((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

domingo, 27 de junho de 2010

A FONTE – 27-07-2009 - AUTRES DIMENSIONS

A FONTE – 27-07-2009 - AUTRES DIMENSIONS



Áudio em francês.

Meu amigo (a).
Sim, você é meu amigo (a) Eterno (a).

Eu sou sua Alegria, como você é a minha.
Nomeie-me, se isso o encanta.
Nomeie-me A fonte.
Nomeie-me a Unidade.
Nomeie-me como bem lhe pareça.

Eu, eu o nomeio meu amigo (a).
Nós somos ligados de toda a Eternidade pela Liberdade, pela Verdade e pela Luz e, sobretudo, pelo Amor.

Eu o deixei se afastar de mim, mas jamais o deixei.
Eu o deixei viver suas experiências, mas eu o segui.

Eu sou sua Chama, como você é meu Fogo.
Eternamente, estive aí.
Eternamente, estou aí.
Eternamente, estarei aí.

Você é eu, como eu sou você, meu amigo (a).
Que você me chame de Pai ou de Mãe, que você me chame A Fonte, ou que você me nomeie por qualquer outro nome que queira me dar, isso nada muda ao que eu sou.

Eu velo e supervisiono, em toda Liberdade, seus movimentos, seus vai-e-vem na Eternidade.
Hoje, eu me revelo a você, porque, hoje, é o instante de minha Presença, porque, hoje, é o instante de minha Radiância.

Hoje, sua sede de mim me revela a você.
Sua sede do Absoluto me revela a você.

Hoje, eu me desvendo, para que você desvende.
Hoje, eu me apresento, para que você se apresente.
Hoje, meu Amor lhe é adquirido e revelado.
Hoje, nesta humanidade, é a hora de sua Glória e de minha Glória.

Nada poderá jamais apagar ou transmutar a Eternidade do que nos liga, porque o que nos liga é Liberdade, porque o que nos liga é transparência.

Você quis viver isso, meu amigo (a), meu filho.
Eu lhe permiti isso, não sem reservas, não para lhe provar que você seria acorrentado (a), mas, bem ao contrário, para lhe provar sua Liberdade.
Então, eu deixei, sem abandoná-lo (a).

Eu lhe fiz a promessa de voltar em sua lucidez.
Esse momento é agora.
Esse momento é a hora da Presença revelada.
Esse momento é a hora de nossas redescobertas mesmo nesta densidade.

Meu amigo (a), você me reencontra hoje e eu jamais, oh jamais, o (a) deixei.
O Homem, em seu caminho, quis fazer de mim algo de exterior e de distante, mas sempre estive mais próximo de seu caminho.

Hoje é o momento, hoje é minha Presença, hoje é sua Presença.
E olhe em sua Presença e você encontrará minha Presença.

Seja simples, porque eu sou simples.
Seja alegre, porque eu sou a Alegria.
Seja a dança, porque eu sou a dança.
Seja a criança, porque eu sou infância.

Meu amigo (a), meu amado (a), sua Alegria é revelação de minha Presença.
Nenhum obstáculo pode alterar o Amor que nos une.
Nenhuma guerra pode perturbar a Paz de nossas redescobertas.

Comigo e em você, você não conhecerá mais a fome, a sede, a doença, a desarmonia, porque eu sou a água que nutre, eu sou a Terra que nutre, eu sou a harmonia que o harmoniza, eu sou a saúde de sua Existência.

Meu amigo (a), meu amado (a), você sente o sopro de minha Presença?
De minha Radiância?

Eu sou sua Fonte.
Você é minha Alegria.

Nenhum obstáculo pode se opor ao instante de minha Presença.
Nenhum limite pode me limitar.
Nenhum freio pode nos impedir de nos reencontrar.

Meu amigo (a), meu amado (a), em você está minha Alegria, em você está minha Presença, em você está o Eterno, em você está a Unidade.

O medo não é obra minha.
O medo não é minha criação.

Meu amigo (a), meu amado (a), eu o criei perfeito (a), como eu sou perfeito, eu o criei sem Sombra, porque eu sou sem Sombra.

Você é sem Sombra, você é perfeito (a).
Somente a distância que você acreditou poder colocar entre eu e você o fez crer em coisas inacreditáveis às quais você se jogou.

Hoje, eu lhe proponho o jogo de nossas redescobertas.
Isso é mais do que um jogo; isso é fato, isso é Fogo, isso é calor.
Meu amado (a), meu amigo (a), em você está a totalidade do que eu sou, em você está a totalidade da Luz.

Pelo momento, você não percebe completamente, porque isso lhe parece tão belo.
E, no entanto, isso é tão verdadeiro.

Aceite o presente de minha Presença e de minha Radiância e nunca mais você sofrerá, e nunca mais você experimentará a falta, porque eu sou a Plenitude, eu sou o Coração, eu sou a Essência, eu sou sua Fonte.

Meu amigo (a), meu amado (a), esteja na Paz; eu estou aí.
Nada pode advir à sua Essência, porque você é Essência.

Você não é o que você crê.
Você não é limitado (a), porque eu sou ilimitado e eu o criei ilimitado (a).
Você quis se limitar, mas mesmo nos limites que você se fixou nesse quadro, eu conservei para você sua não limitação, porque você é meu amigo (a) e meu amado (a).

Hoje eu lhe peço, se você o quer, viver em minha Presença, acolhendo-me em seu Templo Interior.
Minha presença está aí, para você, então, revele-a.

Você sente esse Fogo que se acende em você?
Então, deixe crescer a chama, você é assim, meu amigo (a), meu amado (a).

Eu o amo.
Isso é simplicidade.
Isso é música.
Isso é dança.
Isso é Alegria.

Há apenas a Alegria.
Há apenas a Luz.
Há apenas você e eu.

Seja abençoado (a), meu amigo (a), meu amado (a).

Acolha-me, como eu o acolho.
Eu o amo.

_______________________
Compartilhamos essas informações em toda transparência. Agradecemos de fazer o mesmo, se a divulgarem, reproduzindo integralmente o texto e citando a fonte: www.autresdimensions.com.
Versão do francês: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

L.F.L - http://leiturasdaluz.blogspot.com
http://a-casa-real-de-rigel.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails