((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

segunda-feira, 28 de junho de 2010

ANAEL - 06-10-2009 - AUTRES DIEMNSIONS

ANAEL - 06-10-2009 - AUTRES DIEMNSIONS



Áudio da Mensagem em Português

Link para download: clique aqui

Bem amados, eu volto para vocês, a fim de ajudá-los a melhor apreender a função essencial do Arcanjo Miguel em sua Humanidade e sua Criação.

Como o sabem, estamos reunidos em Conclave desde o início de seu ano Terrestre.

Nossa função corresponde à intervenção no momento em que uma Criação se faz e no momento em que uma Criação se desfaz para asceder a uma outra Criação.

Nós estamos, nesta dimensão, reunidos em sete e constituimos uma energia Unificada que transmitimos, a nosso turno, a uma entidade chamada Central.

É preciso que compreendam, agora, e assimilem (além da Vibração própria do Arcanjo Miguel, da Radiação do Ultravioleta, que inúmeros de vocês perceberam, receberam, e provaram, durante este período), sobre o plano espiritual, quem é Miguel.

Miguel é um Arcanjo.

Como todos os Arcanjos, ele pertence à 18ª dimensão, ele pertence a uma linhagem, como eu, chamada não evolutiva porque fixada, nesta dimensão, num sentido do Serviço absoluto à Fonte.

Assim, portanto, e assim como eu o disse, nós jamais falhamos.
Nós servimos, de maneira indefectivel, há eons e eons, as Humanidades e as dimensões, transmitindo a Fonte em suas diferentes composições.

Um outro Arcanjo é específico (mas eu dele falarei, se quiserem, em um outro momento) que é o Arcanjo Metatron que, ele, não vem da 18ª dimensão mas está mais próximo, como ele lhes dirá, da Fonte.

Estando mais próximo da Fonte, ele é seu representante.
A Fonte, tendo a capacidade de se dilatar ao infinito, ou de se contrair ao infinito, modifica sua expansão e sua contração.

A Fonte tem portanto necessidade de uma fiel testemunha que permaneça semelhante a ela, quaisquer que sejam os acontecimentos, quaisquer que sejam as modificações ocorridas em sua própria manifestação de consciência.

Assim, Metatron é o reflexo fiel da Fonte.
Não estando ele na capacidade de se contrair ou de se dilatar, ele persiste próximo à dimensão a mais elevada e permanece nesta Vibração.

Ele permite portanto ser, a seu turno, o canal para a Fonte, para ali voltar, a seu assento, o momento desejado. No que concerne ao Arcanjo Miguel, ele está presente, em inúmeras tradições, na superfície deste planeta.

Ele é aquele que é como Deus, MIKA-EL, ele está ligado a AL e a IM, ou seja, ao mistério, elevado. Ele está ligado, se querem, a esta noção de algo que eleva, que transcende e que retorna.

Assim, a missão de Miguel é, nesta Humanidade, específica.
É assimilada, e será cada vez mais assimilável, ao que chamaremos, se querem, o Espírito do Sol.
Ele está também, e de maneira um pouco menos convencional, associado ao Espírito do Cristo.

Por que?
Miguel se manifesta pelo Fogo. Ele se manifesta, se densifica, nos cometas que são uma de suas expressões.

Obviamente, Miguel está além do cometa mas sua Consciência pode interferir e se integrar nos elementos cometários, do mesmo modo que o príncipe Miguel é o que permite, realmente, a seu Sol, aquecer.

Cristo passou pelo Sol.
Miguel passou pelo Sol.
Nós empregamos às vezes e vocês empregam às vezes, em certas terminologias, a palavra Cristo-Miguel, simplesmente para ilustrar que duas das principais filiações de Cristo são Miguel.

Ele é portanto, ao nível de Cristo, dois pilares, dos quatro, em relação com o Fogo e a ignição, a capacidade de colocar o Fogo.

Este é o princípio de Cristo-Miguel.
Cristo, Miguel e Maria participam da nova Trindade, aquela que deve permitir acessar uma dimensão bem mais elevada e não dissociada da Fonte.

Assim é constituído um triângulo radiante de força chamada Cristo/Maria/Miguel.
A energia de Cristo, a energia do Mestre da Luz, se aproxima pouco a pouco e revelar-se-á, de maneira progressiva, a seu turno, enquanto a energia Metatrônica será ativada, totalmente, na superfície deste planeta.

No que concerne a Maria, como o sabem, nós lhes transmitimos nossos Selos e nossa Radiância.
Ela é portanto depositária e Mestra, de algum modo, do Plano e do desenvolvimento do Plano da Luz sobre esta Terra.

Cristo, Maria e enfim Miguel.
Miguel é, de algum modo, eu diria, o elemento central, o pivô que permite acender o Fogo, veicular, em vocês, a transformação ligada à Radiação do Ultravioleta que lhes permite, e já permitiui a inúmeros dentre vocês, despertar a dimensão do Coração.

Com relação ao Fogo do Amor, Cristo-Miguel representa, de algum modo, o Espírito total do Sol.
Eu os lembro que o Sol é uma Entidade consciente que é alimentada, em permanência, de maneira um pouco específica, pelo que chamei seus corpos de Estado de Ser ou corpos de Eternidade que estão, de algum modo, no Sol, e que esperam seu retorno.

Assim, Cristo, Miguel e Maria são os guardiões de seus corpos de Ressurreição.
Eles têm, a seu modo e de diferentes maneiras, vigiado para que jamais esses corpos de Eternidade sejam definitivamente cortados de sua densidade encarnada em seus corpos de personalidade.

Eles tiveram sucesso, em tempos extremamente remotos, em manter, em sua estrutura nesse corpo de personalidade e corpos sutis, o traço desta Divindade e a capacidade de religá-los a esta Divindade.

Isso foi chamado, na tradição oriental, Centelha Divina e Fagulha espiritual. A Centelha Divina é a ressonância que lhes permite religar, no sentido vibratório, a seu corpo de Estado de Ser que vocês devem reencontrar um dia e vocês estão nesse dia.

A missão de Miguel é portanto múltipla: ela é aquela que permite inicializar o processo do Fogo, em relação com o Amor e em relação com o retorno à sua Unidade de Estado de Ser.

Miguel é também aquele que inicia e dirige o Conclave Arcangélico permitindo, nesta dimensão, insuflar um novo espaço e uma nova dilatação do tempo, em relação com a retitude do tempo, ou seja, que o Arcanjo Miguel, por sua forma Micaélica arquetípica, ligada à 18ª dimensão, é capaz de acertar a Luz que foi falsificada e curvada pelas Entidades que não queriam mais estar ligadas à Fonte e que, sobretudo, não queriam que algumas Sementes de estrelas se aproximassem desse plano, deste universo, não pudessem retornar à Fonte.

Miguel é, portanto, a ligação.
Ele é como Deus, ele é aquele que elevou no mistério, ao mais próximo de Deus e que lhes mostra o caminho, permitindo-lhes se religarem a sua Unidade e a seu Estado de Ser.

Ele é portanto aquele que vai adoçar esse Fogo pelo Amor de Maria, pelo Amor da Criadora de suas dimensões físicas unificadas e não dissociadas que foram, depois, dissociadas por algumas intervenções chamadas exteriores, como o sabem.

Existe assim uma Fonte Una/Pai/Mãe que pode se duplicar ela mesma ao infinito e podendo investir, em Consciência, desde um grão de areia até um conjunto de Sóis.

Esta Fonte infinita Una/Pai/Mãe foi, a seu turno, copiada e imitada, para criar um princípio de dualidade mantendo-os nesta matriz.

Assim, a Fonte não é mais chamada a Fonte.
O Pai/ Mãe não é mais chamado Pai/Mãe mas foi chamada Deus/Diabo.
Há, nesse nível, uma Vibração ligada à dualidade mantendo-os, de maneira muito lógica, numa egrégora de distância, de separação e de medo.

Houve um Deus vingador, houve um Diabo que os perseguiu e que os impediu, assim dizendo, de retornar a Deus, pronunciando a palavra Deus, que era uma Vibração elevada, certamente a Vibração a mais alta nesta dualidade e que, entretanto, os fecha inexoravelmente na dualidade.

Assim como o sabem, Cristo, durante sua viagem Humana, jamais pronunciou essa palavra, qualquer que seja a língua.

Ele pronunciou uma palavra precisa que era Abba.
Ele sempre chamou a Entidade que o enviou como Fonte de tudo, Pai, e é realmente o pai que o enviou.

Quem era o Pai?
O Pai era a Fonte Una/Pai/Mãe.
Cristo nasceu por um princípio não biológico, natural.
Ele não veio, entretanto, de uma virgem, no sentido em que quis fazê-lo entender o que vocês chamam a igreja católica.

Entretanto, trata-se de uma Criação genética que foi realizada, de uma vez, com o DNA da Divina Maria, tendo tomado corpo naquele momento, associado a um DNA de origem extra-Humana que tinha as capacidades de vibrar sobre as dimensões do Amor universal e portanto ser religado, de maneira indefectível, à Fonte e, portanto, ao Pai.

Aquele que enviou Cristo, e que ele mesmo fez chamar Pai, corresponde a uma Entidade se manifestando, de maneira regular, desde a Criação da dissociação há 300.000 anos.

Ele é a única Entidade capaz, como Fonte, de materializar um corpo, de recuperá-lo à vontade.
Entretanto, ele não pode persistir, nesta dimensão, durante um longo tempo, sob pena de ser, ele também, cativo do que vocês chamam, do que nós chamamos, com vocês, esta matriz. Deus é apenas uma Ilusão e uma egrégora falsificada, situada nos planos mais elevados do mundo astral.

Assim, quando vocês chamam, em ressonância e em Vibração, ou em oração, a palavra Deus, vocês chamam, do mesmo modo, seu antagonista que é chamado Diabo. Trata-se, de fato, da mesma Entidade, elaborando o sistema de controle e se duplicando ela mesma a fim de colocá-los na dualidade e de manter o estado de dualidade.

A Fonte escapa desse condicionamento.
Cristo escapou desse condicionamento.

Assim, conectando-se àquele que se nomeou, a si mesmo, o Caminho, a Verdade e a Vida, vocês recolocarão em vocês uma filiação de Luz Autêntica, quaisquer que sejam suas linhagens espirituais, mesmo se elas nada têm a ver com o Arcanjo Miguel, ou com uma linhagem Argangélica. Vocês se entregarão na Vibração e na filiação daquele que foi enviado pelo Pai, e portanto a Fonte.

É preciso compreender e aceitar, e se vocês aceitam viver muito rápido a realidade, que a partir do momento em que, em Consciência, vocês oram ou apelam Deus, vocês chamam, do mesmo modo, a Entidade chamada Diabo e vocês entram num ciclo ligado às emoções e ligado à perseguição de seu mental que gira e que os mantêm nesta densidade.

Chamar a Cristo, não pela forma veiculada pelas igrejas, mas na Luz e na Verdade assim como lhes foi preconizado, permite-lhes religar, necessariamente, a Cristo e à Fonte e portanto evitar a dualidade, em relação com o que é chamado Deus e Diabo.

Deus não é a Verdade.
Deus é um arconte.
Deus é o que foi criado pelas Entidades querendo se cortar da Fonte.
Elas sabiam, entretanto, que o Ser Humano que estaria preso, por sua dimensão estelar, aderiria, sem dúvida e durante milênios, a esta noção de Deus Criador e Diabo separador.

Entretanto, essas duas Entidades são apenas os dois polos de uma mesma realidade que foi chamada, várias vezes, Satã, que estritamente nada tem a ver com o Arcanjo Lucifer.

É preciso compreender.
A igreja católica, os diferentes movimentos religiosos que associam Satã a Lúcifer, o fazem em total conhecimento de causa.

A missão de Miguel é portanto a de lhes render à sua filiação original, de lhes revelar, pelo Fogo do Amor, o que nada tem a ver com que quis chamar a igreja católica como o Fogo do inferno.

Compreendam bem que apenas existe um Fogo do inferno, é aquele da divisão ligada ao Diabo e a Deus. O Fogo do Amor é um Fogo que eleva, que transcende, que transforma e que purifica. Assim é a missão de Miguel: é a que torna, de algum modo, e segundo suas frases, a César o que é de César, devolver à Fonte o que é da Fonte e tornar à Fonte o que vem da Fonte, o que é seu caso, como Sementes de estrelas.

Assim, pela ação de Miguel, revela-se também a vocês, na Radiação do Ultravioleta e assim como vocês a cumpriram, desde o 30 de setembro, pela reunião da energia da Fonte e da energia Micaélica e da energia Mariana Autêntica, de se religarem a sua Unidade e à sua Verdade.

É assim que o véu se levanta.
É assim que esta matriz se dissolverá dela mesma, esta matriz que, a um dado momento, foi iniciada pelos Mestres geneticistas caídos que curvaram o espaço/tempo e que aprisionaram o DNA da Vida, os aprisionaram nesse mundo, criaram estruturas muito lógicas e muito hábeis tendo por nome Carma.

O Carma não é uma Criação da Fonte.
O Carma é uma Criação de Deus ou Diabo.
Vocês aderiram, constrangidos e forçados, a essas leis de evolução que, entretanto, lhes permitiram aumentar sua intensidade de Luz, mesmo se ela lhes era desconhecida.

O que quer dizer que ao termo desta experiência, quando a missão de Miguel e do Conclave tiver terminado, vocês compreenderão que deram um salto, em intensidade e em grandeza de Luz, permitindo-lhes, muito rapidamente, descomprimir, literalmente, seu corpo de Estado de Ser e de Eternidade, permitindo-lhes então realizar um salto vibratório, um salto dimensional, extremamente importante.

Assim, é preciso, entretanto, agradecer àqueles que lhes permitiram experimentar o sofrimento e a separação. Assim, vocês não devem se opor, nem a Deus, nem ao Diabo, mas agradecê-los do fundo da Fonte e pela Vontade da Fonte.

É assim que vocês dissolvem a Ilusão e não de outro modo.
É nesse sentido que lhes é solicitado voltarem-se para seu Ser Interior, de se voltarem para sua própria construção de Luz e não sobre a desconstrução da Ilusão, tal como o descreveu o Arcanjo Miguel.

O Arcanjo Miguel combate, ele combate não no sentido em que vocês entendem: ele irradia a Luz a fim de fazer cessar as franjas de interferência e as zonas de Sombra ligadas a esta matriz na qual vocês evoluiram.

É preciso, entretanto, compreender, coisa que não o compreenderam alguns administradores, em dados momentos da evolução, é que é impossível criar outra coisa além de uma Vida religada à Fonte.

Tudo o que não está ligado à Fonte não pode perdurar no tempo, no infinito dos tempos e no infinito da Consciência.

Isto é impossível.
Assim, sabemos que, um dia ou outro, o que alguns dentre vocês chamam maus rapazes, voltarão, eles também, à Luz.

Entretanto, a Fonte decidiu que esta experiência de mais de 320.000 anos de seu tempo terrestre não deve jamais se reproduzir. Assim, as dimensões dissociadas, embora tenham permitido um importante salto da Consciência evolutiva, não serão jamais reproduzidas como tal. Há portanto cessação de uma experiência, realizada há muito tempo, chamada 3ª dimensão dissociada.

As 3ªs dimensões poderão ser continuadas, poderão prosseguir, mas não dissociadas, ou seja, que os seres terão a possibilidade, como isso foi o caso no início de alguns reinos e de algumas civilizações, de conectar, literalmente, o corpo de Estado de Ser .

A missão de Miguel é, portanto, efetuar esse basculamento importante, da passagem da dualidade à Unidade, a dissolução de todas as crenças errôneas que conduziram suas vidas até agora.

Vocês devem fazer a aprendizagem, assim como o disse Miguel, da Unidade, através de sua Presença, desta Radiância e de nossa Radiância, se julgam bom de nos pedir, em relação a seu retorno à Unidade.

Vocês não podem, contrariamente ao que queriam lhes fazer crer algumas tradições e alguns movimentos espirituais, chegar, sozinhos, a isso.

Obviamente, a porta e a chave encontram-se em seu ser Interior, mas jamais qualquer ser Humano pode chegar à liberação sozinho.

Isso não foi possível senão para alguns grandes seres, particularmente escolhidos, particularmente formados para isso.

Vocês devem aceitar.
Entretanto, a chave encontra-se em seu ser Interior.
Assim como Maria o disse, assim como eu repeti e assim como Miguel o disse e dirá novamente, nós viemos aqui para lhes estender a mão, neste período de dissolução da Ilusão.

É preciso bem compreender que não haverá mais campo de experimentação neste universo e nesse Sistema Solar, da dualidade separada da Fonte.

Então, resta-lhes agora dar um passo para nós, a fim de que nós demos mil outros para vocês.
Basta-lhes cruzar a linha vermelha, de algum modo, que os separa da Unidade.
Isso necessita uma mudança radical de sua percepção das coisas.

Isso necessita uma mudança radical de seu modo de apreender a Vida, de modo inevitável, eu diria, nesta densidade, em termos de bem e mal. Vocês estão além do bem e do mal, porque vocês são, assim como dissemos, Sementes de estrelas.

Miguel veio, e nós vimos, para revelar sua dimensão de Sementes de estrelas e lhes fazer penetrar na verdadeira Trindade (ligada a Cristo, Maria e Miguel) que estritamente nada tem a ver com a Trindade chamada Deus/Pai, Filho, Santo Espírito.

Não esqueçam jamais que aqueles que os separaram, os atrairam nesta matriz, conhecem perfeitamente as leis da genética e as leis da energética.
Eles sabem manipular o excesso.

Eles sabem insuflar novas crenças e afastá-los de seus objetivos por um processo chamado distração. Entretanto, e como o sabem, o Arcanjo Miguel conseguiu, pela associação com sua irradiação da Fonte, apoiar sobre ele algo de excepcional que foi ter podido dissolver certo número de irregularidades que os impedia, literalmente, de acessar a Unidade.

Hoje, isto está realizado.
Vocês viverão portanto, cada vez mais, os contatos com essas dimensões das quais estiveram cortados. Não é preciso surpreenderem-se de ouvir falar, de sentir e de ver Presenças, de sentir episódios de fadiga ou, ao contrário, de Alegria extrema.

Isso faz parte de seu caminho de retorno à casa.
Apoiados em suas linhagens espirituais, apoiados na Revelação de sua Semente de estrela, apoiados na ajuda dada pela nova Trindade Cristo/Maria/Miguel, vocês se tornarão, dentro de muito pouco tempo, seres multidimensionais.

Miguel e nós, Conclave, estamos aí para isso.
Aí está a primeira parte do que tinha a lhes dizer com relação à missão de Miguel: ele é o Fogo, o Fogo que revela, o Fogo do Amor, o Fogo da Unificação e do retorno à Unidade.

Com relação a isso, e antes de lhes dar a palavra para questões diversas relacionadas ao que acontece durante seus dias, eu quero ouvir as questões relativas à missão de Miguel.

Questão: quando chamamos a Cristo, é preciso chamar Cristo ou Yeshua?
Você deve encontrar a sílaba sagrada.
O verdadeiro nome de Cristo não é Cristo nem Yeshua.

Obviamente, Cristo ou Yeshua os aproxima de sua Vibração, quando do chamado.
Recordem-se que o chamado não está no nome que você dá mas na Vibração que você emite.
Entretanto, a Vibração a mais autêntica é KI-RIS-THI (e não TO).

Questão: qual é a relação com Isis, no Egito?
Relação total.

Mas pronunciar IS-IS não é a mesma coisa que pronunciar Isis.

Questão: a antiga Trindade, que era o Pai Divino, o Espírito Santo, o Filho, tornou-se assim Cristo, Maria e Miguel?
A Trindade, criada por aquele que se chamou São Paulo, Pai/Filho/Espírito Santo, voluntariamente eliminou a dimensão feminina de Maria, porque não era necessário sobretudo que a Humanidade soubesse que não havia um Criador, mas uma Criadora, para lhes esconder a Verdade, a fim de que vocês não tivessem acesso a esta dimensão.

Questão: com relação ao que disse de Deus e Diabo, o que dizer de Santos como São Francisco de Assis, por exemplo, ou outros, que apelavam a Deus regularmente?

Há, aí, uma época diferente.
Entretanto, aqueles que aceitaram o sacrifício de serem estigmatizados, na igreja católica ou fora dela, não tiveram outra possibilidade que a de manter esta falsificação, a fim de que a história não morresse.

Não havia outra escolha, naquele momento.

Questão: quais são as linhagens espirituais?
Há uma Fonte Pai/Mãe, Una.
Há Metatron que guarda o trono.
Em torno de seu trono encontram-se os Quatro Vivos, Hayoth ha Kodesh, Serafins.

Estes encontram, na implantação de dimensões, mesmo de sua dimensão, seus equivalentes, chamados elementos.

Cada Hayoth Ha Kodesh ou Serafim primordial está em relação com um dos elementos.
Aquele do Fogo (e eu darei apenas este) é chamado Vehouiah.
Ele é o gênio Criador do Fogo.

Toda manifestação tem por base o Quatro, nesta dimensão como em outras dimensões.
Foi portanto lógico que sua descida Dimensional, que sua exploração Dimensional, além da experiência anedótica desta terceira dimensão, se fizesse sendo apoiada por Quatro elementos.

Cada um dos elementos toma, para vocês, uma coloração diferente, encontrando sua Fonte de uma galáxia ou de um Sistema Solar específico. Assim, alguns dentre vocês têm linhagens Pleiadianas, ou ainda, Arcturianas, ou ainda Sirianas, ou ainda Vegalianas.

Cada uma de suas linhagens sustenta um dos elementos constituintes, em vocês, desse corpo mas sobretudo de sua alma e de seu Espírito.

São as Rodas nas Rodas, descritas pelo Arcanjo, por Ezequiel, que permitiram, se querem, densificar, materializar e criar as dimensões.

Assim, vocês são portadores da chama da Vida.
Assim, vocês são portadores das Quatro bases de DNA.
Assim, vocês são portadores de um conjunto de Vibrações cuja origem situa-se nas primeiras emanações da Fonte, chamadas filiações.

Cada uma de suas filiações lhes confere um certo número de especifidades, nesta dimensão, como em seu corpo de Estado de Ser .

Entretanto, essas filiações não lhes são comunicadas do exterior mas ser-lhes-ão reveladas, no momento vindo, por vocês mesmos, no Interior de vocês mesmos.

Questão: é a mesma coisa que a que chamamos a dimensão estelar?
Há a noção de Semente de estrela.
A Semente de estrela é sua origem estelar, efetivamente, mas, mesmo nesta dimensão estelar, vocês participam e recebem informações, influxos, impulsos, se preferem, vindos de três outros lugares.

É extremamente raro e pouco frequente que algumas Entidades, ou algumas Consciências, tenham por origem estelar duas filiações espirituais comuns e idênticas.

Este é o caso para Ki-Ris-Thi, assim como eu lhes disse, porque duas de suas filiações estão ligadas ao Arcanjo Miguel.

Vocês podem, por exemplo, ter uma dimensão de Semente de estrela que é, de fato, o lugar de onde vocês vieram para vir sobre a Terra, por exemplo, Vegaliana, e ter, mesmo em sua Semente de estrela, uma filiação, obviamente Vegaliana, mas também uma filiação vinda de Orion ou ainda uma filiação vinda de Sirius ou ainda de Altair.

Por esses mecanismos complexos (cuja palavra mais adaptada seria aliança), aliança com outras linhagens, com outros povos, resultou uma fusão e a aquisição de alguns potenciais, em relação com os Quatro Vivos, traduzindo-se em seu destino e em seu caminho.

Assim uma de suas filiações está, obviamente, em relação com sua dimensão de Semente de estrela.

Questão: quais diferenças vocês fazem entre Satã e Lúcifer?
Satã é Deus/Diabo.
Ele pertence ao reino dos Arcontes.
Ele pertente àquele que criou o sistema de controle Humano.

Lúcifer trouxe-lhes uma forma de liberdade, entretanto, ele entrou em contradição com a Lei de não ingerência e de não violação do livre arbítrio querido pela Fonte.

Entretanto, o Arcanjo Lúcifer está doravante redimido.
Ele não pode assumir seu papel no Conclave Arcangélico mas ele reencontrará seu lugar, uma vez que esta dimensão esteja dissolvida.

Questão: que ligação há entre os Quatro Vivos e a Civilização dos Triângulos que seria a origem de todas as civilizações?
A ligação é muito simples, está ligada ao número.
Assim como lhes disse, no mês de maio, a Vibração é número, a Fonte é número.
O número 1 lhes remete à Unidade da Fonte UNA Pai/Mãe.

A Fonte, ela mesma, tendo a capacidade de se duplicar e de se multiplicar, é obrigada a deixar, no lugar de onde ela emana ou onde ela nasce, uma testemunha.
Essa testemunha é o Arcanjo Metatron.

E portanto o 1 torna-se 2.
Em seguida, o 2 dá o 3.

O 3 é um ternário, aquele que opera a Criação.
O 3 dá o 4, que estabiliza a Criação nas Rodas da Vida.

O 4 dá o 5, que define o sentido do movimento.
O 5 dá o 6, que permite a escolha.

O 6 dá o 7, que dá a concretização e as ferramentas para concluir a Criação.
O 8 dá a justiça e o equilíbrio.
O 9 assinala o retorno à Unidade.
E assim por diante.

Assim, a Civilização dos Triângulos, unida por 4, concorre a dar uma base de Vida e de movimento ao que é chamado os Quatro Vivos.

Questão: é para dizer que o triângulo seria um dos Quatro Vivos?
Exatamente, que foi falsificado, obviamente, e preso aqui, como símbolo de uma Luz falsificada.
Recordem-se que aqueles que os constrangeram e escravizaram não podem nada criar que escape às leis.

Entretanto, eles podem fazer de forma que essas leis sejam deturpadas e desviadas mas eles não podem nada criar por si próprios.

Eles são então obrigados, literalmente, e eles foram obrigados, a utilizar os símbolos existentes para fazê-los diabólicos.

Questão: a partir desses dados, qual é a posição de Isis?
Ela está ao centro.
Ela faz parte do triângulo mas ela está também ao centro.
Ela é a matriz que foi substituída, falsificada, pelo olho, no meio do triângulo Illuminati.

O olho olha.
O olho tenta compreender.
A matriz recebe. Isso não é a mesma coisa.
Isis é uma das partes da nova Trindade mas está também ao centro, como Criadora.

Ela está, se preferem, ao centro do círculo, ao centro do Conclave.
Ela é, se preferem, o início dos Triângulos.
O desenvolvimento que lhes dei corrresponde ao aspecto o mais autêntico da realidade do que é Maria.

Não entrarei em qualquer noção histórica com relação a Maria porque Maria, além do corpo que emprestou nos caminhos da encarnação, e bem além, trata-se de um arquétipo.

Ela é Fonte Pai/Mãe, Una, andrógina.
Ela é polaridade feminina mas ela é também polaridade andrógina.
Ela é aquela que sustenta a vida nessas dimensões.
Ela é a emanação, o princípio, e a base, tudo sendo o início.

Questão: ela é então a trama e o um?
Isso parece bem coerente.

Questão: podemos dizer que somos representados por um Triângulo e que Maria é o centro?
Vocês fazem parte de linhagens ditas evolutivas.
Vocês são partes da Fonte e devem retornar à Fonte.
Retornar à Fonte necessita percorrer um certo número de planos dimensionais.

Alguns desses planos dimensionais são passagens obrigatórias.
Algumas passagens dimensionais não são obrigatórias.
Efetivamente, vocês repassarão, em outros espaços, em outros tempos, se é que podemos falar de tempo, pela dimensão triangular.

Virá um momento em que o substrato biológico, mesmo multidimensional, à base de silício, deverá desaparecer.

O princípio de retorno à Unidade e portanto à Fonte, passa pela passagem da tri-Unidade.

Questão: a décima primeira lâmpada, associada a Is, tem uma ligação com Maria, como Is Is?
Sim.
A 11ª lâmpada, ou 11º corpo, está ligado ao Verbo Criador.
No começo era o Verto e o Verbo estava com Deus.

O que é o verbo, se não é Maria?
Cristo, seu filho, é o Caminho, a Verdade e a Vida, mas o impulso inicial, ligado ao verbo Criador, é Is Is.

Questão: o Im corresponderia a Miguel?
Sim. O Al corresponde a El - Ho – Im, ou El - Ho - A. O AL, EL, IL, OL, UL corresponde à mesma sílaba.

Questão: que é Ahriman?
Ahriman, de que falou Rudolf Steiner, ou Loup Fenris, corresponde à mesma lenda, corresponde a uma das histórias possíveis em relação a Lúcifer.

Lúcifer teve, assim, uma missão.
Não é aquela que quiseram lhes fazer crer a história comumente admitida.
Ahriman, ou o Loup Fenris, são lendas vindas dos países nórdicos.

Não se esqueçam contudo que, em todas as civilizações, em todas as tradições, há uma trama comum, que cada crença faz bastão na vivência das pessoas.

Então, não é necessário, aí não mais, desenvolver sobre esta lenda, ou esse princípio.

O princípio de Lucifer ou o princípio de Ahriman é a mesma coisa: corresponde ao princípio chamado «ordem de precedência», ou seja, instalar uma desigualdade onde só os mais fortes são capazes de sobreviver.

Entretanto, isso não corresponde à Vontade da Fonte.

Nisso, o Arcanjo Lúcifer, em um dado momento, induziu uma forma de distorção que ele pensava poder conter: o princípio de dualidade.

Não iremos mais longe.

Mensagem de Anael do site francês:
http://www.autresdimensions.com/article.php?produit=437
6 de outubro de 2009.
Tradução para o português: Célia G. http://leiturasdaluz.blogspot.com

P.D.A - http://portaldosanjos.ning.com
http://a-casa-real-de-rigel.blogspot.com/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails