo causal, permitindo-lhes, então, passar no que vocês chamam de corpo etéreo. Mas não mais em corpo etéreo alterado, mas um corpo etéreo restituído à sua verdadeira Luz, à sua verdadeira Dimensão.

É muito exatamente isso que está prestes a viver, em vocês.
Isso irá se traduzir, também, por mecanismos particulares.
Vocês ouvirão, realmente, como explosões no Interior de vocês, como também no Céu e na Terra.

Não será mais somente o som do Céu e da Terra, ou o som da alma e do Espírito, que se modificam, mas, sim, mecanismos de rachaduras extremamente precisos, correspondendo à rachadura do Céu e da Terra, mas, também, é claro, à rachadura do pericárdio.

Do mesmo modo que existem envelopes isolantes para o ser humano, como eu disse, chamados de corpo astral, corpo mental e corpo causal, existem também, ao nível de alguns órgãos, membranas sobrepostas que os isolam da Verdade.
Existem, também, em meio à estrutura humana, três membranas isolantes e elas lhes são conhecidas, para duas delas.

Há a membrana chamada de peritônio.
Há a membrana chamada (que envolve o coração) de pericárdio.
E há uma terceira membrana que, ela, é invisível, que está situada ao nível da garganta.

Essa membrana a mais distante, e situada ao nível da garganta, correspondeu ao que, desde agora um ano, o Arcanjo URIEL chamou de Passagem e Abertura da boca. Resta, agora, pelo impulso posterior de CRISTO, devido ao Fogo Metatrônico, pela Passagem da Porta Estreita, pelo Fogo Micaélico e, agora, pela ação de URIEL, romper, completamente, o pericárdio, a fim de que a lagarta possa dar origem à borboleta.

É muito exatamente esse processo de finalização, de qualquer forma (que já começou desde este verão (inverno, no hemisfério sul)), ou seja, a constituição da crisálida, que os faz deixar a lagarta para tornar-se a borboleta.

Pergunta: vocês aconselharam a cessar nossas atividades quando a Luz nos chama. Quanto tempo pode durar essas efusões?
Meu Irmão bem amado, isso pode durar o tempo de uma respiração.
Mas você irá constatar que isso vai durar cada vez mais muito tempo porque o objetivo, em última análise, é se tornar isso, o tempo todo.

E então, há um processo que vai, efetivamente, durar cada vez mais muito tempo.
Vocês não poderão dali se extrair no momento coletivo da humanidade.
Vocês vivem a preparação, da maneira a mais harmoniosa que seja.
Isso é uma Graça.

Nós não temos mais perguntas, nós lhe agradecemos.

Irmãs e Irmãos bem amados, eu rendo Graças pela sua Presença.
Eu rendo Graças pela sua escuta e pela nossa Comunhão.
Nós vamos prosseguir, juntos, dentro de alguns minutos, todos juntos, aqui como em outros lugares.

Até logo mais.


Enviado por Rosa
Mensagem da Amada GEMMA GALGANI no site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=1282
26 de novembro de 2011
(Publicado em 27 de novembro de 2011)
Tradução para o português: Zulma Peixinho
http://portaldosanjos.ning.com

http://minhamestria.blogspot.com

http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/
Related Posts with Thumbnails