((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

ANAEL - 04-11-2009 - AUTRES DIMENSIONS

ANAEL - 04-11-2009 - AUTRES DIMENSIONS

DO SITE AUTRES DIMENSIONS


Questão: qual é a ligação entre os 4 elementos representados pelos Hayoth Hakodesh, os 4 Vivos, as 4 linhagens e os 24 Anciões?
O laço está nos números.
A manifestação Dimensional e a Criação de Dimensões se faz desde a noção da Fonte.

A Fonte é a origem e o fim de todas as coisas, ela é Una.
Vocês são assim nomeados «Filhos da lei do Um» e «Filhos da Fonte».

A Fonte Una, Pai/Mãe precisa penetrar o conjunto de Dimensões criadas.
É necessário, para isso, conservar a imagem da Fonte quando dessas diferentes transformações desta Fonte nas Dimensões.

Então a Consciência da Fonte vai desposar uma Dimensão, há necessidade de obter uma imagem, como uma imagem ao espelho. Isso corresponderia, em seus computadores, a uma memória, uma salvaguarda, correspondente ao Arcanjo Metatron.

A Fonte Una vai se realizar nesta imagem e na polarização, em Fonte Pai e em Fonte Mãe.
Vocês têm, aqui, a imagem da Primeira Trindade.

Em seguida, esse ciclo deve estender-se e se estende através de números, nas Dimensões.
Assim, em cada dimensão e na complexificação das dimensões, vocês têm, progressivamente e à medida da descida nas Dimensões as mais afastadas da Fonte, uma compatibilidade que se faz ao inverso.

Assim, depois de três, vem o quatro.
Os 4 são os 4 pilares existente em todas as dimensões e que permitem a densificação da Dimensão correspondente que foi criada.

Os 4 Vivos são então aqueles que sustentam a Fonte em seu deslocamento e manifestação.
Em seguida, depois do 4 vem o 5.
O 5 é o movimento que vai gerar o impulso Criador.
E assim por diante.

Assim, o que vocês chamam em sua Dimensão os 4 elementos corresponde a uma divisão extremamente afastada daqueles que são chamados os 4 Vivos. Do mesmo modo, o deslocamento de sua Semente de Estrela, nesta Dimensão e nos multiuniversos e nas multidimensões se acompanha de 4 Linhagens.

Essas 4 linhagens estão religadas diretamente aos 4 Vivos.
Do mesmo modo como os 4 Vivos (ou 4 Hayoth Ha Kodesh) correspondem ao que vocês chamam, mesmo de sua natureza, os elementos ou os orientes, que dá no mesmo.

Toda forma de Consciência planetária, forma de Consciência, Sementes de Estrelas (como vocês), Centro de Consciência planetária, evolui numa determinação ligada a esses 4 elementos ou a esses 4 orientes, quaisquer que sejam as dimensões.

Assim, sua Consciência é apoiada, no sentido nobre, por 4 Linhagens.
No que diz respeito aos 24 Anciões, ou os 24 Senhores do Carma, ou ainda os 24 Melquisedeques, eles são agrupados pela origem.

Sua origem e sua função está ligada a um dos 4 pilares.
São então reagrupados em 6, em relação direta e em apoio direto com os 4 Vivos.
A Consciência Unificada manifestando-se nas Dimensões Unificadas (cuja mais próxima é a 5ª), está relacionada com um hexágono. O hexágono é a Consciência Unificada manifestando-se nos 24 Anciões.

Cada hexágono possui um certo número de frequências Vibratórias que estão religadas ao 6 e ao 4. A estrutura hexagonal é a forma a mais perfeita, depois do triângulo e depois das rondas ou as rodas correspondentes aos 4 Vivos, estender, com Harmonia e com Lucidez, o que chamamos Dimensões.

Questão: poderia desenvolver sobre as 4 Linhagens e quais são as minhas?
Elas são elementos que apoiam seu deslocamento nos multiuniversos e multidimensões, em sua Dimensão de sua Semente de Estrela não separada.
Não me é permitido desenvolver sobre suas linhagens.

Questão: o que motiva a revelação da Linhagem?
A evolução da Consciência e o retorno à Unidade.

Questão: como se prepara a fusão entre corpo de personalidade e corpo de Existência?
Nesta Dimensão há transfiguração da aura ou dos corpos sutis.
Do mesmo modo que o etérico passando do azul ao branco significa uma preparação a esta transformação e a esta recepção.

Do mesmo modo que a aura branca que desce ou a Luz branca descendo, evoca inevitavelmente a aproximação da dimensão da Existência de sua personalidade.

Questão: querer entrar conscientemente na Existência basta?
Absolutamente não.

Questão: o que pode representar as travas ou impedir tudo isso?
O fato de querer. A Existência corresponde à manifestação da Luz Vibral em sua personalidade. A condição absoluta corresponde ao abandono.

Questão: e o que acontece em caso de impossibilidade de abandono?
Bem, simplesmente, a Existência é adiada para mais tarde, em um outro espaço e em outro tempo.

Questão: qual é o sentido espiritual de ser uma alma que viajou muito nesta Vida?
Bem amada, certas almas viajam, outras permanecem no mesmo lugar durante toda sua vida, isso é um caminho diferente.

Entretanto, como você sabe, todos os caminhos levam a Roma, ou seja, para a viagem interior.
Então, alguns viajam exteriormente, para se tranquilizarem, outros viajam exteriormente porque isso é sua missão e outros, enfim, não viajam. Há simplesmente, aí, polaridades de almas e de caminhos diferentes.

Não há sentido ou explicação outra além desta.
Entretanto, é preciso bem compreender que as peregrinações exteriores, quaisquer que sejam os lugares ou as pessoas que você encontra, apenas retardam sua peregrinação interior.

Há apenas que, quando o Ser está saturado dessas peregrinações exteriores, ele decide enfim voltar-se para a peregrinação interior. Alguns têm necessidade de encontrar muitos lugares ou muitas pessoas e outros não têm necessidade de encontrar ninguém para se encontrarem no interior deles mesmos.

Toda peregrinação exterior, mesmo se lhe traz uma safisfação, conduzirá, em definitivo e no final de sua jornada Terrestre, a esta noção. Qual o sentido? Aquele de ter escapado de sua peregrinação interior.

Questão: o destacamento da família próxima é necessário para o acesso à Existência?
De forma alguma, não é preciso absolutamente fazer uma regra geral ou uma conduta geral.
Alguns Seres podem com efeito encontrar a Existência em sua família, na condição que essas relações ali sejam estabelecidas e sejam totalmente livres e não estejam marcadas de poder ou ascendência exagerada sobre seu caminho.

Para alguns outros Seres, ao contrário, pode ser necessário afastar-se, sobre o plano Vibratório, do que os submete a patologias transgeracionais, familiares ou então a lutas de poder que diria intensas.

Questão: é justo manter laços familiares mesmo se eles geram a Alegria?
Bem amada, se há um sentimento de leveza e um Amor sentido, então, por que privar-se?
No que isso afastaria ou aproximaria da Existência? Isso não concerne, de todo modo, à Existência, dado que a Existência não está ligada a laços, a lembranças ou a memórias.

A Existência é liberação total mas, entretanto, não é proibido que se coloquem numa Alegria ou numa aproximação da Existência. Eu os recordo que a Existência é uma viagem interior, nada tendo a ver com os laços, com as pessoas. É uma viagem ao centro de vocês mesmos e nenhuma outra.

E essa viagem ao centro de vocês mesmos se faz sem qualquer referência ao passado, sem qualquer referência a um laço, sem qualquer referência a um lugar.

Nada existe que possa aproximá-los da Existência senão ir para seu centro.
Todo o resto os afasta, mesmo se isso possa ser uma predisposição positiva.
Mas, entretanto, essa não é a viagem interior. Isso é o hábito do humano de sempre procurar no exterior uma Fonte de contentamento, mas, como vocês experimentaram, todos, as fontes de contentamento exterior não duram jamais.

E mesmo quando duram toda uma vida, elas não voltariam em outras vidas, e vocês estariam, entretanto, sempre aí. O hábito do Ser humano é sempre procurar um complemento ou uma sedução no exterior de si (qualquer que seja este exterior) porque, obviamente, jamais lhe vem a idéia de que a Fonte de sua completude é você mesmo, no interior de você mesmo.

Então, vocês vagueiam, de corpo em corpo, de cidade em cidade, de país em país, de experiência em experiência, de pesquisas espirituais em outras pesquisas espirituais; vocês se extraviam e se afastam e têm a impressão, no entanto, de se aproximar.

Assim vai a humanidade nesta dualidade.

Questão: é imporante conhecer o laço que nos une às almas com as quais compartilhamos muitas emoções?
Por que querem, sempre e a todo custo, encontrar laços, ressonâncias no passado, nas memórias, nas histórias? Isso pode durar eternamente. Vocês poderiam reencontrar Cristo, em pessoa, se estivesse encarnado, a emoção poderia ser fantástica e, entretanto, isso poderia aproximá-los de sua Unidade? Não.

A emoção os afasta da Unidade.
O objetivo não é o mesmo.
O objetivo da emoção é prosseguir a ação/reação eis que a emoção, por si, é reação, qualquer que ela seja.

Seja ela a mais bela e a mais positiva possível, ela não participa de forma alguma da Unidade.
Entretanto, vocês são livres de vagar de país em país, de encontros em encontros, de encontros de almas em encontros de almas, de experiências em experiências, dado que isso faz parte de seu livre arbítrio. Mas, entretanto, não venham nos acusar de não acessar sua Existência.

Questão: o acesso à Existência é simplesmente saber abandonar o Coração à Luz?
A questão é ambígua. Ela necessita ser reformulada.
O que quer dizer abandonar o Coração? O problema não é abandonar seu Coração ou dar seu Coração. A palavra precisa é: abandonar-se.

Abandonar-se não faz distinção entre o Coração, o corpo, o Espírito, o mental, a emoção ou outra coisa. É um ato. O ato do abandono concerne à totalidade de sua Consciência e não uma parte de seu corpo ou de seu Coração ou de sua intenção.

Questão: como estar certo que um contato com uma entidade participa da Unidade?
Isso eu não tenho meios de responder.
O problema sendo que, quando você entra em contato com uma Entidade (qualquer que seja seu nome (uma entidade pode dar o nome que ela quiser), se você mesmo não está na Unidade, se você mesmo não está aberto ao nível de certas esferas de comunicação, como pode estar certo de que contata é bem o que é anunciado, além mesmo da noção de Unidade e de dualidade?

É o bastante ouvir uma voz para que você diga que ela se chama assim, para acreditar?
Existem coisas muito simples, antes mesmo de estar na Existência e que lhe é preciso compreender, porque são regras gerais e absolutas: a partir do momento em que você estabelece um contato, qualquer que seja (quer seja com sua avó falecida há 2 anos, quer seja com uma Entidade, qualquer que ela seja), você não tem qualquer meio de saber se as palavras ditas são certas, mesmo se forem verdadeiras.

A única diferença se faz ao nível Vibratório.
Uma Entidade dita da Luz (quer seja um desencarnado que atingiu certos estados, como a vó morta há 2 anos, quer seja uma Entidade do Intraterra, quer seja um Entidade dita solar) manifesta-se a você, qualquer que seja a maneira pela qual o faz, trazendo-lhe energia e a Luz.

A Entidade dita da Sombra ou da dualidade, como você, que se manifesta a você, o arrancará da energia e da Consciência. Qualquer que seja a Verdade do que é dito, a única diferença está nesse nível.

Assim, depois de um contato (que ele seja telepático ou pelo que vocês chamam canalização, por contato de Coração a Coração, ou chamado de outro modo), a resultante não está na verdade do que é dito ou anunciado mas no aporte energético ou a subtração energética, ou de Consciência, que resulta.

Questão: Seres poderiam trazer energia mesmo estando na dualidade?
Não, porque os Seres que se encontram na dualidade manifestam-se a vocês arrancando-os da Consciência e da energia. Não pode ser de outro modo.

Compreenda bem que os contatos estabelecidos com as Entidades que vêm de Dimensões Unificadas se faz por um aporte vibratório de Consciênia e de Unidade, enquanto que o contato com uma Entidade participante da dualidade (ou a dimensões inferiores à sua) apenas pode se fazer com sua dependência.

As Entidades, mesmo da dualidade, podem dizer coisas completamente verdadeiras, mas elas lhes dizem coisas verdadeiras para manter um laço. A Entidade da Luz, da Unidade, não mantém laço, ela está na relação Una.

Ela não está numa relação, mesmo para um Guardião ou um Anjo Guardião.

Questão: é possível estar em contato com um Elohim ou isso é ilusão?
Não, é completamente possível ter um contato com um Elohim, do mesmo modo que é completamente possível ter um contato com a Fonte.

Diria mesmo que é muito mais fácil ter um contato com a Fonte ou um Elohim que com uma Entidade da parte inferior astral dado que, hoje, as Entidade do baixo astral são muito mais dificilmente contatáveis, digamos.

Questão: hoje, os reequilíbrios geobiológicos são também de competência da dualidade?
Isso depende do ponto de vista.
No entanto, é necessário compreender que uma alma humana em encarnação que se reencontra num lugar poluído corresponde a um princípio de ressonância e de atração. Como dizer… existe, a nível dos lugares, uma ressonância e uma atração como a nível das Consciências.

Assim, uma pessoa que tem uma falha geobiológica dentro de si ligada à mãe, vai reencontrar-se numa casa necessariamente alterada. Assim por conseguinte, pode ser completamente possível reequilibrar, como vocês dizem, a energia num lugar mas, no entanto, que se torna a pessoa que tem sempre esta falha?

Assim, não posso dizer que não é necessário reequilibrar um lugar, não posso dizer que não é necessário tratar de tal doença mas digo simplesmente que esta diligência não os põe em Unidade e os mantém em dualidade.

É evidente que, a partir do momento em que uma pessoa manifesta um desequilíbrio ou uma patologia que chama geobiológica, é que existe, nela, de maneira inicial, uma predisposição a reencontrarem-se neste lugar e, em segundo lugar, uma outra predisposição que deve sofrer neste lugar.

Então, obviamente, pode corrigir o lugar desta pessoa mas, no entanto, você não terá corrigido a própria pessoa. Reequilibrar um lugar ou uma pessoa é, já, considerar que está doente.

Quando vocês mesmos estão na Unidade, como podem considerar que um lugar ou que uma pessoa esteja doente? Se uma pessoa lhes pede para intervir sobre ela ou sobre um lugar, assim, é que têm, em vocês, a ressonância que permite este pedido.

Estando o mais puro possível, ainda na vida dual, e pedem-lhes uma ajuda, qualquer que seja aliás, vocé é chamado a responder, quer aquilo refira-se a um membro da sua família que faz um pedido específico, quer esteja num papel de terapeuta.

Obviamente, há não obrigação, mas princípio de ressonância porque, se lhe pedem uma ajuda, é que aquilo corresponde necessariamente a algo que pode empreender. O que não quer dizer que deve empreendê-lo, tudo depende do seu ponto de vista.

No entanto, chamo a sua atenção para o fato que intervir sobre um princípio ligado a um desequilíbrio, qualquer que seja, o afasta de sua Unidade.

O princípio da Unidade é ação.
A ação é ligada a sua irradiação e não a uma vontade qualquer, a partir do momento em que você está vibrando suficientemente. Tomem o exemplo de alguns seres que percorrem sua Terra, hoje, e que vocês qualificam Seres Despertados ou Realizados, que têm uma certa notoriedade. Imaginemos que esses Seres cheguem a um lugar que esteja poluído, vocês acreditam que sua Vibração de Consciência não seja superior à poluição existente no lugar, qualquer que seja esta poluição?

A Consciência humana, quando se desperta, está bem além de todas as poluições existentes.
Assim, portanto, a correção de uma anomalia, qualquer que seja, passa necessariamente por um princípio de causalidade e portanto por um princípio de dualidade. Não quero dizer aí que nada seja preciso fazer, eu quero dizer com isso que é preciso se questionar no sentido da intervenção que lhe é pedida e à qual você responde ou não.

Hoje, mais que jamais, você está a caminho, se o deseja, para a Soberania.
Todos os modos de funcionamento que vocês conheceram até o presente, vindos da lei de causa e efeito (ou ação /reação, ou da dualidade, pouco importando os nomes que dão), estão se dissolvendo, literalmente.

Seria ilusório acreditar que, vivendo em um lugar Santo você vai se tornar Santo.
É ilusório crer que comendo são, você se tornará são. É ilusório crer que pedindo pela Unidade, você se tornará Unitário.

Questão: em geobiologia, a relação entre filho e mãe se refere também à Mãe divina?
A casa é matéria, ela é mãe inferior e não Mãe do alto.

Questão : em que Yod He Yahve participa da dualidade?
O que você chama Yahve, o que chamamos Deus, é o princípio endeusado, Criador desta Dimensão, chamado também Arconte. Yahvé é o Deus vingador, é também o Diabo, o separador e divisor, aquele que mantém a dualidade.

Ele os seduziu fazendo-os crer que, se você adere a seus preceitos, você irá encontrar a liberação e a paz. Isso não pode ser possível. O conjunto da Humanidade foi submetido a isso, sem exceção.
O conhecimento que lhes é revelado, desde muito pouco tempo, concernente à origem da Fonte e a diferença essencial entre a Fonte Una e o endeusamento é extremanente recente nas Consciências.

Isso não seria possível antes de concebê-lo e ainda menos vivê-lo e vibrá-lo.
Entretanto, em breve, durante o período que vocês vivem, que é Revelação, tudo isso aparecer-lhes-á cada vez mais claramente. Não há justificação. Entretanto, a partir do momento em que você entrar na Existência e em que você tiver a possibilidade de viver em Unidade algumas experiências, isso parecerá como inegável e inexorável.

Assim, alguns Seres que terminaram seu caminho Terrestre no final do século 20 atrairam a atenção sobre isso. Eles não pertenceram a movimentos chamados religiosos ou espirituais ou a correntes filosóficas. Bem ao contrário, eles foram pensadores livres, que viveram algumas experiências que os conduziram a viver, sem poder se afirmar a esta época, como a falsificação era total em seu mundo.

Hoje isso se descobre por um grande número de Seres humanos.

Questão: no entanto, alguns cantos hebraicos são muito vibrantes. Como é possível?
Não duvido que sejam vibrantes.
A Vibração da Unidade, a Vibração da Luz Vibral nada tem a ver com a vibração a mais elevada da dualidade.

Não estamos no mesmo registro, na mesma gama de frequências, para simplificar.
Em um caso, você é fechado nesse mundo. No outro caso, você sai desse mundo.
Então, querem manter este mundo ou querem sair?

Podemos completamente compreender e aceitar que um número importante de Seres humanos, o que é o caso de outros lugares à hora presente, não queiram absolutamente sair da sua prisão nem da sua gaiola porque sentem-se bem; têm necessidade de ir mais adiante na experiência. Então, se grande bem lhes faz, continuarão.

Vocês não podem pretender encontrar a liberação, não podem pretender encontrar a Unidade, e manter a dualidade. Deus é o mesmo complexo Vibratório que o Diabo.

Isso pode parecer difícil admitir e integrar. Isso faz parte do princípio de liberação.
Quando você vibrar a Vibração Unitária da Luz, quando penetrar na Presença da Alegria, mesmo em sua personalidade, ou então quando tiver a ocasião de viajar no corpo de Existência, dar-se-á conta da ilusão deste mundo e juntar-se-á ao que disseram os maiores Sábios: que este mundo era ilusão.

Tudo o que é criado neste mundo participa da ilusão.
Então, obviamente, não é necessário dizer isso a um artista que cria algo visível e tangível.
Mas o visível e o tangível que tem, nesta Dimensão, é apenas um mundo de ilusão que é apenas o pálido reflexo da Luz autêntica. Mas, uma vez mais, como sempre lhe dizemos, vocês são totalmente livres de permanecerem em sua prisão, se tal é o vosso desejo.

Questão: tudo o que aprendemos, em particular nas escolas esotéricas, de nada serve?
Aquilo serviu para fazer-lhes sua própria experiência da ilusão e você participa disto desde milhares de anos. Alguns entre vocês percorreram o conjunto de ritos iniciáticos dos supostos liberadores que existem nesta Humanidade e no entanto vocês continuam aí.

Assim como disse, a experiência e as experiências que efetuaram, as escolas iniciáticas que seguiram, as viagens que fizeram, as manifestações que criaram, tinham apenas só um objetivo: prepará-los para viver o que vivem agora.

Uma vez mais, não há a dizer “isto foi inútil”, não há a dizer “isto é um erro”. Isto faz parte do que fizeram até agora. Mas podem continuar a jogar o jogo da ilusão, tanto tempo quando lhes agrade.

Questão: por que os santos foram tomados nos combates?
Porque aquela era a época do combate.
Naquele momento, não havia acesso possível à Unidade, mantendo a encarnação.
Os que encontraram a Unidade, em sua vida, foram extraídos desta dualidade, foram deleitados e sairam desta Dimensão.

Assim há personagens históricos que já tenho nomeado, assim foram Imortais que criaram corpos mas que não puderam se manter nesta Dimensão mais de uma dezena de anos. No entanto, foi necessário que certos Seres sacrificassem e evoluissem na Luz, manifestando ao mesmo tempo a dualidade.

Assim foi para aqueles que chamam Santos. Estando na Luz, e obrigados a aderir um princípio de dualidade, obviamente, combateram. Hoje, aquilo é terminado. Não é necessário perder de vista que vocês estão no que chamamos fim dos Tempos, no Apocalipse, que não é um tempo linear, que não é um tempo habitual.

Questão: você disse que o feito de um artista releva também ilusão, mas isso traz...
O que não compreende, é que tudo participa da ilusão, sem exceção, nesta Dimensão.
É isso que devem compreender, integrar, digerir e evacuar.
Este mundo é uma ilusão, você é uma ilusão.
Deve cessar de crer que vive.
Deve cessar de se acreditar eterno.

Você está num mundo limitado.
Está numa ilusão que não deveria, talvez, jamais ter existido.

Não me cabe julgá-lo ou pronunciar-me.
No entanto, hoje, lhe é proposta uma saída desta ilusão.
Não há nada a compreender, há a viver fora da gaiola ou permanecer na gaiola.

A gaiola é uma ilusão, você criou as suas próprias barreiras.
Na sua prisão pode criar, obviamente, a beleza, mas, no entanto, a beleza o faz sair da gaiola?

Questão: apesar de tudo, isso não contribui para a elevação?
Você pode elevar-se quanto queira, permanecerá prisioneiro nesta prisão.
A prisão tem vários andares mas não sairá da prisão.

Aí também, trata-se de uma ilusão que os fez crer que elevando-se, sairiam de sua prisão.

O objetivo de qualquer Ser humano desta Terra (ou pelo menos dos que se interessam com sua evolução) tem bem por objetivo, parece-me, pôr termo às reencarnações. Fizeram-lhes acreditar, e vocês aderiram ao princípio, que basta fazer o bem para sair de sua ilusão. E bem, isso é estritamente falso.

________________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.

Versão do francês : Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com


P.D.A - http://portaldosanjos.ning.com
C.R.A - http://a-casa-real-de-avyon.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails