((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

terça-feira, 14 de setembro de 2010

QUEM CANALIZA QUEM

quem canaliza



Alguns dados acerca da comunicação telepática entre os Humanos e entidades extradimensionais
Vitorino de Sousa

Na última década, a Humanidade de superfície da Terra tem vindo a assistir à generalização de um fenómeno que, antes, e desde tempos remotos, parecia estar reservado a uns quantos “eleitos”. Refiro-me à canalização (do inglês channelling).
Para explicar resumidamente do que se trata, irei socorrer-me de alguns elementos, quer adquiridos pessoalmente através de canalizações que eu próprio fui recebendo, quer recolhidos dos livros de KRYON, uma entidade que, desde 1990 se deu a conhecer à Humanidade através das canalizações do californiano Lee Carroll. Então, o que vem a ser “canalização”? Yoronash (meu mentor arcturiano para esta manifestação terrena e companheiro de trabalho em 9.4D) transmitiu-me a seguinteexplicação:

(…) Parece-nos correcto e perfeitamente apropria do definir canalização como um fenómeno de telepatia. (…) Canalização é telepatia com uma entidade extradimensional. Telepatia, porém, não é a capacidade de ler o pensamento de outro ser; é a capacidade de receber o seu pensamento. Telepatia não é um processo de invasão do pensamento; é uma técnica de comunicação!

Já Lee Carroll, o mais importante canal de KRYON; dá-nos a seguinte explicação:

Canalização é o meio através do qual nos chegam as palavras divinas inspiradas (ou a energia) de Deus, distribuídas aos Humanos. (…) O acto de canalizar é absolutamente um lugar-comum (…)

Portanto, se é absolutamente um lugar-comum, apetece perguntar se qualquer pessoa pode canalizar?
O citado canal de KRYON escreve o seguinte:

O Espírito (Deus) não é propriedade de ninguém. Assim, qualquer um pode canalizar. A verdade está disponível para todos (…). Contudo, convém prestar alguma atenção ao teor das mensagens canalizadas e conhecer algumas regras que ajudem a discernir se uma mensagem provém de uma entidade que milita no lado luminoso ou sombrio do Espírito. Porque este tema é de suma importância, a seguir apresentam-se alguns tópicos sobre a natureza e o propósito das canalizações, que poderão ajudar a esse discernimento:

1.
As entidades de luz não mentem.

2.
O propósito das canalizações é propor informação útil e soluções espirituais para os desafios da vida de todos os Humanos na Terra.

3.
A informação transmitida não pode destinar-se somente a um grupo especial ou isolado. Uma transmissão de Luz é para todos.

4.
Qualquer entidade de Luz sabe que não pode interferir na liberdade de escolha dos Humanos. Por isso, jamais incentivará alguém a venerar um certo mestre ou divindade.

5.
Uma entidade de Luz nunca se apresentará como a fonte exclusiva da informação transmitida.

6.
Uma canalização do Espírito jamais promove a divisão, a discriminação ou a proibição seja do que for; jamais criticará ou julgará qualquer entidade ou ser humano.

7.
Uma entidade de Luz não transmite “certezas” acerca do que vai acontecer. Como o processo é comandado pelo livre arbítrio dos Humanos não é possível saber qual o desfecho seja do que for.

8.
O Espírito nunca enviará uma mensagem onde lhe peça para abdicar do seu livre-arbítrio.

9.
O Espírito nunca enganará ou negociará. A mensagem deverá transmitir uma sensação de comodidade e ressoar no seu coração. Não pode, por isso, inspirar medo.

10.
Por fim, só a maturidade espiritual (a abertura do seu coração), poderá dizer se uma canalização provém do lado luminoso do Espírito ou do seu lado sombrio.


Para encerrar estes breves esclarecimentos sobre o antiquíssimo fenómeno da canalização, talvez convenha revelar por que escolhi KRYON, em vez de qualquer outra entidade, para ser o eixo do que pretendo dizer? Porque a popularidade deste “anjo”, servidor da Irmandade do Sol Central, tem vindo a aumentar (nem sempre de forma saudável) entre os Humanos interessados na ascensão da Terra. Outra razão decorre de conhecer relativamente bem toda a informação desta entidade. Julgo-me, assim, bem posicionado para ver o fosso que, por vezes, se manifesta entre a teoria verbalizada por alguns Trabalhadores de Luz e o seu comportamento. Realmente, lemos centenas, senão milhares de páginas, onde se fala da Nova Condição Humana (e do que isso implica!), mas também muito frequentemente, não sabemos o que fazer. Quer um exemplo? Eis uma pergunta feita a KRYON e a sua respectiva resposta.

Pergunta: “O que devo fazer com os textos canalizados? Como devo lidar com essa informação?

Resposta: Eis algo que já mencionei antes: usem a informação canalizada como fariam com qualquer livro de investigação. Retirem o que desejem dele, fechem o livro e ponham-no na estante. Porque estão preparados, vocês não necessitam constantemente de um canal, de um guru ou de um líder. Vocês são os “pastores”.
Avancem com o poder do coração. Usem a informação canalizada como uma fonte para elevar a vossa vibração e o vosso poder como Trabalhadores da Luz.

A razão que me levou a escolher este excerto do já citado Livro 6 , é a seguinte: nas minhas andanças de divulgador da informação e da energia do Grupo Kryon, tenho vindo a constatar (cada vez com mais apreensão, diga-se), que alguns Trabalhadores da Luz parecem ter caído na armadilha de considerar KRYON tal como, noutros tempos, consideravam o mestre, o guru, o padre, o cacique, enfim, aquele que havia de lhes dizer o que podia ou não podia se feito, o que era correcto ou incorrecto, etc. Porém, esta atitude, bem típica da fase inicial do desenvolvimento da Humanidade, caracteriza-se por uma dependência de (quase) tudo e de (quase) todos. É uma postura similar à da criança que não se imagina a viver sem as directrizes e a orientação do pai ou de qualquer outra figura de autoridade. Mas a Convergência Harmónica de Agosto de 1987 veio anunciar, precisamente, que a Humanidade, nos seus planos superiores, decidira retomar o desenvolvimento e, portanto, avançar para a ascensão através de um processo de limpeza profunda do Karma dos seres humanos, para que a autonomia pudesse manifestar-se.

Esta operação, altamente desafiadora para muitos, seria a antecâmara do passo seguinte: a subtilização da energia que conforma os seus diversos corpos. Por outras palavras, fora tomada a decisão de encerrar o longo e penoso período de dependência, onde imperava a dramática sensação de invalidez, desamparo e inutilidade, decorrente do elevadíssimo grau de insegurança e do baixíssimo grau de auto-estima… sustentados pelo omnipresente medo! Por conseguinte, é lamentável ver como alguns Trabalhadores da Luz ainda se preocupam em saber se KRYON já abordou o tema X ou o assunto Y, para decidirem o que fazer.
Muitos dizem-se amantes da informação canalizada…mas tratam muito mal a sua amada! Não é preciso procurar muito para encontrar o que é preciso que os Humanos compreendam, assimilem… e apliquem! Basta reler parte da resposta acima transcrita:

Porque estão preparados, vocês não necessitam constantemente de um canal, de um guru ou de um líder. Vocês são os “pastores”. Avancem com o poder do coração.

Será assim tão difícil entender o que estas duas frases significam? Reflectindo sobre o assunto, sou tentado a concluir que o grau de consciência de certos Trabalhadores de Luz, chega para facilitar o entendimento intelectual da informação, mas não chega para facilitar a sua assimilação. Esta frustrante incapacidade de integrar os ensinamentos que apaixonam os seus corações pode ir, no entanto, ainda mais longe. Veja-se, por exemplo, aquelas pessoas que seapresentam nos meios espirituais reivindicando uma posição de exclusividade ou de domínio sobre os demais. Esta estranha e anacrónica atitude manifesta-se com posições do tipo:
“Eu é que sou o canal da entidade X!(donde se depreende que os outros canais são impostores).
Ou então:
“Só nós é que podemos falar do tema Y” (donde se depreende que mais ninguém tem esse direito).
Ou ainda:
“O Sr. e a Sr.ª (nomes) estão proibidos de pertencer a este grupo, porque KRYON não quer!”

Mas, afinal, quem é que investiu estas pessoas com essa autoridade? Será que tal investidura ocorreu por via de canalização? Se assim foi, convém relembrar o que já foi escrito acima:

Uma canalização do Espírito jamais promove a divisão, a discriminação ou a proibição seja do que for.

Temos falado sobre KRYON e da forma como alguns Trabalhadores de Luz entendem esta entidade e seus ensinamentos. Mas… será que você sabe quem é KRYON? Vejamos uma definição que a própria entidade verbalizou através de Lee Carroll:

Já vos disse muitas vezes que cheguei à Terra por determinação, que fui convocado por via dos actos realizados pelos Humanos, ao longo dos últimos 50 anos, os quais transformaram o planeta. Estou aqui para ajustar a Rede Magnética da Terra, tendo em vista a vossa saúde e iluminação. Estou aqui para vos dizer que a intervenção (desde o Espírito) passou a ser possível. Eu sou um dos Anjos que vos nutrem nesta Nova Era. A minha família cósmica de energia inclui aquela a que vocês chamaram
Arcanjo Miguel. Amo-vos com muita ternura.

Normalmente, quando nos referimos a KRYON partimos do princípio de que é apenas uma entidade. Mas não é bem assim. Shtareer, durante o já citado ritual de “Acoplamento ao Grupo Kryon” que me foi proposto no Brasil, definiu esta entidade da seguinte forma:

Kryon é um grupo consciencial, um conjunto de irmãos que trabalha no campo electromagnético da malha cósmica estelar, que na Terra vocês conhecem como a energia de Kryon. Kryon, na verdade, é uma sigla. Cada letra simboliza um aspecto da criação vinculado com o processamento cármico da humanidade. No momento oportuno vocês saberão a configuração de cada letra dentro da Numerologia e da própria Cabala Sagrada. (…) Kryon é um conjunto de seres – todos a partir de 8D – que trabalham no resgate da Malha Magnética sensorial dos corpos subtis, de 8D em relação a 3D.

Podemos verificar esta afirmação lembrando-nos de Tobias, uma entidade que se apresenta como um elemento do Grupo Kryon, assim como Anhya, que canalizou a técnica EMF através de Peggy Bubro. Para reforçar um pouco mais este ponto, chamaria a atenção para uma declaração de Jan Tober, ex-esposa de Lee Carroll, retirada do Livro de KRYON – Cartas de Casa:

Lee canaliza Kryon, e eu também canalizo os aspectos femininos do Grupo de Kryon.

Desta frase pode deduzir-se que KRYON é um ser masculino. Contudo, afirma:
Permitam que a irmã Kryon lhes diga uma coisa: há imensas mulheres que receiam ser abandonadas.

Acerca dos canais de KRYON e de "quem canaliza quem”, anda por aí uma tremenda confusão. KRYON faz certas afirmações que induzem um certo tipo de conclusão… mas também faz outras que levam a uma conclusão totalmente diferente. Convém, por isso, conhecer as duas vertentes. No livro 1 – Os Tempos Finais – há uma revelação que tem servido de “tambor” a certas pessoas:

Actualmente, na Terra, (além de Lee Carroll) há mais oito pessoas a canalizar Kryon. Há muitas outras, muitíssimas, que ajudam a trazer a mesma mensagem (a mensagem do poder de que agora dispõem, devido ao trabalho que estou a efectuar na Rede Electromagnética da Terra). Anos mais tarde, no Livro 6, Lee Carroll revela o seguinte, ainda sobre estes oito canais:

No Livro 1 (1993), Kryon falou da existência de outros canalizadores. De vários países, muitos perguntaram: “Onde está o nosso canalizador de Kryon?”. Fiz esta pergunta a Kryon enquanto duvidava: “Onde estão os outros canalizadores de Kryon?”. A resposta surpreendeu-me e fez-me rir. Kryon respondeu: “Tu presumes humanamente mal que todos eles sejam adultos! O tempo para cada cultura é específico. Isto significa que alguns deles são crianças, programadas para revelar a mensagem quando o planeta se aproximar de 2012 (ou melhor, depois de 2012).”

Finalmente, cerca de dois anos depois, no Livro 7, KRYON revela o seguinte:

Os únicos canais permanentes de Kryon são os nove que assinalei nos escritos anteriores. Direi agora uma coisa que nunca compartilhei convosco, e que vos ajudará a validar a energia de Kryon junto daqueles que dizem ser canais de Kryon: se algum Humano vos disser que é um canal da palavra de Kryon (um dos nove), esse Humano canalizará exclusivamente Kryon. Se canalizar outras entidades ocasionalmente, então o que foi canalizado fará parte da mensagem de Kryon.

Por conseguinte, com base nesta afirmação, estamos perante duas questões distintas:

1) Uma coisa é canalizar KRYON (atributo dos nove canais), outra coisa é canalizar informação que faz parte da mensagem de Kryon.

sobre o assunto; assim não posso ser um deles. Além disso, sempre assumi que Devo dizer que se trata claramente do meu caso, uma vez que tenho vindo a canalizar outras entidades, cujas transmissões deram, inclusivamente, origem a livros. Por isso, apesar de a palavra “KRYON” surgir na capa, é claro que não estou a assumir-me como um dos nove canais, porque as coordenadas da cidade onde moro (Lisboa) não constam da revelação de KRYONKRYON não é uma entidade, mas um grupo. Portanto, creio que tenho estado a canalizar um elemento do Grupo Kryon… que se apresenta como Kryon! Mas, bem vistas as coisas, qual é a diferença? Será que quem alimenta estas polémicas ainda está sensível à energia da inveja e gosta de semear divergências? Mais importante é o conteúdo da canalização ou o nome da entidade que a transmite? Quem perde tempo com estas questões está, talvez sem se aperceber, a pôr a forma à frente do conteúdo e a manifestar-se de uma forma contrária àquela que pretende ser. Mas, o que é a contradição e a falta de coerência? São atributos nefastos daquela sociedade da qual esses Trabalhadores da Luz dizem que pretendem sair… através da ascensão! Sinceramente, não creio que o consigam por esta via, já que esse tipo de atitude demonstra uma taxa de subdesenvolvimento espiritual característica de um coração fechado. Ora, nesta altura, todos os Trabalhadores de Luz já deviam saber que um coração aberto (um centro cardíaco purificado) é a condição essencial para elevar o grau de consciência e abrir as portas da ascensão.

2) A segunda questão levantada pela afirmação acima transcrita, pode levar-nos a duvidar daqueles (muitos!) que se apresentam, com mais ou menos projecção, como canais de Kryon. Mas, cuidado com avaliações precipitadas. Vejamos a resposta de KRYON a uma pergunta, retirada do Livro 7:

Pergunta: “Querido Kryon: Em 1990, no nosso grupo espiritual, canalizei uma entidade que se deu a conhecer como Kryon. Nesse momento, nunca tinha ouvido falar de si. (…) Não voltei a canalizar esta entidade. Recebi informação de outros canais, mas não de Kryon. Afinal, o que foi essa canalização?
Qual o seu significado?”

Resposta: Realmente, você validou a sua própria experiência; nunca tinha ouvido falar da minha energia e, ainda assim, chamou-a correctamente! (…) Foi real? Sim. Foi Kryon? Foi. Todos podem “ingressar” ocasionalmente na energia de Kryon, e até vos incentivamos a que o façam. Foi o que se passou consigo. Adoramos quando isso ocorre, e respeitamos e valorizamos esse lapso de tempo que passamos convosco. Repetimos aqui que o facto de sermos Família valida a experiência. Festejem connosco, cada vez que aconteça.

O quê?... KRYON diz que todos podem “ingressar” ocasionalmente na energia de Kryon, e até vos incentivamos a que o façam? Então, onde vai parar a“exclusividade”?
O quê?... KRYON atreve-se a dizer que Adoramos quando isso ocorre e respeitamos e valorizamos esse lapso de tempo que passamos convosco?
Bom, já que se trata de uma entidade de Luz… KRYON toma a atitude natural dos Seres de Luz: respeita-nos e valoriza-nos. Numa palavra: ama-nos. Contudo, parece haver Humanos, que se dizem Trabalhadores da Luz, que, pelos, vistos, acham de deveria ser de outra maneira. Estão no seu direito.

Gostaria de terminar com um excerto que, de alguma forma, resume a mensagem profundamente amorosa, de milhares de páginas, de KRYON para os Humanos. Mais uma vez, é a resposta a uma pergunta colocada por um Trabalhador da Luz cheio de dúvidas:

Pergunta: O que se espera que devo fazer? Kryon, qual é a minha parte em tudo isto?

Resposta: Dar-vos-ei a informação que não mudou desde o começo das nossas canalizações. Cuidem de vocês mesmos. Esse é o nosso pedido. Se um de vocês mudar, muitos outros mudarão. Estão a entender?
Se um de vocês mudar, muitos outros mudarão! Não importa o que pensam sobre o
que está a acontecer nas vossas vidas, e na Terra; o Plano é muito mais grandioso! Aquilo que fazem é muito importante. (…) Continuem. Elevem a vossa própria vibração. (…)

Caro Trabalhador da Luz:

O meu objectivo ao escrever estas páginas foi, precisamente, contribuir para que todos possamos trabalhar mais profundamente a nossa Luz, para passarmos a ser mais coerentes. É o que, escrevendo, posso fazer para ajudar a acabar com as discussões, eliminar invejas, cancelar maledicências e travar os confrontos de ego. Não pense que os nossos Amigos Mais Leves extradimensionais nos dirão que algumas das nossas atitudes estão a dificultar a nossa própria ascensão. Essa vigilância é uma tarefa que nos cabe individualmente, vigiando as nossas acções para passarmos a agir de acordo com as nossas crenças. Creio que “eles” não nos facilitarão a vida em relação a essa tarefa. Sabe porquê? Porque essa é a lição principal da nossa aprendizagem na Terra!

Com o coração cheio de amor por todos os que lerão estas palavras, sou Vitorino de Sousa.

Cascais, Portugal, 4 de Janeiro de 2006.

www.velatropa.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails