((((* "O QUE VEM SEMPRE ESTEVE AQUI, A PAZ ESTA DENTRO DE TI E SO VOCE PODE TOCALA, SER A PAZ SHANTINILAYA, NADA EXTERNO LHE MOSTRARA O QUE TU ES. NADA MORRE POR QUE NADA NASCEU, NADA SE DESLOCA PORQUE NADA PODE SE DESLOCAR VOCE SEMPRE ESTEVE NO CENTRO, NUNCA SE MOVEU , O SILÊNCIO DO MENTAL PERMITE QUE VOCÊ OUÇA TODAS AS RESPOSTAS" *)))): "ESSÊNCIAIS" "COLETÃNEAS " "HIERARQUIA" "PROTOCÓLOS" "VÍDEOS" "SUPER UNIVERSOS" "A ORIGEM" "SÉRIES" .

segunda-feira, 28 de junho de 2010

PRIMEIRA TEMPORADA DOS JOGOS UNIVERSAIS.

PRIMEIRA TEMPORADA DOS JOGOS UNIVERSAIS

Primeira Humanidade - Constelação de Lyra - Sistema Estelar Vega - Planeta: Avyon e Avalon.
…começando a hISTÓRIA: 

Tempos atrás, um tempo anterior de como sabemos que começou, os fundadores do Universo, um grupo de12 almas altamente evoluídas e que já haviam concluído muitos jogos universais. Sendo deuses criadores, decidiram criar um universo deles próprios…
Assim como os doze chegaram juntos, eles juntos confrontaram a questão de qual “jogo” escolher, para que as almas criadas neste novo universo, ou que viessem a ser, pudessem evoluir espiritualmente. E que a evolução espiritual fosse o que cada alma desejasse dentro desse universo.

Finalmente,depois de muitas considerações, eles escolheram o jogo conhecido como “Integração das Polaridades”. Este jogo é um entre muitos que envolvem a integração da Luz e da Escuridão desenvolvido pelo Divino Criador para que seja possível experienciar a sua própria totalidade.
Agora que a escolha do jogo havia se realizado, eles sabiam que precisariam contar com pessoas experientes neste jogo para dar-lhes assistência no desenvolvimento do jogo em seu novo universo, indivíduos que concordariam em se tornar parte deste jogo e jogá-lo até a sua conclusão.
Portanto, os Fundadores enviaram um convite a todas as almas em todos os universos que já haviam completado pelo menos uma vez o Jogo de Integração das Polaridades.

Esse chamado foi atendido por noventa indivíduos, almas altamente evoluídas que recentemente acabaram de concluir este jogo e estavam à procura de outro lugar para ir, a fim de continuar a sua evolução espiritual.

Este grupo de noventa era constituído por quarenta e cinco Carians e quarenta e cinco Felinos. Chegaram neste (nosso presente) universo e começaram a ter encontros com os Fundadores que criaram o jogo.

O grupo de noventa, eleitos por si mesmos, sentou no Conselho Fundador para atuar como uma ligação entre o seu grupo e os Fundadores. Um dos escolhidos é conhecido por nós como Devin. Devin (nome verdadeiro é Devaine) foi o patriarca do grupo Felino (família). Aos Carians foram dados um planeta na constelação Órion como seu novo lar enquanto aos Felinos foi dado um planeta na constelação Lyra para o lar deles.

Assim, o grupo de noventa foi dividido e enviado aos seus respectivos planetas para começar o jogo. Os Carians representariam a Escuridão e os Felinos representariam a Luz. Com o tempo ambos tinham evoluído formas físicas em seus planetas para encarnar então eles poderiam caminhar sobre a superfície de suas casas planetárias.

Ambos estabeleceram linhas puras (reais) dentro do crescimento contínuo de suas raças, ou seja aquelas linhagens que traziam a codificação genética pura dos primeiros fundadores. Com o tempo,ambos missigenaram-se dentro de outras formas de vida em seus planetas de residência para criar uma nova raça de seres.

Os Carians criaram os Reptilianos e os Felinos, os Humanos. Tudo parte do plano divino universal para os jogos universais e integração das polaridades.

E os Reptilianos/Carians, quando a nova raça tinha se estabelecido como parte de suas respectivas sociedades, foram para a constelação de Lyra - lar dos Felinos/Humanos - e colonizaram um planeta vizinho ao dos Felinos/Humanos. Ao fazê-lo, eles estavam prontos para a primeira grande experiência da integração. Nós chamamos isto de a “Primeira Terra, Grande Experiência.

Este primeiro grande experimento ocorreu em terceira dimensão (3D) um planeta como a Terra, e foi na casa dos Felinos / Humanos, Avyon. À medida que a tecnologia avançava, os Felinos / Humanos aprenderam também como criar portais dimensionais e realizar viagens espaciais. Logo ambas as raças estavam viajando para frente e para trás, visitando cada um o planeta do outro. Mas os reptilianos sempre estiveram um passo ou muitos a frente dos humanos em termos teconológicos.

Os dois grupos estavam agora reunidos novamente, mas com muitas pessoas novas, seus descendentes, evoluídos. Ao longo do tempo, eles começaram a misturar as duas linhagens reais com casamentos entre eles para formar alianças. Tudo correu bem durante algum tempo.
Através da mistura das raças, novas raças foram criadas e logo se desenvolveu um sistema de castas. Havia a realeza, a casta sacerdotal, os cientistas, e os militares. O restante da população formava a casta de trabalhadores.

Uma vez que os humanos em Avyon tinham evoluído ao ponto de realizarem viagens espaciais, eles colonizaram outro planeta na constelação de Lyra. Eles nomearam o novo planeta com o nome Avalon. A nova colônia foi estabelecida como uma sociedade feminino-polarizada, em harmonia com o sistema social de Avyon.

Relembrando: os Reptilianos têm o mito da criação de que devem ser os conquistadores em qualquer lugar que estejam e que as outras raças podem se tornar seus escravos, ou servos ou serem aniquiladas simplismente – são maculino polarizados e representam o lado escuro. Por outro lado, os Humanos têm o mito da criação de que devem habitar todo o universo conhecido que desejem, mas ao encontrarem novas raças devem conviver em harmonia – são feminino polarizados e representam o lado luz.

Então, os Répteis fizeram a coisa que mais sabiam fazer: começaram a se infiltrar na nova colônia Avalon e semear a discórdia entre as pessoas, enquanto, ao mesmo tempo, cortejavam a amizade e a confiança dos Humanos, oferecendo-lhes a sua tecnologia. Isto criou uma divisão entre aqueles que queriam evoluir espiritualmente e aqueles que queriam evoluir tecnologicamente.

Os Répteis se sentiram ameaçados quando perceberam que os Humanos estavam saindo de Avyon. O que aconteceria se os Humanos assumissem o comando da galáxia inteira? Onde eles, os Répteis, viveriam? Na mente deles este esforço pioneiro tinha que ser bloqueado. No princípio não havia uma confrontação direta entre os Répteis e os Humanos. Esta não era a maneira Réptil usual de agir.

A discórdia continuou a crescer, até chegar ao nível da guerra civil, momento em que os Répteis saltaram para o lado dos colonos masculinamente propensos, e o resultado foi a quase destruição da colônia e do planeta.

Se vocês olharem em seus livros de hISTÓRIA, encontrarão evidências da influência e táticas reptilianas nas guerras e disputas em seu planeta - primeiro, semeando grãos de discórdia e depois, tomando o partido que conduz à destruição. Mais motivos aconteceram para criar o fosso entre as duas famílias reais, o que trouxe a Primeira Grande Guerra Galáctica.

Depois da quase destruição da colônia de Avalon, os Construtores decidiram mover os Humanos para Sírius B, para continuar trabalhando na integração das polaridades masculino/feminino, mas desta vez sem a interferência dos Répteis.

Hoje Os Sirianos Etéricos são os Humanos de Lyra que foram movidos para Sírius B e, eventualmente, tiveram a Terra concedida como seu lar pelos Criadores.

continua em jogos universais.  NA SEÇÃO "A ORIGEM"

http://a-casa-real-de-rigel.blogspot.com/ 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails